TL2 Áustria – Charles Leclerc foi o líder, em sessão marcada por batida de Max Verstappen e Valtteri Bottas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A segunda sessão de treinos livres realizada hoje (28), foi liderada por Charles Leclerc com a Ferrari. O monegasco anotou 1:05:086, conseguindo superar Valtteri Bottas, por 0s331.

A sessão mais importante teve duas paralizações; a primeira aconteceu após uma batida de Max Verstappen na curva 10 e pouco depois da volta das atividades, Bottas bateu forte na curva 6. O momento foi crucial, pois as duas batidas aconteceram no instante em que os pilotos estavam se preparando para um stint de voltas rápidas, antes da simulação de corrida. As atividades ficarem apertadas e as equipes tiveram que lidar com a meia hora final.

Valtteri Bottas não retornou, pois o W10, ficou bem danificado, mas o finlandês conseguiu manter a segunda posição com 1:05:417. Com Verstappen fora, Pierre Gasly, pode crescer e desta forma o piloto passou a ser o terceiro colocado, seguido por Lewis Hamilton em quarto. O inglês disputou espaço com Vettel no início, pois ambos começaram as atividades utilizando os compostos duros.

Carlos Sainz teve um bom desempenho com a McLaren e ficou com o quinto lugar, utilizando os pneus macios, em seu segundo stint. Romain da Haas, seguido por Kimi Raikkonen da Alfa Romeo, foram o sexto e sétimo, respectivamente.

Sebastian Vettel perdeu um jogo de pneus macios, por ter rodado e utilizado a brita para retornar a sessão. Desta forma, após passar por uma série de verificações, a Ferrari optou por realizar a simulação de corrida, utilizando os compostos duros e enviando o alemão mais uma vez para o circuito.

Completando o top-10, ainda tivemos Max Verstappen e Lando Norris.

A Fórmula 1, retorna amanhã, às 7h pelo horário de Brasília.

lll Saiba como foi o Segundo Treino Livre

Na pista a temperatura estava na casa dos 52°C, com 30°C no ambiente.

https://twitter.com/F1/status/1144592073796083712

Romain Grosjean e Kevin Magnussen foram liberados rapidamente para seguir para a pista, o primeiro utilizava o pneu médio, com o outro de compostos duros. Os primeiros tempos também foram registrados por eles e o dinamarquês liderava com 1:07:321, seguido pelo companheiro, que estava separado por 0s081.

Alexander Albon complementava a primeira saída e de pneus macios, passou para a ponta, com 1:07:091, enquanto outros pilotos estavam em volta de aquecimento dos compostos.

Com as escapadas de pista recorrente, os carros começavam a ficar danificados, Lance Stroll e Antonio Giovinazzi, perderam pedaços das suas asas dianteiras. Na primeira sessão Nico Hulkenberg acabou quebrando metade do bico.

Passados quinze minutos, Lando Norris era o piloto líder com 1:06:140. Mas após a volta de aquecimento, Charles Leclerc, com 1:05:558 de pneus médios, assumia a ponta. As apostas na pista, estavam entre a utilização dos macios e duros, com exceção de Albon que estava calçado com os macios.

Aos poucos, Hamilton e Bottas foram crescendo na pista. O inglês passou a ser o terceiro com 1:06:007, de compostos duros, enquanto o finlandês era visto em quinto com os pneus macios. O alemão e o inglês disputavam espaço, por estarem com o mesmo tipo de pneus.

Com o vento forte, os pilotos começaram a sentir dificuldade para guiar no circuito. Daniel Ricciardo retornou aos boxes, após a asa traseira do carro se dobrar de uma forma incomum.

Perto da conclusão da primeira meia hora de sessão, a pista começou a ficar vazia, por conta da troca de pneus, para um novo stint de voltas rápidas, antes do início da simulação de corrida. Neste mesmo instante Hamilton saltou para a segunda com 1:05:529, contra 1:05:417 de Bottas.

Passos 30 minutos, as posições eram: Bottas, Hamilton, Leclerc, Vettel, Verstappen, Pérez, Norris, Sainz, Grosjeam e Kvyat.

Rapidamente os pilotos retornaram com os pneus macios. Carlos Sainz em seu primeiro giro cronometrado com eles, anotou 1:05:545, para se tornar o terceiro colocado.

Logo depois Max Verstappen provocou uma bandeira vermelha. O holandês perdeu a traseira da sua Red Bull na curva 10 e foi direto para o muro de contenção, danificando a suspensão traseira e a asa.

https://twitter.com/F1/status/1144601167835607040

Após alguns minutos de paralisação, os pilotos podiam retornar a pista, dando continuidade aos seus testes. Por conta de a sessão ser realizada no mesmo horário de classificação e corrida ele acaba sendo de suma importância para o final de semana.

Instantes depois da pista ser liberada, novamente um regime de bandeira vermelha foi instaurado no circuito. Valtteri Bottas acabou batendo forte na curva seis, após perder o controle do W10 e se tornar passageiro. O finlandês passou reto pela brita e bateu de frente no muro de contenção.

https://twitter.com/F1/status/1144604361181532160

Antes da liberação da pista, uma fila se formou no pit-lane. Pilotos e equipes tiveram apenas 35 minutos para dar continuidade aos testes.

Charles Leclerc assumiu a ponta com 1:05:117, enquanto Sebastian Vettel acabava rodando na curva 10 e por sorte, conseguia evitar uma batida. O alemão retornou com os compostos completamente sujos e espalhou muita brita pela pista, em seu retorno para os boxes.

Leclerc seguia melhorando o seu tempo e passava a ter 1:05:086.

Entrando na última meia hora, as posições eram: Leclerc, Bottas, Gasly, Hamilton, Sainz, Grosjean, Vettel, Verstappen, Norris e Magnussen.

Os últimos minutos foram dedicados a simulação de corrida; exceto Nico Hulkenberg que ainda partiu para voltas rápidas nos 16 minutos finais.

Sebastian Vettel, também foi devolvido para a pista, após uma verificação e passava a utilizar os pneus duros, mas permanecia na oitava posição.

Carlos Sainz também escapou para a brita, mas nada aconteceu com o carro do espanhol.

A sessão encerrou desta forma, com os pilotos rodando mais devagar e dando atenção aos detalhes para domingo.

https://twitter.com/F1/status/1144615650612142080

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.