Teste 2: Neve cai e Vettel lidera segundo dia de testes em Barcelona

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Sebastian Vettel ocupou o primeiro lugar na tabela de tempos do segundo dia de testes da pré-temporada da Fórmula 1, após registrar 1:19:673. Se ontem (26) a Red Bull acabou dominando os treinos, hoje (27) as coisas foram bem diferentes e nem mesmo no número de voltas, a equipe austríaca conseguiu ficar na frente da Ferrari ou Mercedes, Verstappen ocupou o quarto lugar no final do dia, ficando atrás ainda de Bottas da Mercedes e Vandoorne da McLaren.

lll Saiba como foi o segundo dia de testes

Mais uma manhã marcada pelo frio em Barcelona, contando com a temperatura do asfalto com pouco mais de 7°C.

 

O primeiro piloto a deixar os boxes, foi Kevin Magnussen da Haas. Aos poucos a pista começou a receber os outros pilotos para as suas primeiras voltas de instalação, utilizando os pneus intermediários, já que o asfalto estava um pouco úmido devido ao clima frio. Equipes como Toro Rosso, McLaren, Force India e Mercedes faziam uso de dispositivos para a aferição da aerodinâmica.

 

O primeiro a registrar tempo foi Carlos Sainz com a sua Renault (1:34:177), o espanhol seguiu melhorando a sua marca, Bottas era o segundo colocado com 1:50:760, mas a medida de que os testes avançavam e os pilotos abandonavam os equipamentos de medição Bottas passou a ocupar o topo da tabela com 1:20:806, seguido por Vandoorne com 1:23:443.

Com a temperatura baixa, pilotos e equipes não conseguiram realizar todos os testes que gostariam e a pista ficou vazia por muito tempo Para não prejudicar ninguém, ficou decidido que não haveria pausa para o almoço e a pista seguiria liberada à disposição das equipes. A temperatura começou a se elevar, mas nada que fugisse muito do clima frio do dia.

 

A McLaren de Vandoorne foi a responsável por quebrar o silêncio na pista depois de um período sem atividades, desta forma, utilizando os pneus hipermacios, o belga acabou saltando para o topo da tabela ao registar 1:20:325.

A pista também começou a fica movimentada, pois Charles Leclerc da Sauber, Gasly da Toro Rosso e Sebastian Vettel da Ferrari deixaram os boxes das suas respectivas equipes. Verstappen foi o piloto que mais demorou para conseguir concluir uma volta rápida, pois o seu carro acabou sofrendo com um pequeno vazamento de combustível.

Vandoorne não conseguiu se estabelecer na dianteira da tabela por muito tempo, pois Bottas acabou evoluindo ao realizar um stint com os pneus macios e cravar 1:20:270. Pouco depois uma bandeira vermelha era acionada na pista e o treino paralisado após Charles Leclerc perder o controle da sua Sauber e parar na brita na curva 4.

Sebastian Vettel passou a ocupar o terceiro lugar ao marcar 1:22:217. Aproveitando a pista liberada o alemão seguiu realizando as suas voltas rápidas, trocou os pneus para compostos médios e dessa forma conseguiu assumir a ponta da tabela ao aferir 1:20:168.

 

No entanto foi o próprio alemão que acabou causando a segunda bandeira vermelha ao escapar na curva dois, extravasando o traçado do circuito de Barcelona. O erro não trouxe maiores consequências para os testes e Vettel apenas retornou para os boxes, mas pouco tempo depois já era visto dando voltas na pista.

Verstappen também retornava à atividade depois de perder muito tempo parado nos boxes de manhã e saltou de oitavo colocado para quarto com 1:21:072.

Vettel acabou realizando uma breve pausa para calçar os pneus macios e ao retornar para a pista, conseguindo assim melhorar o seu tempo para 1:20:115.

Restando apenas três horas para o final da sessão, Sergey Sirotkin cedeu o seu lugar para Robert Kubica dar continuidade aos testes para a Williams. O polonês começava a evoluir na pista, conseguindo superar Kevin Magnussen e Charles Leclerc até chegar ao sétimo lugar após registrar 1:21:495, ficando à frente de Sergey.

https://twitter.com/F1/status/968493798438424576

 

Vettel retornou para a pista para realizar um novo stint com os pneus macios e melhorar a sua marca para 1:19:673.

 

Vandoorne acabou não aparecendo mais na pista, pois enfrentou problemas com o escapamento do seu carro.

Aproximando da última hora da sessão, começou a cair neve no autódromo de Barcelona e a pista que já estava começando a esvaziar, contou apenas com Carlos Sainz da Renault dando mais algumas voltas. No entanto nem o espanhol resistiu por muito tempo. A neve foi motivo de brincadeira para a Force India que até colocou algumas correntes nos pneus no carro de Ocon.

 

Alguns pilotos ainda se aventuraram na pista, para adquirir um pouco mais de quilometragem, mas ninguém quebrou a marca de 105 voltas de Daniel Ricciardo do primeiro dia de atividades.

 

 

lll Fotos

 

 

https://twitter.com/ToroRosso/status/968565976710119424

 

 

 

https://twitter.com/WilliamsRacing/status/968467948179423233

 

 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.