F1 ficará mais sexy após mudanças de 2021

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

O esporte mais charmoso da terra passará por algumas mudanças com o novo regulamento de 2021. A FIA divulgou algumas mudanças a mais nessa semana, e elas envolvem mais competição e menos dinheiro.

Para começar, a F1 quer ter uma categoria mais acessível, fazendo desaparecer  o cenário onde uma equipe gasta 500 milhões de dólares em um ano enquanto outra gasta apenas 50 milhões.

No quesito competitividade, a F1 revelou que uma das ideia é desfazer a regra introduzida em 2017, onde os designs aerodinâmicos faziam (e ainda fazem) com que carros que estão atrás e próximos de outros percam pressão aerodinâmica em cerca de 50%, colocando o carro que vem atrás em grande desvantagem. Segundo Nicholas Tombazis, engenheiro e projetista que trabalha na Fórmula 1 desde 1992, a redução do chamado ”ground effect” (downforce produzido pela parte inferior dos carros), será de aproximadamente 40 a 45%.

Além disso, os pneus deverão passar de 33 centímetros para 45, deixando os carros mais parecidos com os das épocas de ouro da F1.

A F1 também também reconhece que, em termos de competição, apenas três equipes têm esperança de competir por uma vitória no momento, e isso tem sido assim há anos. O objetivo para 2021 e além é que “uma equipe realmente boa e com as contas equilibradas” seja capaz de “causar muitos problemas”.

Para os pilotos, as coisas devem ficar mais difíceis, já que a organização do esporte pretende retirar algumas das ”ajudas” que eles recebem, bem como fazer com que tenham um papel maior no gerenciamento do carro, como superaquecimento e desgaste de pneus durante a corrida, em vez de depender de engenheiros para ajudá-los.

Talvez a ideia mais controversa para 2021 seja a ideia de um “campeonato financeiramente viável”. Isso significa orçamentos e equipamentos padronizados, queiram as equipes mais ricas e rápidas ou não. Alguns dos itens que devem ter o mesmo padrão para todas as equipes são:

– Rodas padronizadas;
– Um sistema de freio padronizado;
– Proibição de sistemas de suspensão hidráulica;
– Uma restrição ao uso de certos materiais exóticos;
– Radiadores padronizados;
– Equipamento de pit padronizado para todas as equipes.

Por fim, a F1 quer que seus carros sejam mais “sexy” quando as novas regras surgirem, com o objetivo final de “merecer um lugar na parede do quarto de um fã”. A FIA e a F1 trabalharão com um estilista automotivo para que isso aconteça.

Assinar

BPCast

Ou assine com seu app favorito usando o endereço abaixo

Matheus Souza

Estudante de Letras. Apaixonado por Fórmula 1, Futebol, e-sports e ceviche.