W Series: Powell lidera prova de ponta a ponta e vence GP da Estíria

Powell teve total controle da ponta, conseguindo trabalhar a distância para Moore, realizando uma prova sem ser ameaçada

A primeira prova da temporada 2021 da W Series foi disputada neste sábado (26) e contou com vitória de Alice Powell que dominou a corrida de ponta a ponta, sem ser ameaçada em nenhum momento. Desta forma a pilota britânica conquista a sua segunda vitória na categoria, pois em 2019 terminou a prova de Brands Hatch na primeira posição.

O Safety Car entrou na pista após o abandono de Marta Garcia, desta forma Powell precisou administrar a ponta, depois que a relargada aconteceu. Sarah Moore ficou com a segunda posição, também em uma grande atuação, ela largou da segunda posição e conseguiu administrar a corrida após sofrer pressão de Belén Garcia no início da corrida.

Fabienne Wohlwend conseguiu a terceira posição, se aproveitando de algumas confusões na relargada para ganhar algumas posições e chegar no pódio. Depois da saída do Safety Car, muitas pilotas aproveitaram a aproximação para tentar ganhar algumas posições e incidentes ocorreram.

Belén Garcia também teve uma prova movimentada, perdeu posições depois de cometar um erro, precisou apostar em uma recuperação e ainda terminou no quarto lugar.

Jessica Hawkins será investigada depois da corrida, pois tocou Jamie Chadwick, então o seu sétimo lugar não está garantido. Nerea Marti foi a oitava colocada, acompanhada por Irina Sidorkova e G Rdest que completaram o top-10.

Bruna Tomaselli poderia ter uma posição melhor, mas depois de receber um toque na relargada, perdeu posições, mas fechou a corrida no décimo segundo lugar.

A próxima etapa da W Series será disputada no GP da Áustria, no próximo fim de semana.

Saiba como foi a Primeira corrida da segunda temporada da W Series

Depois da volta de apresentação, as pilotas formaram o grid para o início da prova. Powell largou da pole e Moore se manteve na segunda posição. Foi possível ver Visser e Belén Garcia já se enfrentando desde o início. Bruna Tomaselli realizou uma boa largada e ganhou uma posição depois do início da corrida. Chadwick era a sétima colocada mas fechou a primeira volta no quinto lugar, também com uma boa performance na largada. Agren ficou parada no grid, quando a corrida teve início. Algumas pilotas espalharam com a largada.

Jessica Harkins bateu na traseira de Chadwick e fez a pilota da Veloce sair da pista, onde ela perdeu várias posições. Com o incidente Tomaselli ganhou uma posição, pois a companheira de equipe caiu para o décimo sexto lugar.

A prova Sprint estava bem movimentada, com as pilotas andando bem próximo, ainda que não estivesse ocorrendo muitas ultrapassagens.

Restando 24 minutos para o encerramento da prova, mais uma volta, Chadwick estava virando voltas mais rápidas, tentando chegar em Eaton para recuperar posições. Hawkins realizou a ultrapassagem em Marta García, para conquistar a sétima posição, enquanto Chadwick recebeu uma advertência por extravasar os limites de pista, assim como Tomaselli.

Powell seguia na liderança, com mais de dois segundos de vantagem para Sarah Moore. Belén Garcia estava pressionando a companheira de equipe, enquanto Visser aproveitou para se aproximar e buscar a quarta posição.

Depois de dez minutos de prova, Bruna Tomaselli estava pressionando Marta Garcia pela busca do oitavo lugar em uma disputa emocionante, a brasileira tentou uma ultrapassagem por fora, sustentando a posição mas não conseguiu concluir a ultrapassagem. Tomaselli foi ultrapassada por Koyama, por conta da proximidade entre elas, enquanto Marti também se aproveitou da disputa que ocorreu à sua frente para ultrapassar a brasileira.

Restando 17 minutos, as dez primeiras eram: Powell, Moore, B. Garcia, Visser, Kimiläinen, Wohlwend, Hawkins, M.Garcia, Koyama e Marti. Chadwick não conseguia deixar a décima sexta posição.

Wohlwend tinha ganhado três posições com relação a sua largada. Belén Garcia cometeu um erro, escapou e retornou na nona posição, depois de passar boa parte da prova na terceira posição enfrentando a companheira de equipe. Desta forma Marti começou a pressionar Belén para ganhar o nono lugar, colocando o carro lado a lado ao da espanhola.

Com 11 minutos para o final, o carro de Marta Garcia começou a apresentar problemas na curva e ela foi perdendo posições no grid até abandonar a corrida.

Rdest tentava segurar Chadwick na décima quinta posição, as duas cometeram um erro e extravasaram os limites de pista.

Com pouco mais de oito minutos, o Safety Car entrou na pista por conta do abandono de Marta Garcia. O pelotão foi se aproximando por conta disso. As dez primeiras eram: Powell, Moore, Visser, Kimilainen, Wohlwend, Hawkins, Koyama, B.Garcia, Marti e Tomaselli. A brasileira retornou para o top-10.

O Safety Car deixou a pista com menos de 4 minutos para o encerramento e todas estavam próximas, com chance de disputar posições mais uma vez. Powell logo abriu vantagem para Moore. Mesmo com a aproximação ninguém se aproveitou da primeira curva para tentar ultrapassar. Mas Visser rodou depois de ter a traseira do carro tocada e acabou perdendo várias posições, caindo para o décimo sétimo lugar. Tomaselli também foi tocada e rodou, caindo para o décimo sexto lugar.

O final foi bem agitado, Abbie Eaton foi tocada por Vicky Piria e caíram para o sexto e o sétimo lugar. Belén Garcia teve a oportunidade de se recuperar e era a quarta colocada.

Kimiläinen que tinha a asa danificada foi perdendo desempenho e começou a despencar no grid. Chadwick se aproveitava dos toques que ocorreram à sua frente para ganhar posições e obter o sétimo lugar.

Na última volta, Kimiläinen já era a décima segunda colocada. Cook foi para fora da pista.

Powell venceu a primeira corrida de 2021, acompanhada por Moore e Wohlwend. Bruna Tomaselli ficou com o décimo segundo lugar, se recuperando nas últimas voltas.

*Post atualizado! 

Jessica Hawkins foi punida com 30 segundos caindo para a décima sexta posição. A pilota Bruna Tomaselli ficou com o décimo primeiro lugar. 

Sair da versão mobile