ColunistaFórmula 1Post

Calendário da F1 é alterado, temporada tem início no Bahrein

Após a mudança na abertura do campeonato, a Fórmula 1 ajustou o calendário para possibilitar a realização do GP da Austrália

A Fórmula 1 e outras categorias divulgaram um calendário provisório antes das suas atividades em pista começarem. Menos de um mês depois da divulgação do calendário da F1, aprovado pela FIA, com uma quantidade impressionante de provas confirmadas, o GP da Austrália (abertura do campeonato) e China foram adiados.

Com as mudanças feitas, a abertura do campeonato será realizada no Bahrain, seguido pelo GP em Imola, uma pista que retornou em 2020 e terá a oportunidade de receber a Fórmula 1 mais uma vez. A F1 está fazendo o esforço necessário para manter a corrida na Austrália, a prova em 2020 foi cancelada antes do início dos treinos livres, quando as equipes e pilotos já estavam no circuito.

Existe um espaço vago no dia 2 de maio, o que muitos acreditam que será destinado para o GP de Portugal, em Portimão. Por conta das alterações no início da temporada, o GP de São Paulo teve a sua data trocada, a corrida brasileira foi movida para o dia 7 de novembro, seguido pela prova na Austrália, Arábia Saudita e Abu Dhabi.

O GP da Espanha perdeu o asterisco, pois nesta segunda-feira (11) os promotores do evento assinaram a prorrogação do contrato, para receber a prova em 2021.

O GP da China não aparece no calendário, eles vão seguir negociando com a Fórmula 1 para obter uma data e realizar a prova. Mas o calendário da segunda metade é muito apertado, com várias sequências de rodadas triplas.

“Foi um começo de ano agitado na Fórmula 1 e temos o prazer de confirmar que o número de corridas planejadas para a temporada permanece o mesmo”, disse Stefano Domenicali, presidente e CEO da Fórmula 1.

“A pandemia global ainda não permitiu que a vida voltasse ao normal, mas mostramos em 2020 que podemos correr com segurança como o primeiro esporte internacional a retornar e temos a experiência e os planos para cumprir nossa temporada.”

O calendário ainda pode sofrer alterações, será necessário por mais um ano acompanhar o desenvolvimento da pandemia em vários países e analisar se é seguro realizar a corrida naquele local ou partir para uma substituição. A categoria deseja realizar as 23 provas neste ano, mesmo com estas modificações ocorrendo.

“Estamos muito entusiasmados em anunciar que Ímola retornará para a temporada de 2021 e sabemos que nossos fãs estarão ansiosos pelo retorno da Fórmula 1 após as férias de inverno e nossa abertura revisada da temporada no Bahrein. Obviamente, a situação do vírus continua fluindo, mas temos a experiência da última temporada com todos os nossos parceiros e promotores para nos adaptarmos de forma adequada e segura em 2021.”

Foto: reprodução / calendário F1

A pré-temporada será realizada em três dias e como esperado, inicialmente ela seria realizada nos dias 2 a 4 de março em Barcelona, mas com o início da temporada no Bahrein, os testes devem começar no dia 12 de março em Sakhir e finalizar no dia 14 de março, onze dias antes do início da primeira atividade no circuito.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados