Teste 2 Hungria – Russell coloca Mercedes na frente neste último dia de testes

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

O segundo dia de testes na Hungria realizados hoje (1º) foi bem movimentado, contando com Kimi Raikkonen liderando a sessão na parte da manhã e com George Russell finalizando com a Mercedes na ponta ao fim dos treinos.

Russel foi escalando o grid na parte da manhã até obter 1:19:156, contra 1:16:171 estabelecido por Kimi Raikkonen, mas no fechamento dos tempos da manhã o inglês acabou sendo superado por Kubica, Norris e Gelael.

A manhã ainda contou com uma bandeira vermelha instaurada por conta de um problema envolvendo a Force India de Nikita Mazepin na curva 11, a equipe informou pelas redes sociais que estaria fazendo a verificação do problema para tentar voltar o carro a pista. Quando a pista foi liberada os pilotos conseguiram retornar para a realização de mais giros.

Robert Kubica, para se tornar o segundo colocado com o tempo de 1:18:451, utilizou os ultramacios, mas já havia testado com os compostos macios o que lhe rendeu um sétimo lugar.

As equipes Force India, Red Bull, McLaren e Mercedes, ainda investiram nos testes dos protótipos de asas. Mazepin, Brendon Hartley e Pierre Gasly da Toro Rosso realizavam testes para a Pirelli.

À tarde, Russel utilizou os compostos hipermacios (faixa rosa) o que levaram o inglês a chegar na marca de 1:15:575 e completar 116 giros, mas Raikkonen foi o segundo colocado e um dos pilotos com mais voltas na pista, completando 131. O finlandês também utilizou os hipermacios e por isso anotou 1:15:649. Na terceira posição, Jake Dennis assumia o lugar de Daniel Ricciardo que havia treinado no dia anterior. Dennis já havia realizado a sua estreia nos testes de Barcelona. O piloto representante a Red Bull chegava às 131 voltas obtidas pelo finlandês da Ferrari, mas a sua marca ficaria bem longe ao anotar 1:17:012.

Uma nova bandeira vermelha fora instaurada, novamente por conta da Force India de Mazepin que estava soltando fumaça na pista na curva 13 e precisava mais uma vez ser recolhida aos boxes.

Antonio Giovinazzi depois de imprimir um bom ritmo na terça-feira com a Ferrari, voltou às pistas com a Sauber; equipe em que também atua como piloto reserva. O italiano completou 120 voltas, utilizou os compostos hipermacios e seu melhor tempo foi 1:17:558, ocupando o quarto lugar, conseguindo ser 0.6s mas rápido que Marcus Ericsson que atuou no dia anterior.

A Williams chamou a atenção na sessão por espalhar diferentes cores de flow-vis em seu carro, na intenção de identificar onde estão os problemas com o chassi e componentes. Robert Kubica foi o sexto colocado neste último dia de testes.

https://twitter.com/F1/status/1024710853633835008

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.