Sette Câmara fecha ePrix de Londres conquistando os primeiros pontos da Dragon na temporada

Em Londres, Sette Câmara conquistou os primeiros pontos da Dragon Penske da temporada

O ePrix de Londres foi uma montanha de emoções para Sérgio Sette Câmara, o piloto brasileiro conquistou os seus primeiros pontos da temporada 2022 e a Dragon não terminará a temporada sem pontos. A Fórmula E disputou a 13ª e a 14ª etapas, naquele formato compacto e já conhecido da categoria elétrica.

Desde o início da temporada, a dupla da Dragon estava tentando pontuar. O desafio se tornou grandioso, pois nos últimos anos a equipe tem regredido com um equipamento bem defasado. Sette Câmara tentou ao máximo extrair o que era possível do seu carro, o piloto realizou algumas boas classificações, mas ao longo da prova perdia posições pela dificuldade de gerenciar as baterias.

Outro bom exemplo da atuação do brasileiro foi em Londres, desde os treinos livres o piloto estava mostrando ritmo e liderou o TL1. O bom acerto se comprovou no sábado, onde Câmara conquistou o quarto lugar para a largada.

Sérgio Sette Câmara faturou pontos durante a 14ª etapa, escalando o grid e aproveitando o Modo Ataque nas batalhas – Foto: reprodução Fórmula E

Durante quase toda a prova Câmara tentou preservar o quarto lugar, principalmente durante a ativação do Modo Ataque, mas ao final da prova, durante as últimas voltas, o seu carro sofreu um problema no sistema de leitura da bateira, o piloto terminou a prova sem bateria, caindo para a 19ª posição.

No domingo Câmara não classificou tão bem quanto era esperado por conta de um problema relacionado a aderência do carro, mas foi escalando o pelotão e conseguiu cruzar a linha de chagada na 9ª posição.

“Posso dizer que saímos de Londres bem felizes. Tive um carro rápido e veloz durante todo o fim de semana e, mesmo nos momentos em que nos deparamos com algum tipo de problema, conseguimos resolver de forma rápida e definitiva. Pela segunda vez consecutiva consegui largar na segunda fila e, pela primeira vez no ano, chegamos à zona de pontuação. Agradeço à minha equipe por todo o empenho e trabalho e vamos confiantes para o encerramento do Campeonato na Coréia do Sul”, concluiu o brasileiro de 24 anos.

Antonio Giovinazzi, companheiro de Sergio Sette Câmara também mostrou que o carro da Dragon estava operando melhor no ExCel Arena, no domingo o piloto italiano conquistou o terceiro lugar para a largada. Brigou para defender a posição, mas em um lance com Antonio Felix da Costa foi punido, pois os comissários consideraram o italiano culpado.

Conforme a corrida seguiu e com a utilização do Modo Ataque, Giovinazzi passou a perder posições. O maior problema foi uma penalidade de drive-though aplicada por um pico de energia que o carro sofreu. Giovinazzi seguiu para os boxes para abandonar mais uma corrida.

Giovinazzi enfrentou dificuldade para se adaptar ao carro de Fórmula E, o piloto também está desde o início da temporada com o carro danificado, algo que não compensava para a equipe realizar a troca. Em Londres Giovinazzi surpreendeu pelo ritmo e tinha tudo para conquistar um bom resultado, se não fossem as adversidades que surgiram ao longo da prova.

Giovinazzi fez uma ótima classificação, mas não conseguiu reverter a conquista em seus primeiros pontos na categoria – Foto: reprodução

“Definitivamente, esta foi uma grande chance de pontos. Acho que o carro estava bom e eu estava em quinto, sexto, então sim, tenho certeza de que se não tivéssemos problemas, poderíamos ter dois carros nos pontos. Infelizmente não aconteceu. Estávamos em nossa melhor corrida até agora, lutamos pelo quarto e quinto. Estávamos indo bem, acho que com o ritmo que estávamos mostrando poderíamos ter terminado lá, talvez em sexto”, disse Giovinazzi para o The Race.

O italiano acredita que não permanecerá na Fórmula E. A Dragon vai se juntar com a DS na próxima temporada e o time talvez conte com Stoffel Vandoorne. Sette Câmara que marcou os seus primeiros pontos nesta temporada, já estabeleceu um acordo com um time do grid, mas que ainda não foi revelado.

Agora os pilotos vão seguir para a Coréia do Sul, onde a última etapa da temporada será disputada. Como é um circuito novo para os pilotos, a Dragon pode tentar encontrar um caminho para conquistar mais pontos e talvez Giovinazzi capitalizar pontos em sua passagem pela Fórmula E.

Sair da versão mobile