Sette Câmara: ”Isso aqui são os pontos extras”

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A McLaren vai contar com Sérgio Sette Câmara como terceiro piloto da equipe na próxima temporada. O mineiro ainda está buscando pontos para a superlicença e durante 2019 vai continuar correndo na Fórmula 2, mas ainda não tem nenhum contrato com nenhuma equipe da categoria definido.

Sérgio sabe que é necessário se manter ativo e mais um ano de experiência é fundamental para a sua carreira, mais até que os próprios pontos de que ele precisa conquistar a superlicença – ”De qualquer forma para chamar atenção suficiente, conquistar moral nesse paddock para ter um assento, eu tenho que chegar na ponta no campeonato de Fórmula 2’’, diz Câmara.

A equipe de Woking está na metade do projeto de construção do seu carro para a próxima temporada. A verdade é que a expectativa é grande, mas só vamos começar a ter um parâmetro sobre eles quando de fato os carros passarem a ocupar a pista no circuito de Barcelona, durante a pré-temporada.

Sem brasileiros no grid da F1, a expectativa é quando vamos ver pilotos que estão em formação passarem a ocupar um lugar definitivo em uma equipe e disputarem uma temporada inteira. Câmara não é o único, Pietro Fittipaldi foi anunciado neste GP do Brasil como piloto de testes da Haas.

No entanto, analisando a situação desta temporada, a Haas tem uma posição um pouco melhor que a McLaren. A equipe americana está a 22 pontos na frente, ocupando atualmente a posição de quinta força, enquanto a equipe inglesa está em sexto e ainda pode ser ameaçada a perder o sexto lugar para a Racing Point Force India, que está apenas a 18 pontos atrás.

Câmara vai ajudar a McLaren em seu desenvolvimento, enquanto ela conta com Lando Norris e Carlos Sainz Jr para a disputa do campeonato. O mineiro ainda sem uma vaga prometida,pensa sim no desenvolvimento da equipe e com a sua atual situação – ”Me preocupa porque eu estou aqui e eu faço parte desse projeto agora e me preocupo com os resultados da equipe. Agora eu estou conhecendo a galera daqui, você acaba torcendo para quem está trabalhando aqui e pelos resultados dos seus companheiros de trabalho’’, completa Sérgio.

O campeonato de Fórmula 2 ainda é o seu foco principal e ele encara a McLaren como uma fase de aprendizado e desenvolvimento – ”Meu foco principal vai ser na Fórmula 2, eu vou fazer o máximo que eu conseguir ajudar, é como se a F2 fosse a prova principal e isso aqui fossem os pontos extras pra mim” – Câmara sabe que a categoria é a principal porta de entrada para a F1 e os seus resultados podem influenciar no seu caminho para ganhar uma vaga na Fórmula 1 e passar a disputar uma temporada. 

Foto: McLaren Media Centre

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.