ColunistasFórmula 1Post

F1 avalia ataques à Jeddah, mas dá prosseguimento ao GP da Arábia Saudita

A Fórmula 1 realizou duas reuniões de emergência nesta sexta-feira em Jeddah. O CEO da categoria, Stefano Domenicali conversou com os pilotos e chefes de equipe. As autoridades do país também foram acionadas, enquanto o promotor do evento garante que é seguro dar continuidade ao evento.

Enquanto o TL1 estava sendo realizado, o grupo rebelde Houthis do Iêmen iniciou um ataque a petrolífera Aramco – a base fica à cerca de 12 km do circuito, portanto a cortina de fumaça era avistada do circuito. A Aramco é um dos patrocinadores da categoria e também apoiam a Aston Martin financeiramente. Antes que a Fórmula 1 deixasse o Bahrein e partisse para Jeddah, os ataques tinham começado, o Aramco fora um dos alvos. A categoria passou a monitorar os ataques, mas deu sequência a realização do evento e o seu cronograma.

A cidade está sendo alvo de ataques de mísseis e drones, alguns foram abatidos, evitando maiores danos.

O início do TL2 foi atrasado em 15 minutos, pois os membros das equipes foram convidados para participar da reunião com Stefano Domenicali, com a presença do novo presidente da FIA, Mohammed Bem Sulayem. Nesta reunião comunicaram as informações que receberam das autoridades sauditas. Domenicali afirmou que o evento teria continuidade, portanto o TL2 foi realizado normalmente.

“Se não fosse assim, eu não estaria aqui, nós não estaríamos aqui”, afirmou Domenicali. A Fórmula 1 esteve em contato próximo com as autoridades relevantes depois que a situação ocorreu hoje. As autoridades confirmam que o evento pode continuar conforme o planejado e permanecemos em contato próximo com eles e todas as equipes e acompanharemos de perto a situação.”

Uma reunião foi convocada pós-TL2, para discutir mais uma vez a situação e atualizar as equipes. Todas as atividades com a mídia que estavam programadas para serem realizadas na noite de sexta-feira foram canceladas.

Após deixar a realização da segunda reunião do dia, Domenicali afirmou mais uma vez que eles confiam no esquema de segurança do país. A decisão foi tomada de forma unânime por todos os envolvidos, mas os times estão livres para não competir se assim desejarem.

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!