ColunistasFórmula EPost

Vergne comanda dobradinha da DS Techeetah durante TL2 em Jacarta

Nesta sexta-feira (03) a Fórmula E deu início as atividades para o ePrix de Jacarta. A dupla da DS Techeetah estava realizando uma sessão discreta, mas com o cronômetro zerado, a dupla assumiu a liderança da atividade. Antonio Felix da Costa foi o primeiro a completar a volta rápida, anotando 1m07s993, instantes depois foi a vez de Jean Éric-Vergne registrar 1m07s594, sendo os únicos a andar na casa de 1m07s durante o TL2.

O grid está bem variado e foi possível ver até mesmo os pilotos da Dragon e NIO 333 conseguindo obter bons tempos no novo circuito. A classificação será a próxima atividade do dia, definindo o grid de largada para o ePrix de Jacarta.

Saiba como foi o Segundo Treino Livre da Fórmula E

Após o primeiro treino livre liderado por Oliver Rowland, os pilotos não perderam tempo quando a pista foi liberada mais uma vez. A temperatura na pista estava na casa dos 31°C, com 33°C no ambiente. O circuito de Jacarta era uma novidade para todos os pilotos, justamente por conta da estreia da Fórmula E na Indonésia.

O brasileiro, Lucas Di Grassi rapidamente anotou 1m08s750, mas pouco depois outros competidores foram anotando os seus tempos. O atual líder do campeonato, Stoffel Vandoorne da Mercedes superou o tempo do piloto belga, registrando 1m08s607. Ao passar pela longa reta, a freada forte para a direita fez com que Antonio Felix da Costa cometesse um erro e fritasse os pneus, mas o piloto português permaneceu na pista.

Com sete minutos de atividade, Sette Câmera saltou para a terceira posição, registrou 1m08s801 antes de retornar aos boxes para novos ajustes. Essas duas sessões de treinos livres eram bem importantes para os pilotos e equipes, principalmente para finalizar os últimos ajustes antes da classificação e corrida.

Quando completaram dez minutos de atividade e alguns pilotos estavam retornando aos boxes, os dez primeiros eram: Vandoorne, Di Grassi, Sette Câmara, Buemi, Mortara, Günther, Bird, Turvey, Rowland e Da Costa.

Na sequência, Pascal Wehrlein assumiu a primeira posição, quando anotou 1m08s410, superando o tempo estabelecido por Vandoorne no início da atividade. Os pilotos estavam aproveitando para dar algumas voltas e realizar o reconhecimento da pista.

Era possível notar vários bumps na pista, o asfalto era bem irregular, como foi relatado pelos pilotos antes do início das atividades, fora as mudanças de elevação. Não era possível definir as forças, mas neste momento, quando a atividade chegava a sua metade Dan Ticktum da NIO 333 registrou 1m08s338, acompanhado por seu companheiro de equipe, Oliver Turvey. Os pilotos estavam brigando bastante com os carros, na tentativa de evitar os muros e conseguir a melhor volta. O impressionante é que as equipes tidas como mais facas do grid estavam trabalhando bem em Jacarta.

Usando a potência de 250 kW, Mortara melhorou a sua marca para 1m08s803, mas conseguiu ocupar apenas a décima segunda posição. Restando dez minutos para o final, os dez primeiros eram: Dennis, Ticktum, Wehrlein, Vandoorne, Buemi, Rowland, Sette Câmara, Vergne e Bird.

O grid seguia o mais variado possível, mesmo com a aproximação do final da sessão. Da Costa que estava nos boxes, era o décimo nono colocado, enquanto Vergne estava na nona posição. Existia uma disparidade de desempenho entre os companheiros de equipe. Outra divergência era entre Dennis que liderava, enquanto Askew ocupava apenas a vigésima primeira posição. Antonio Giovinazzi estava no décimo quinto lugar.

Os últimos dez minutos foram marcados pela pista mais vazia, antes dos carros retornarem para a pista depois de passar por uma nova preparação. Giovinazzi deixou os boxes outra vez e assim saltou para a quinta posição registrando 1m08s526, separado por 0s273 do líder da atividade.

Com os pilotos retornando para o traçado, o trânsito se formou, enquanto os pilotos precisavam desviar de competidores que estavam mais lentos na pista. Frijns fritou um pouco os pneus para evitar um toque com Lucas Di Grassi.

O cronômetro estava zerado quando Da Costa anotou 1m07s993, sendo superado por Vergne que obteve 1m07s594. Os dois pilotos da DS Techeetah foram os únicos a andar na casa de 1m07s, ficando com a liderança da primeira atividade.

Confira o resultado do TL2 – Foto: reprodução Fórmula E

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!