Classificação Bahrein – Leclerc faz história pela Ferrari, conquistando a sua primeira pole

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Confirmando o bom final de semana após liderar todas as sessões de treinos livres, a Ferrari garantiu a primeira fila para o Grande Prêmio do Bahrein. Charles Leclerc marcou a primeira pole da carreira na Fórmula 1, ao anotar 1:27:866, quebrando o recorde que era do companheiro de equipe estabelecido em 2018. O monegasco se tornou o mais jovem a conseguir a posição de honra pela equipe de Maranello.

O alemão após ficar com apenas um jogo de pneus, em decorrência de se sentir ameaçado no Q2, teve apenas uma tentativa para lutar pela pole. Depois que todos os pilotos já haviam registrado as suas primeiras marcas no Q3, Vettel esperou para ser liberado conseguindo estabelecer o segundo lugar com 1:27:866.

A classificação mostrou a capacidade da Ferrari de reagir a Mercedes, além disso a equipe mostrou mais uma vez o seu domínio no Bahrein, tornando a pista praticamente a sua casa. Certamente a corrida amanhã vai ser disputadíssima, principalmente entre os quatro primeiros colocados.

A terceira fila ficou para Max Verstappen com a Red Bull, seguido por Kevin Magnussen da Haas e Carlos Sainz com a McLaren. A posição de Grosjean segue sendo uma incógnita pois o francês acabou dando uma fechada em Lando Norris ainda no Q1 e o incidente será investigado pós classificação.

Kimi Raikkonen avançou com a Alfa Romeo até o Q3, enquanto Antonio Giovinazzi ficou apenas com a décima sexta posição. Norris teve mais uma boa classificação, garantindo o décimo lugar, mas para a McLaren foi a conquista dos dois carros no Q3.

Amanhã a largada acontece ao 12h10 e vocês podem acompanhar tudo no Boletim do Paddock, com review pós corridas e Podcast sobre os melhores acontecimentos no seu feed na segunda-feira.

lll Saiba como foi a Classificação

A temperatura na pista, estava na casa dos 30°C e no ambiente em 25°C.

https://twitter.com/F1/status/1112007284434104320

Assim que a luz verde dos boxes se acenderam dando início a sessão classificatória, Robert Kubica deixou o pit-lane com a Williams. A melhor aposta para está fase estava nos pneus supermacios.

Alexander Albon inaugurava a tabela de tempos ao registrar 1:31:125 e era seguido por George Russell com 1:32:393, 1s268 atrás do piloto da Toro Rosso. Kubica abortou a sua volta cronometrada ao retornar aos boxes.

Lando Norris anotou 1:30:406, após ser atrapalhado por um dos carros da Haas. O piloto da McLaren começava a ser superado pelos que vinham logo depois dele. Leclerc assumia a ponta com 1:28:495, seguido por Vettel com 1:28:733. Bottas passou a ocupar a terceira posição com 1:29:498, enquanto Hamilton era visto apenas em sétimo com 1:29:726.

https://twitter.com/F1/status/1112009627204505605

Após as primeiras marcas, Sainz estava em quinto, com Magnussen em sexto. Grosjean também pela Haas, era o sétimo colocado, mas estava em investigação por ter atrapalhado Norris. Raikkonen subia para o nono lugar, seguido por Ricciardo.

Na zona de corte, era possível ver Daniil Kvyat, Antonio Giovinazzi, Sergio Pérez, Robert Kubica e George Russell.

Os pilotos retornavam aos boxes, para realizar uma troca de pneus e seguiam para a pista em mais um stint de voltas rápidas.

Lewis Hamilton que seguia dando giros na pista e tinha um composto com cinco voltas, conseguia subir de oitavo para a terceira posição ao anotar 1:29:262.

