ColunistaPostW Series

W Series: Alice Powell crava segunda pole da temporada, a disputa agora é para o GP da Inglaterra

Com uma sessão bem disputada, Powell estabelece o melhor tempo nos últimos minutos, superando Fabienne Wohlwend

Nesta sexta-feira (16) as pilotas da W Series disputaram a classificação em Silverstone, estabelecendo o grid para o GP da Inglaterra que será disputado neste sábado. A pilota britânica Alice Powell cravou a segunda pole da temporada depois de anotar 1m57s235.

A pole foi muito disputada, principalmente com Jamie Chadwick entrando na disputa. Mas a pilota da Veloce Racing foi superada nos últimos minutos de atividade, onde Fabienne Wohlwend entrou na disputa pela ponta.

Powell garantiu a pole estabelecendo os dois primeiros melhores setores da pista. A disputa neste sábado promete ser intensa, principalmente com duas britânicas entre as três primeiras posições. Correndo em casa, elas certamente querem muito a vitória. Alice Powell é a atual terceira colocada do campeonato, contando com 29 pontos, enquanto Jamie Chadwick lidera com 33 pontos. Sarah Moore, outra pilota britânica que está ocupando a segunda posição do campeonato com 30 pontos, vai largar da sétima posição.

A brasileira Bruna Tomaselli larga da décima quinta posição, ela até disputou as primeiras posições no início da sessão, mas quando os tempos começaram a cair, ela ficou abaixo do Top-10. Tomaselli teve uma excelente prova na Áustria e está focada em aprender mais neste circuito.

Saiba como foi a Classificação da W Series

Como sempre ocorre, as pilotas foram liberadas para a pista para participar de uma sessão de 30 minutos, completando as suas voltas rápidas e melhorando os seus tempos giro após giro. Correndo em casa, Jamie Chadwick anotou 1m59s336, liderando a atividade momentaneamente.

Bruna Tomaselli que ocupava a décima quinta posição, saltou para o primeiro lugar quando anotou 1m59s028, no entanto, pouco depois Emma Kimilainen cravou 1m58s875, enquanto Jamie Chadwick voltou para a ponta com 1m58s562.

Uma das características dos pneus usados pela W Series é a sua duração e evolução dos pneus volta após volta. Desta forma os tempos vão caindo com mais voltas completadas na pista.

Restando 20 minutos de atividade os dez primeiros eram: Chadwick, Kimilainen, Tomaselli, Moore, Koyama, Wohlwend, B. Garcia, Piria, Agren e Hawkins.

As posições seguiam se alternando, mas Chadwick era o destaque justamente por estar mantendo a liderança da atividade. A britânica tinha 1m58s286, enquanto apenas Kimilainen estava na mesma faixa de 1m58s.

Nos últimos treze minutos de atividade, outra britânica assumiu a liderança da atividade, foi a vez de Alice Powell anotar 1m57s831, superando Chadwick por 0s455, depois de completar a sua sexta volta no circuito.

Adentrando nos últimos dez minutos as dez primeiras eram: Powell, Visser, Wohlwend, Kimilainen, Pulling, Chadwick, Moore, Hawkins, B. Garcia e M. Garcia. Os tempos seguiram em evolução. Bruna Tomaselli era a décima quinta colocada.

Powell permanecia na ponta com 1m57s645, enquanto apenas Wohlwend e Visser tinham completado voltas em 1m57s. Powell seguiu forçando o carro e melhorou o seu tempo para 1m57s599, depois de melhorar nos dois primeiros setores da pista.

Ainda nos últimos quatro minutos, era difícil dizer quem ficaria com a pole, pois Wohlwend superou Powell por 0s002, mas Powell apareceu pouco depois melhorando os dois primeiros setores para cravar 1m57s235, destronando a pilota de Liechtenstein.

Com o cronometro zerado, Powell garantiu a pole, com Wohlwend confirmando a segunda posição enquanto Chadwick era a terceira colocada. A brasileira Bruna Tomaselli se confirmou na décima quinta posição. É a segunda pole de Powell na temporada.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados