ColunistasFórmula 1Post

Alonso aproveita sessão chuvosa para liderar o TL3 no Canadá

Neste sábado (18) o terceiro treino livre para o GP do Canadá foi marcado pela chuva, os pilotos participaram de uma sessão molhada. Alguns pilotos foram um pouco além com os seus carros, outros times se mostraram mais cautelosos, pois ainda tem uma classificação pela frente, mas em sessões assim temos a oportunidade perfeita para outros pilotos liderarem a atividade. Fernando Alonso então registrou o melhor tempo do TL3, depois de anotar 1m33s836, trabalhando em uma sequência de voltas rápidas, aproveitando a evolução da pista.

O espanhol não teve medo de trocar os pneus de chuva extrema pelos intermediários, para conseguir essa marca, mas outros pilotos também avaliaram os pneus intermediários próximo do encerramento da sessão. Com o cronômetro já zerado, Pierre Gasly ficou o segundo lugar, anotando 1m33s836, para a AlphaTauri, superando Sebastian Vettel que tinha registrado 1m33s891.

Com poucas sessões marcadas pela chuva, os times têm a oportunidade de coletar mais dados e também avaliar os pneus destinados para as sessões com chuva. O spray acompanhou os pilotos que se aventuraram no circuito. Estaban Ocon tentou superar o seu companheiro de equipe, mas ficou com o quarto lugar, seguido de perto pela dupla da McLaren, com Daniel Ricciardo e Lando Norris.

George Russell e Lewis Hamilton usariam essa atividade para mais uma avaliação dos carros, o dono do carro #63 foi o sétimo colocado, enquanto Hamilton foi o décimo quinto colocado, mostrando uma condução mais cautelosa. Sergio Pérez foi o oitavo colocado, com Max Verstappen em décimo, o holandês mostrou muita dificuldade na condução do RB18 em pista molhada, mas completou algumas voltas cronometradas mais próximo do encerramento da atividade.

Carlos Sainz completou o top-10 com o décimo lugar, enquanto Charles Leclerc economizou o trabalho, principalmente após a Ferrari optar pela troca do seu motor e arcar com uma punição.

A classificação provavelmente será realizada em pista molhada, enquanto a corrida deve acontecer em pista seca. A Fórmula 1 retorna neste sábado às 17h (pelo horário de Brasília).

Saiba como foi o TL3 para o GP do Azerbaijão

O TL3 começou com chuva a pista estava molhada. Essas condições climáticas eram esperadas na sexta-feira, quando também existia a possibilidade de chuva, mas ela não aconteceu. Quando a pista foi liberada, a temperatura estava na casa dos 16°C, com 11°C no ambiente.

A dupla da Haas e Alfa Romeo logo invadiram a pista usando os pneus para chuva extrema (faixa azul). Seria uma sessão importante, principalmente para os dados coletados, levando em consideração que a classificação poderá ser realizada na chuva. Além disso, a FIA também está usando a sessão para verificar os saltos dos carros, mas com a chuva eles naturalmente já precisam levantar a traseira deles.

Kevin Magnussen rapidamente abriu a tabela de tempos anotando 1m43s014, seguido por Schumacher que registrou 1m45s596. Os carros da Haas permaneciam na pista, enquanto a Ferrari ficou apenas na sua volta de verificação, pois a traseira do carro começou a se perder, principalmente no piso molhado.

Vettel também era observado cometendo alguns erros na pista, o carro da Aston Martin é bem duro e alguns momentos fica difícil de fazer as curvas deste traçado. Entretanto, o alemão tentava melhorar as suas marcas, ele anotou 1m41s532, para ocupar a quarta posição.

Com quinze minutos de atividade, apenas seis pilotos tinham aferido tempo, eram eles: Vettel, Magnussen, Tsunoda, Stroll, Norris e Schumacher. Pouco depois Bottas também registrou tempo, anotando 1m41s172 para ocupar o quinto lugar, seguido por Zhou que tinha 1m42s553. Daniel Ricciardo também estava em processo de melhorar os seus tempos, o piloto entrou na casa de 1m39s906, enquanto Tsunoda liderava com 1m38s262.

A pista estava evoluindo rapidamente, mas ainda era possível ver muito spray sendo levantado dos carros conforme eles completavam as suas voltas no circuito. Sainz superou a marca de 1m37s909 de Bottas, após anotar 1m36s831, mas na sequência conseguiu registrar 1m35s858. Leclerc seguia apenas nas voltas de verificação sem aferir tempo, a Ferrari optou por realizar a troca de vários componentes do motor do monegasco, para lidar de uma vez com uma punição.

Após meia hora de atividade os dez primeiros eram: Sainz, Bottas, Stroll, Tsunoda, Vettel, Alonso, Zhou, Magnussen, Gasly e Ricciardo. Na sequência o espanhol que guia pela Alpine passou a ocupar a segunda posição registrando 1m36s074. Os pilotos ainda estavam trabalhando com os pneus de chuva extrema. Latifi era o décimo quinto colocado, com 1m44s442, enquanto Leclerc, Hamilton, Pérez, Russell e Verstappen não tinham aferido tempo ainda.

Como a previsão era de pista seca para o domingo, os times estavam encaminhando os pilotos para a pista com muita cautela.

Vettel seguia evoluindo, o alemão voltou ao topo da tabela de tempos depois de anotar 1m35s821. Restando 20 minutos para o final Fernando Alonso foi o primeiro a instalar os pneus de chuva intermediária, mas o carro estava escorregando bastante na pista, por conta das poças de água.

Alonso mostrava que era possível andar com esses compostos intermediários, mesmo cometendo alguns erros. Alonso registrou 1m34s836, evoluindo para 1m34s229, mesmo errando no grampo. Sainz também instalou os pneus intermediários para fazer uma verificação para a equipe. Enquanto a Red Bull seguia sem registrar tempo, apenas trabalhando nas voltas de instalação. Verstappen mostrava muita dificuldade para controlar o carro em pista molhada.

Nos últimos dez minutos de atividade, Alonso superou mais uma vez a marca de Vettel, ainda avaliando os pneus intermediários, o espanhol obteve 1m33s836, com 0s055 de vantagem para o alemão da Aston Martin. Outros pilotos também foram liberados para usar os pneus de faixa verde. Sainz ficou com o terceiro lugar, anotando 1m34s778, acompanhado por Russell que tinha 1m34s831.

Magnussen perdeu o controle do carro na curva 1, extravasando os limites de pista, depois que o seu carro aquaplanou. A sessão não foi paralisada pois o piloto da Haas conseguiu retirar o carro sozinho e retornar ao traçado.

Nos últimos minutos a chuva voltou a cair no circuito, ficando ainda mais difícil controlar os carros. Vertappen também extravasou os limites de pista no mesmo ponto que Magnussen, mas o holandês na verdade perdeu a traseira do carro.

Com o cronômetro zerado, Ocon ficou com a quarta posição, superando Ricciardo, enquanto Norris era o sexto colocado, pois Gasly assumiu o segundo lugar com a AlphaTauri. Leclerc não completou nenhuma volta rápida, mas a Ferrari encerrou a sessão trabalhando em seu carro, com o F1-75 ainda nos cavaletes.

Desde a sexta-feira Alonso tem mostrado que está confortável com o carro, o espanhol não mediu esforços para brigar com Vettel pela liderança da sessão.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!