FP3 Japão – Mercedes lidera em pista seca e os dois finlandeses são vitimas de Suzuka

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

As portas para a classificação parecem estar completamente escancaradas para quem quiser estiver disposto a se arriscar. Enquanto Vettel liderou a primeira sessão de treinos livres, Hamilton apareceu ocupando a primeira posição na segunda, mas não podemos levar está em consideração, já que foi realizada debaixo de uma chuva forte e com poucos competidores com tempo cronometrado.

Valtteri Bottas conseguiu a liderança no treino que antecede a sessão de classificação para a corrida do domingo (8) ao registrar 1:29:055, seguido pelo seu companheiro de equipe e Sebastian Vettel em terceiro, após usar a tempo de uma hora para fazer alguns testes de durabilidade dos pneus.

Os dois finlandeses acabaram se envolvendo em acidentes e danificando os seus carros, ocasionando duas bandeiras vermelhas e dando trabalho para as suas equipes.

lll Saiba como foi o FP3

Depois de uma chuva que assolou o circuito de Suzuka durante o FP2, o terceiro treino livre iniciava com tempo firme. A pista que estava atrativa, onde já convidava os pilotos para tomarem ela e Alonso liderava a fila, seguido por Gasly, Wehrlein, Magnussen e Vettel. Aos poucos os outros pilotos também se dirigiam para dar as suas primeiras voltas.

Pierre Gasly era o primeiro a registrar tempo e tinha 1:33:030, utilizando os pneus supermacios. Bottas era o segundo com os pneus macios e marcava 1:46:791 e logo em seguida Hamilton assumia a ponta com 1:29:699 e Hulkenberg era o terceiro com 1:35:560. Palmer passava em quarto com 1:35:741.

Gasly melhorava o seu tempo para 1:32:434 e pouco tempo depois o seu companheiro de equipe, Carlos Sainz assumia a terceira posição com os compostos macios ao marcar 1:34:417.

Outros carros começavam a surgir na pista e Massa passava a assumir a terceira posição com 1:31:633 e em quinto aparecia Lance Stroll com 1:32:942. Vettel era o sexto com 1:33:486 e utilizava os pneus macios já usados, seguido por Raikkonen com 1:33:962, com compostos supermacios também já usados e com mais de 10 voltas. Stoffel Vandoorne era o nono com 1:34:222.

Bottas e Hamilton brigavam pela ponta, o finlandês momentaneamente tinha ela em suas mãos com 1:29:529, mas pouco tempo depois o inglês registrava 1:29:069.

Alonso com os compostos supermacios aparecia em terceiro na sua primeira volta cronometrada ao marcar 1:30:926 e Hamilton seguia melhorando o seu tempo 1:29:055. Massa se mantinha em quarto com 1:31:541 e um pouco mais de 10 minutos já haviam sido concluídos na sessão.

Ricciardo assumia a terceira posição com 1:30:839 também utilizando os pneus supermacios, mas poucos segundos depois era superado pelo companheiro de equipe que marcava 1:30:389.

Pérez saltava para sexto com 1:30:945. Apenas os carros da Haas e Ocon não tinham tempo registrado durante está segunda sessão.

Bottas causava uma bandeira vermelha no terceiro treino livre ao sair com o carro para fora da pista na curva 15, sujando muito os pneus e estragando a lateral do carro. Além disso o finlandês acabava com um pneu furado. O piloto da Mercedes era o que atualmente liderava o treino com 1:29:055.

A pista era limpa em menos de 10 minutos e os pilotos contavam com quase meia hora de sessão para mais algumas voltas. Era a vez de Nico Hulkenberg iniciar um novo stint e desta vez com os pneus supermacios.

Uma segunda bandeira vermelha era ocasionada e desta vez por Kimi Raikkonen da Ferrari na curva 9 ao perder a traseira do seu carro e colidir com a barreira de pneus. A sessão era retomada com um pouco mais de 20 minutos restantes.

Vandoorne liderava a saída da pista, nesta segunda retomada de atividade e subia para oitavo com 1:31:300. Sebastian Vettel conseguia subir para terceiro com 1:29:717 e Palmer era décimo com 1:31:402. Fernando Alonso subia para quinto com 1:30:424.

Hulkenberg conseguia superar o companheiro de equipe e tomava o décimo lugar com 1:31:387. Vettel permanecia em terceiro, mas conseguia melhorar o seu tempo para 1:29:379.

Palmer subia para sétimo ao registrar 1:30:845. Stroll era nono ao marcar 1:31:011, enquanto Massa era décimo segundo com 1:31:316.

Pérez era sexto ao marcar 1:30:563 e Hamilton retornava para a pista. Magnussen conseguia subir para nono com 1:30:982 e Ocon obtinha a quarta posição com 1:30:109.

Hulkenberg subia para sexto com 1:30:315 e Verstappen conseguia melhorar para 1:29:919. Palmer superava Vandoorne para ficar com o nono lugar ao marcar 1:30:764, enquanto o piloto da McLaren marcava 1:30:770.

Massa que era o décimo quinto, subia para décimo primeiro ao registrar 1:30:764 utilizando compostos supermacios novos. Ricciardo era o quinto com 1:30:018. Pouca coisa foi alterada nos segundos finais do terceiro treino livre e alguns pilotos melhoraram os seus tempos, mas não as suas posições. 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

You May Also Like

%d blogueiros gostam disto: