Teste 1 Bahrein – Max Verstappen lidera, com Schumacher logo atrás

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A chuva atrapalhou o início das atividades das equipes na pista, neste primeiro de dois dias de testes no Bahrein. A sessão da manhã foi interrompida por duas vezes, até que a chuva desse trégua. Max Verstappen liderou está terça-feira (2), ao anotar 1:29:379.

Apesar de bastante tempo perdido, os pilotos conseguiram acumular uma boa quilometragem, Verstappen na condição de líder completou 62 giros, enquanto Hamilton em sexto tinha 77.

Restando apenas cinco minutos para o encerramento das atividades, Mick Schumacher apareceu no primeiro lugar da tabela. O piloto da F2, está realizando testes pela Ferrari e foi um dia de muita emoção nos boxes. Com apenas 20 anos, o momento da estreia não era apenas por conta do carro moderno que estava guiando, mas sim por ser a equipe que o pai conquistou cinco títulos. O alemão terminou em segundo, após ser superado pelo holandês anotando 1:29:979.

Para o esquema dos pneus, as equipes com a liberdade de escolher os compostos com os quais desejavam treinar, deram prioridade para os de pista seca (slick), justamente por conta do clima do Bahrein, desta forma os intermediários e de chuva extrema ficaram fora das suas seleções. A falta deles contribuiu para o atraso na sessão matinal.

Voltando as posições, Lando Norris pela McLaren ficou com o terceiro lugar. O jovem perdeu grande parte da sessão da tarde e ainda dividiu o carro com o seu companheiro de equipe, Carlos Sainz. Norris anotou 1:30:800 com os pneus C3, completando apenas 22 voltas. O espanhol finalizou com 32 giros e a nona posição do dia. Fernando Alonso com um segundo carro da McLaren realizando testes pela Pirelli, com os pneus de desenvolvimento para a temporada de 2020, finalizou em décimo primeiro.

Romain Grosjean dividiu o carro da Haas com Pietro Fittipaldi, anotando 1:30:982, para ficar com o quarto lugar. O francês completou 42 giros, enquanto o brasileiro foi o décimo segundo colocado com 20 voltas.

Alexander Albon e Lewis Hamilton foram os pilotos a completarem mais de 70 voltas e ocuparam o quinto e o sexto lugar, respectivamente. Fechando o o grid dos dez primeiros, ainda tivemos Daniel Ricciardo pela Renault, seguido por Lance Stroll da Racing Point. Carlos Sainz em nono, com Antonio Giovinazzi pela Alfa Romeo em décimo.

 

Rubens Gomes Passos Netto

“Netto”, popularmente conhecido entre os imigrantes Guaxupeanos que tocam a zueira no pequeno município de São Paulo, gosta de comprar livros e outras bugigangas que orbitam o universo da Fórmula 1, já semeava a discórdia ao aceitar o rótulo de “nerd”, quando em terras tropicais, tal rotulo era algo, um tanto quanto pejorativo aos descendentes de primatas residentes nas regiões montanhosas produtoras de café, o que julgava ser maravilhoso, ainda mais sendo um apaixonado pela Fórmula 1, fã da McLaren por paixão e pela Ferrari por criação, já que nasceu em uma família descente de italianos produtores de café e não fabricantes de macarrão, na sua pacata opinião a melhor temporada foi a 2008, já que por um infortúnio reprodutivo de seus pais não conseguiu assistir a temporada de 1986, admira e muito o Emerson Fittipaldi, tem como o carro dos sonhos o McLaren MP4/4 e sonha em um dia ou noite pilotar em Spa e provar que as teorias que não levam a humanidade a lugar algum dos quais ele defende são mais úteis que um relógio digital, salvo se for para comer um pastel de camarão acompanhado de um chopp escuro.