TL3 Inglaterra – Charles Leclerc lidera dobradinha da Ferrari, em sessão movimentada

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

O último treino livre do GP da Inglaterra, realizado hoje (13) em Silverstone foi liderado por Charles Leclerc da Ferrari. O piloto monegasco anotou 1:26:905, seguido por Sebastian Vettel, atrás, 0s026. A equipe italiana superou os pilotos da Mercedes.

Lewis Hamilton foi o terceiro colocado, sem liderar nenhum treino livre. O piloto ainda disputou internamente com Valtteri Bottas, mas nos minutos finais a Ferrari fez um temporal. Pierre Gasly, superou o companheiro de equipe, na quarta colocação, separado por 0s322 de Max Verstappen.

Bottas foi empurrado para sexto, após liderar grande parte do TL3. Lando Norris defendeu a McLaren em sétimo; e mais uma vez do primeiro ao sétimo colocado, a diferença estava em menos de um segundo.

Completando o grid, ainda foi possível ver, Nico Hulkenberg e Daniel Ricciardo, oitavo e nono respectivamente com a Renault e Alexander Albon em décimo pela Toro Rosso.

A meia hora final da sessão foi bem movimentada, os pilotos passaram a utilizar os pneus macios e disputar as voltas rápidas. No entanto no início da sessão, uma garoa fina, tomou conta da pista e atrapalhou as atividades, por não quererem correr riscos desnecessários, as equipes deram preferência por preservar os seus pilotos nos boxes.

O dia deve permanecer assim, tipicamente inglês, portanto, a chuva pode aparecer novamente durante a classificação.

A Fórmula 1, retorna às 10h para a realização da classificação.

lll Saiba como foi o Terceiro Treino Livre

Na pista a temperatura estava na casa dos 23°C, com 16°C no ambiente. Era um dia mais frio em Silverstone, diferente do que foi visto no dia anterior.

https://twitter.com/F1/status/1149982422114717696

Assim que a pista foi liberada, Lando Norris rapidamente deixou os boxes, utilizando os pneus médios. O piloto da McLaren, estava acompanhado por Nico Hulkenberg da Renault e Alexander Albon da Toro Rosso. O alemão estava usando os pneus duros, enquanto o tailandês era visto com os médios. Eles executavam apenas uma volta de instalação, retornando aos boxes logo depois.

George Russell foi o primeiro com volta aferida no circuito, 1:37:974, o piloto da Williams estava com os compostos médios. Permanecendo na pista, não demorou muito para que ele melhorasse a sua marca e passou a ter 1:31:810.

Com 9 minutos de sessão realizada, uma garoa fina começava a cair no circuito.

Mesmo com o tempo correndo, os pilotos se preservavam nos boxes. Charles Leclerc e Kimi Raikkonen, até tiveram os pneus intermediários instalados, mas deram apenas uma volta de aferição.

Restando pouco menos de 40 minutos, finalmente as equipes liberavam os seus pilotos, todos utilizando os compostos intermediários.

Valtteri Bottas anotou 1:35:423, passando a ser o segundo colocado e era seguido por Robert Kubica com 1:42:800. Lewis Hamilton após completar um giro, retornou aos boxes. Os pilotos precisavam ter muito cuidado com os pneus, pois como a previsão do dia era de chuva, ela poderia estar presente durante a classificação e estes compostos provavelmente seriam utilizados, se necessário nesta fase.

Com a conclusão da primeira meia hora, os pilotos abandonaram os pneus intermediários e passaram a utilizar os compostos macios. Apenas três pilotos tinham tempo aferido, mas a movimentação na pista começou a aumentar e Hulkenberg anotou 1:29:711, com Hamilton assumindo a primeira posição com 1:28:988.

Não demorou para Valtteri Bottas, tomasse a ponta do companheiro após anotar 1:27:524. Daniel Ricciardo também bateu o tempo do companheiro de equipe, com 1:29:203.

A dupla da Ferrari, começou a rodar rápido, Leclerc subindo para o primeiro lugar com 1:27:446, com Sebastian Vettel na terceira posição, com 1:27:840. Daniil Kvyat, era o quarto colocado com 1:28:258. Rapidamente os tempos começaram a melhorar e a movimentação na tabela de tempos acontecia.

Apenas Norris, Kvyat, Albon e Sainz utilizavam os pneus médios. Norris era o mais bem colocado entre eles, pois ocupava a quinta posição, enquanto Kvyat era o oitavo, com Albon em décimo primeiro, seguido por Sainz em décimo segundo.

Restando 20 minutos, Bottas melhorou a marca para 1:26:458, se mantendo na liderança. Hamilton estava em segundo com 1:26:746, acompanhado por Leclerc com 1:26:925 e Vettel com 1:26:945.

Entre os ponteiros, Daniel Ricciardo se colocava na quinta posição, superando Pierre Gasly e Max Verstappen momentaneamente.

Realizando os acertos para a classificação, os pilotos investiram nos giros rápidos. A dupla da Red Bull aproveitou para crescer e superaram os pilotos da Ferrari, Verstappen era o terceiro, com Gasly em quarto. Enquanto Leclerc saia com compostos novos para um novo stint rápido.

Charles Leclerc desta forma assumiu a primeira posição com 1:25:905, o monegasco era seguido por Hamilton, separado por 0s226.

Com sete minutos restantes, alguns pilotos apostaram em mais voltas rápidas.

As posições eram: Leclerc, Vettel, Hamilton, Bottas, Verstappen, Gasly, Ricciardo, Hulkenberg, Kvyat e Norris.

Leclerc permaneceu na ponta, enquanto a Red Bull se misturou entre os pilotos da Mercedes, com Hamilton, acompanhado por Verstappen, Gasly e Bottas. Logo atrás Lando Norris era o sétimo colocado. Do primeiro ao sétimo, todos estavam separados por menos de um segundo.

https://twitter.com/F1/status/1149998039995691010

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.