TL3 Alemanha – Chuva forte atrapalha a sessão, mas Sauber coloca os seus dois carros na ponta

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A última sessão de treinos livres deste sábado (21) foi marcada por uma forte chuva em Hockenheim, os carros foram para a pista apenas para realizar algumas voltas de instalação e verificação e mesmo com chances reais de chuva para a classificação, as equipes preferiram poupar os seus pilotos.

Charles Leclerc liderou a dobradinha da Sauber, realizando 8 voltas na pista, sua melhor marca foi 1:34:577, seguido por Ericsson com 1:35:000. Já Sirotkin da Williams ocupou a terceira posição. O resultado, nada convencional, veio por conta da liberação dos pilotos nos dez minutos finais de sessão que estavam atrás de uma referência para a sessão classificatória.

Sebastian Vettel ocupou o quarto lugar com apenas 5 voltas dos pneus de chuva extrema. Outros pilotos como Gasly e Hatley da Toro Rosso fizeram parte da turma que fora mandada para a pista. A marca de Hulkenberg que rendeu a ele um sétimo lugar foi obtida ainda no começo da sessão. Raikkonen e Stroll completaram a tabela de tempos com apenas nove pilotos registrando tempo.

A Mercedes que havia confirmado a não participação de Lewis Hamilton nesta sessão, já que o inglês estava sentindo alguns problemas no estômago, apenas liberou o piloto para a pista com menos de um minuto restante para a finalização do treino. Valterri Bottas também deixou os boxes apenas para voltas de reconhecimento e ambos não tiveram tempo aferido.

A classificação começa às 10h pelo horário de Brasília.

lll Saiba como foi o Terceiro Treino Livre

Confirmando as previsões de sexta-feira (20), o sábado começou molhado em Hockenheim e a chuva poderia tanto se estender até a classificação como estar presente na largada de amanhã (22). Na pista a temperatura era de 23,6°C e 80% de umidade no ambiente.

https://twitter.com/F1/status/1020609838819266562

Marcus Ericsson fora o primeiro a se arriscar na pista que estava bem molhada, o piloto da Sauber utilizava os pneus de chuva extrema (faixa azul) e levantava muito spray pela pista. Outros pilotos como a dupla da Haas e Williams e Charles Leclerc executaram a volta de instalação. Hulkenberg fora mais ousado utilizando os compostos de chuva intermediaria.

Com dez minutos de sessão realizada, apenas os pilotos da Ferrari, Force India e Mercedes não haviam se encaminhado para a pista. Hulkenberg, ao retornar para os boxes, instalou os compostos de chuva extrema, abandonando os intermediários e se tornava o primeiro piloto com volta cronometrada no circuito (1:36:873).

Carlos Sainz, na sua primeira volta, acabava cometendo um erro e rodando na curva 10, perdendo a traseira da sua Renault, mas o piloto conseguia retornar para os boxes da equipe logo após voltar para a pista.

Restando apenas dez minutos para a finalização da sessão, Sirotkin foi o primeiro a deixar os boxes, seguido pela dupla da Sauber. Os pilotos deveriam fazer uma verificação de pista e ajudar a equipe a coletar dados para a classificação. Assim o russo da Williams registrava 1:37:644, ficando na segunda posição, logo atrás de Hulkenberg que havia registrado a sua marca ainda no começo da sessão.

Marcus Ericsson era mais um piloto a ter o tempo aferido (1:37:927) seguido pelo companheiro de equipe com 1:39:655.

Sebastian Vettel que não tinha nem volta de instalação, se encaminhou nos cinco minutos finais para fazer um reconhecimento de pista, assim como Raikkonen e Bottas.

Charles Leclerc que havia continuado na pista, conseguia evoluir a sua marca para 1:36:447, passando a ser o primeiro colocado na tabela de tempos, assim como Ericsson que melhorava para 1:36:535.

Vettel saltava para a primeira posição com 1:35:573, enquanto Gasly da Toro Rosso era mostrado rodando na curva 8 e pouco depois era a vez de Stroll rodar na curva 10.  Vettel também era mais um dos pilotos a rodar na pista.

Hartley também participava da sessão. Bottas e até mesmo Hamilton que não estava confirmado para a sessão, por conta do estômago, fora enviado para fazer apenas voltas de reconhecimento de pista e não tiveram tempos aferidos.

Charles Leclerc terminava na ponta da sessão com 1:35:577, superando a marca que fora obtida por Sirotkin, mas logo após o término, com o cronômetro zerado Ericsson conseguia pular para o segundo lugar.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: