TL2 Mônaco – Lewis Hamilton permanece na liderança, com Mercedes soberana

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Lewis Hamilton se manteve na liderança, anotando 1:11:118 nesta quinta-feira (23), o inglês imprimiu ritmo forte utilizando tanto os compostos médios, quando os macios. O domínio permaneceu com a Mercedes e Valtteri Bottas foi o segundo colocado, separado por apenas 0s081 do companheiro de equipe.

A Ferrari utilizou apenas os pneus macios, mas Sebastian Vettel mesmo na terceira posição, estava separado por 0s763, enquanto Charles Leclerc era visto em décimo. Pierre Gasly representou a Red Bull na quarta posição, pois Max Verstappen passou algum tempo nos boxes, enquanto a equipe trabalhava para identificar um problema no carro do holandês. Verstappen foi o sexto.

Alexander Albon protagonizou algumas voltas na liderança, disputando o topo da tabela de tempos com Vettel, o tailandês ficou com a quinta posição, enquanto Daniil Kvyat foi apenas o décimo quarto.

Kevin Magnussen fechou o sétimo, seguido por Antonio Giovinazzi que também teve uma boa sessão, logo depois vinha Kimi Raikkonen.

O bom desempenho da Renault no primeiro treino livre, foi apenas uma sombra, pois a equipe retornou ao final da tabela, ocupando a décima sexta e décima sétima posição com Nico Hulkenberg e Daniel Ricciado.

A Fórmula 1 retorna no sábado, para a realização do terceiro treino livre às 7h pelo horário de Brasília.

lll Saiba como foi o Segundo Treino Livre

A temperatura na pista havia aumentado para 30°C, mas no ambiente permanecia na casa dos 18°C.

Lando Norris foi o primeiro a deixar os boxes e era seguido por Carlos Sainz que havia ficado durante todo o primeiro treino livre parado nos boxes.

https://twitter.com/F1/status/1131545808921407489

Para esta segunda sessão, muitos pilotos apostavam na utilização dos compostos médios e duros. Lando Norris anotava 1:16:076, mas que rapidamente foi superado pela dupla da Alfa Romeo e Haas. Antonio Giovinazzi assumia a liderança com 1:14:625.

Rapidamente as marcas começaram a cair e Raikkonen fora o primeiro piloto a virar na casa de 1s13 com os pneus médios (faixa amarela).

Enquanto as Mercedes permaneciam nos boxes, Sebastian Vettel liderava a sessão com 1:12:982, mas Alexander Albon brigava com o alemão pelo primeiro lugar, anotando 1:12:834 logo depois. A dupla da Ferrari e o piloto da Toro Rosso utilizavam os compostos C5.

Após 13 minutos de sessão completada, as posições eram: Albon, Leclerc, Vettel, Raikkonen, Giovinazzi, Norris, Hulkenberg, Pérez, Sainz e Grosjean.

Apenas Kevin Magnussen e Daniel Ricciardo faziam a utilização dos compostos duros, e eram vistos em décimo terceiro e décimo sexto, respectivamente.

Após o aquecimento dos pneus, Bottas assumia a liderança com 1:12:708, enquanto Hamilton estava em sexto. Com pouco mais de quinze minutos de sessão completada, Vettel passava a segunda posição, a busca era por melhorar o segundo setor e desta forma o alemão conseguia anotar 1:12:730.

Os líderes tratavam de melhorar o segundo setor, perdendo um pouco de desempenho nas outras partes do circuito. Bottas melhorava para 1:13:315, enquanto Hamilton estava separado por apenas 0s066, ambos utilizavam os pneus médios.

Próximo a conclusão da primeira meia hora, Lewis Hamilton passava a ser o primeiro com 1:11:926. A dupla da Red Bull passava a andar na frente da Ferrari, Verstappen era o terceiro colocado com 1:12:052, seguido por Pierre Gasly com 1:12:439.

Com a conclusão dos 30 minutos, as posições eram: Hamilton, Bottas, Verstappen, Gasly, Vettel, Albon, Leclerc, Norrris, Sainz e Hulkenberg.

Sebastian Vettel após uma breve parada nos boxes, permanecia com os compostos C5 e desta forma passava a ser o primeiro colocado, com 1:11:881. Giovinazzi superava o monegasco para se tornar o quinto com 1:12:239. Os pilotos que estavam se compostos médios e passavam a utilizar os macios (faixa vermelha) e seguiam na busca por voltas rápidas.

https://twitter.com/F1/status/1131554541730709505

Bottas retornava a pista com os macios, o finlandês após a terceira volta do composto, conseguia anotar 1:11:597, enquanto Hamilton permanecia nos boxes. Sebastian Vettel na segunda posição, seguia realizando a simulação de corrida. Albon era o quarto colocado com 1:12:031.

https://twitter.com/F1/status/1131555163989319685

Bottas seguia melhorando a marca e anotava 1:11:275, Hamilton em terceiro estava separado por 0s651, restando 44 minutos para o término.

Os pilotos cometiam alguns erros e precisavam utilizar a área de escape para não prejudicar a sessão com uma batida. Grosjean não havia sido o primeiro, antes dele George Russell já havia extravasado os limites de pista.

https://twitter.com/F1/status/1131556659137056768

https://twitter.com/F1/status/1131553628563677189

Lewis Hamilton anotava 1:11:245, mas logo depois Bottas que havia melhorado no primeiro e terceiro setor, superava o inglês com 1:11:199, após cometer um erro no segundo setor.

Com 38 minutos de sessão concluída, as posições eram: Bottas, Hamilton, Vettel, Gasly, Albon, Verstappen, Magnussen, Giovinazzi, Raikkonen e Leclerc.

Enquanto a pista ficava mais vazia, Hamilton melhorava mais uma vez a sua marca, anotando 1:11:118, com pneus macios de dez voltas.

Aos poucos os pilotos que retornavam para a pista, seguiam realizando as voltas de simulação de corrida.

Max Verstappen retornou para a pista nos últimos minutos, após passar por uma verificação na Red Bull. 

Após o cronômetro zerar, os pilotos ainda aproveitaram para treinar a largada.

https://twitter.com/F1/status/1131570158479302657

Assinar

BPCast

Ou assine com seu app favorito usando o endereço abaixo


Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.