TL2 Japão - Hamilton repete bom desempenho em Suzuka e Bottas completa com o 2º lugar • BP • Boletim do Paddock

TL2 Japão – Hamilton repete bom desempenho em Suzuka e Bottas completa com o 2º lugar

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Lewis Hamilton levou o carro da Mercedes mais uma vez a liderança de uma sessão de treinos livres em Suzuka, repetindo a dose do TL1. O inglês registrou 1:28:217 nesta sexta-feira (05), sobrando com o seu ótimo desempenho. Bottas veio na segunda posição, ficando separado do companheiro de equipe por 0s461.

Sebastian Vettel teve problemas para acompanhar o inglês e mesmo com os compostos mais velozes do final de semana, não conseguiu bater a marca de Hamilton com os pneus macios no início da sessão. Verstappen ficou com o quarto lugar, seguido por Raikkonen e Ricciardo.

Ocon chegou em sétimo no início da sessão e por lá permaneceu até o seu término, evoluindo aos poucos as suas marcas, mas conservando a posição. Grosjean era o oitavo com Ericsson em nono e Hartley fechando os 10 primeiros colocados.

Leclerc mesmo com os compostos supermacios novos, era apenas o décimo quarto colocado, ficando por bastante tempo na parte final da tabela. Gasly ficou grande parte da sessão prezo nos boxes após uma falha mecânica que fora identificada na sua Toro Rosso.

Os carros voltam para a pista à meia noite do dia 6, para a realização do terceiro treino livre.

lll Saiba como foi o Segundo Treino Livre

Ainda estava nublado no circuito de Suzuka, a umidade havia caído para 68%, com a temperatura ambiente na casa dos 24°C, na pista a temperatura chegava aos 31°C.

Alonso era o primeiro a deixar os boxes, aproveitando para treinar a largada na saída do pit-lane. Vandoorne que havia cedido o seu lugar para Lando Norris participar da primeira sessão, retornava ao seu lugar na McLaren e acompanhava o companheiro de equipe para suas primeiras voltas em Suzuka. Ambos utilizavam compostos médios novos.

O espanhol era o primeiro a registrar tempo e tinha 1:32:540, mas instantes depois sua marca era batida por Grosjean da Haas com 1:31:896. A dupla da Ferrari também estava na pista e Vettel passava ao primeiro lugar com 1:29:971, seguido por Raikkonen, que estavam separados por 0s032.

Para esta segunda sessão os pilotos estavam utilizando os compostos macios e médios, todos estavam guardando os seus jogos de supermacios.

Com dez minutos de sessão já realizada às posições eram: Vettel, Raikkonen, Grosjean, Ericsson, Hulkenberg, Magnussen, Sainz, Stroll, Alonso e Sirotkin. As duplas da Red Bull, Toro Rosso e Mercedes seguiam nos boxes.

A dupla da Force India concluía as suas primeiras voltas no circuito japonês, com Pérez passando a ser o terceiro colocado com 1:30:986 e era seguido por Ocon com 1:31:130, o mexicano estava com os compostos macios instalados, enquanto o companheiro utilizava os médios.

Assim que os carros da Red Bull e Mercedes passaram a ocupar a pista, Daniel Ricciardo foi o primeiro a se encaixar na terceira posição com 1:30:251 e era seguido por Verstappen (1:30:330). Valtteri Bottas conseguia ficar entre os carros da Ferrari, passando a ser o segundo com 1:29:803. Lewis Hamilton que concluía a sua volta assumia o primeiro lugar com 1:29:005, colocando 0s393 no tempo do alemão.

Stoffel Vandoorne havia sido enviado para a pista com flow-vis espalhado na lateral direita do seu carro da McLaren.

Se aproximando da conclusão da primeira meia hora de sessão, a maioria dos carros estava nos boxes. Hamilton melhorava a sua marca para 1:28:911. Bottas permanecia em terceiro lugar com 1:29:593.

Com a uma hora restante da sessão, Stroll era o primeiro a retornar para a pista com compostos supermacios para o novo stint de voltas rápidas. Grosjean e Hulkenberg seguiram o canadense. Vandoorne que havia utilizado os compostos médios, avançava para os macios.

O francês da Haas que estava em décimo primeiro, conseguia evoluir para a sétima posição com 1:30:440 e era seguido pelo alemão da Renault com 1:30:644. Magnussen era o nono colocado.

Sebastian Vettel deixava os boxes primeiro que o inglês da Mercedes e conseguia chegar a 1:29:050 a diferença que Hamilton havia encaixado ainda era grande e o alemão permanecia a 0s139. Ricciardo estava ainda longe do ritmo do alemão, mas ocupava a terceira posição com 1:29:513.

Com quarenta minutos de sessão as posições eram: Hamilton, Vettel, Ricciardo, Bottas, Raikkonen, Ocon, Verstappen, Grosjean, Ericsson e Hartley.

Hamilton ainda não utilizara os novos compostos, Bottas e Verstappen estavam na volta de aquecimento dos pneus. O finlandês perdeu a sua primeira volta com os supermacios, após extravasar os limites da pista e passar com as rodas esquerdas no gramado. Verstappen conseguia superar o australiano para se tornar o terceiro colocado 1:29:257.

Alonso também optava pelos macios, realizando uma sessão diferente das demais equipes. Grande parte dos pilotos tinha completado de três a cinco voltas com os compostos novos e retornavam para os boxes. Hamilton aproveitava a pista praticamente livre para realizar uma boa volta e registrar 1:28:217.

Bottas superava Vettel, para concluir mais uma dobradinha da Mercedes, mas ainda ficava longe do inglês sendo separado por 0s461.

Aos poucos os pilotos que retornavam para a pista com os seus compostos já utilizados passavam a realizar a simulação de corrida aproveitando os quase 40 minutos restantes de sessão. Vettel e Raikkonen apresentaram problemas de bolhas nos pneus, motivo pelo qual a Ferrari não era conhecida. 

Foto de capa:  

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.