ColunistasFórmula EPost

Fórmula E implementa teto orçamentário para a 9ª temporada

Na reunião do Conselho do Esporte a Motor também foram estabelecidas um regulamento financeiro para as equipes e fabricantes da Fórmula E, elas serão implementadas para a 9ª temporada a ser disputada em 2022/23.

A medida entra em vigor para a era Gen 3, uma forma de tentar controlar os gastos da categoria, mas também para estabilizar a situação após que Mercedes, Audi e BMW anunciaram a sua saída. O teto orçamentário é uma forma de controlar os gastos dos competidores e ‘promover a sustentabilidade financeira de longo prazo para as equipes e fabricantes’, além da competitividade, mas ainda garantindo o avanço tecnológico.

As equipes terão a permissão para gastar € 13 milhões por temporada, embora a categoria afirme que haverá “certas exclusões transitórias para atender aos compromissos contratuais existentes”.

A partir da temporada 11ª temporada, o nível de gastos aumentará para € 15 milhões, incluindo os custos com os pilotos e aqueles gastos associados à segunda fase com o Gen3, pensando no “investimento contínuo em talento”.

Para as fabricantes do trem de força, foi estabelecido que eles devem trabalhar com o limite de € 25 milhões para duas temporadas consecutivas, essa regra começa a partir da 9ª temporada, valor que precisa cobrir as pesquisas e desenvolvimento relacionados ao trem de força.

LEIA MAIS: UNPLUGGED – Conheça o “Drive To Survive” da Fórmula E

Acredita-se que aqueles que possuem mais dinheiro, operam em um orçamento de € 40 milhões de euros, portanto este nivelamento é o mais importante.

“Nos últimos 18 meses, trabalhamos em estreita colaboração com a FIA e todos os participantes do Campeonato Mundial de Fórmula E da para criar uma estrutura regulatória que sustente a sustentabilidade financeira de longo prazo para todos participantes da Fórmula E”, informou Jamie Reigle, CEO da Fórmula E.

“Quando combinado com as melhorias recentes em nossos regulamentos técnicos e formato esportivo, este sistema financeiro fortalecerá a proposta de valor da Fórmula E. Em parceria com a FIA, criamos uma estrutura que coloca o sucesso financeiro de longo prazo no centro do campeonato, apoiando nossas equipes e fabricantes existentes, atraindo novos competidores e investimentos”, seguiu.

O esporte a motor também sofreu com a chegada do Covid-19 e para que os times resistissem a essa fase de incertezas foi necessário combater os gastos e fazer reduções.

“Os regulamentos financeiros são projetados para complementar nosso ambicioso regulamento técnico e permitir que os fabricantes da Fórmula E mostrem o potencial dos veículos elétricos nas condições de corrida mais exigentes: o Campeonato Mundial de Fórmula E.”

Caso suspeitem de alguém que esteja fora das conformidades, ela será investigada e precisará apresentar a documentação regulamentar. Em novembro de 2022 as equipes da Fórmula E poderão enviar voluntariamente a documentação referente a 8ª temporada para já se ambientar com os novos regulamentos.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!