Restando dois minutos  para o término do Q1, as equipes liberavam os seus pilotos. Lando Norris passava a ser o quarto colocado com 1:29:381, Albon se tornava o sexto com 1:29:514. Ricciardo passou a ser o décimo primeiro, seguido por Kvyart. Pérez deixava a linha de corte. Gasly fechava em décimo quarto e Raikkonen se livrava do corte em décimo quinto.

Após ser superado por outros pilotos que cresceram nesta fase, Giovinazzi foi novamente empurrado para a zona de corte, junto com Nico Hulkenberg e Lance Stroll.

lll Eliminados

16) Antonio Giovinazzi 1:30:026

17) Nico Hulkenberg 1:30:034

18) Lance Stroll 1:30:217

19) George Russell 1:31:759

20) Robert Kubica 1:31:799

https://twitter.com/F1/status/1112012388163874817

lll Q2

https://twitter.com/F1/status/1112013709105381376

Valtteri Bottas foi o primeiro a ser liberado, depois de uma espera pequena para ‘encontrar’ a melhor condição de pista. A Ferrari soltou os pilotos por último esperando um espaço para o batalhão que estava a sua frente. Todos apostavam mais uma vez nos compostos supermacios oo que torna a estratégia de paradas amanhã, um tanto interessante. 

https://twitter.com/F1/status/1112014150052532225

Bottas tinha 1:28:830. Magnussen superava o companheiro de equipe com 1:29:017. Hamilton conseguia assumir a ponta com 1:28:578.

Com o fechamento da primeira tentativa, Leclerc era o primeiro colocado com 1:28:046. As posições após o primeiro, eram: Hamilton, Bottas, Magnussen, Verstappen, Vettel, Norris, Sainz, Grosjean e Raikkonen. O alemão ficava apenas em sexto com 1:29:233, pois quando estava abrindo a sua volta, encontrava os pilotos que estavam mais lentos a sua frente e cometia um erro na sua primeira tentativa.

Na zona de corte, Ricciardo, Gasly, Kvyat, Albon e Pérez.

Restando três minutos, os pilotos iniciaram o novo stint. Sebastian Vettel preocupado com a posição, retornou para mais uma volta, o que se mostrou desnecessário já que pouca coisa se alterou no grid. Vettel passava a ser o segundo colocado com 1:28:356.

Os dois carros da McLaren avançaram para o Q3, com Sainz em sexto e Lando Norris em nono.

lll Eliminados

11) Daniel Ricciardo 1:29:488

12) Alexander Albon 1:29:513

13) Pierre Gasly 1:29:526

14) Sergio Pérez 1:29:756

15) Daniil Kvyat 1:29:854.

https://twitter.com/F1/status/1112017832521408513

lll Q3

https://twitter.com/F1/status/1112019349676740609

Com a última liberação de pista, mas um trenzinho se formava, na busca pela melhor colocação para a corrida de domingo. Lando Norris abria a tabela com 1:29:890, mas fora superado rapidamente, se tornando o sétimo colocado.

Leclerc era o pole até o momento com 1:27:958, com a mesma marca obtida por Vettel no ano anterior. Hamilton com 1:28:190 e Bottas que tinha 1:28:335 eram o segundo e o terceiro respectivamente. Magnussen era seguido por Sainz, Grosjean, Norris e Raikkonen. Vettel e Verstappen sem pneus novos, teriam apenas uma chance para brigarem pela pole ou uma melhor colocação no grid.

Norris puxou a segunda saída dos boxes, todos com pneus novos. Leclerc conseguia abaixar ainda mais o seu tempo para 1:27:866 e Vettel subia para a segunda posição com 1:28:160. Hamilton se manteve com o tempo conquistado na primeira tentativa, enquanto Bottas, conseguia melhorar um pouco mais a sua marca, mas permaneceu em quarto.

Verstappen defendia a Red Bull em quinto. Seguido por Magnussen, Sainz, Grosjean, Raikkonen e Norris.

https://twitter.com/F1/status/1112024015076503552

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.