Ser pentacampeão

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

| Por: Cristiano Seixas

lll Pentacampeão

2018 foi um ano histórico para os fãs do esporte a motor, afinal tivemos a chance de assistir ao vivo e a cores a história sendo escrita. 3 das principais categorias do esporte coroaram pentacampeões: F1, MotoGP e IndyCar. Aqui um breve resumo da conquista de cada um:

lll Scott Dixon (IndyCar)

Scott Dixon (IndyCar)

O neozelandês da Ganassi conquistou o penta na Indy à sua maneira, guiando de forma consistente e com poucos erros. A primeira vitória ocorreu apenas na 7° etapa em Detroit, venceu ainda no Texas e em Toronto. Mas sua constância chegando quase sempre no top 5 lhe garantiram pontos preciosos e uma boa vantagem na decisão em Sonoma. O momento “sorte de campeão” aconteceu na penúltima etapa em Portland quando escapou ileso de um incrível acidente na largada completando a etapa a frente de seu rival na disputa pelo título Alexander Rossi da Andretti Autosport. Dixon pode até não ter uma tocada brilhante, mas seus números falam por si, em 18 temporadas na Indy tem 5 títulos (2003 / 2008 / 2013 / 2015 / 2018) e 44 vitorias. Um dos grandes nomes da história da Indy com certeza.

lll Marc Marquez (MotoGP)

Marc Marquez (MotoGP)

A temporada 2018 não havia começado bem para Marc Marquez que se envolveu em uma bela confusão na segunda etapa na Argentina onde parou a moto no lugar errado para a largada, empurrou a moto (o que não poderia ter feito) e em uma de suas piores performances na categoria bateu com vários pilotos na pista inclusive derrubando Valentino Rossi da Yamaha. O espanhol sofreu várias críticas, mas sua reação foi imediata, na etapa seguinte em Austin venceu sem deixar dúvidas que disputaria o título com todas as suas forças. Venceu ainda em Jerez, Le Mans, Assen, Sachsenrig, Aragon, Buriram, Motegi (onde fechou o campeonato) e Sepang. 9 vitorias para não deixar dúvidas sobre quem domina a MotoGP no momento. Desde 2013 quando chegou a MotoGP Marquez só não foi campeão em 2015, a formiga atômica tem 44 vitorias na classe principal e em 2019 terá o desafio de dividir a equipe Honda com Jorge Lorenzo, uma bela disputa para os fãs do esporte a motor.

lll Lewis Hamilton (F1)

Lewis Hamilton (F1)

2018 foi a melhor temporada de Lewis Hamilton na F1. O inglês da Mercedes disputou o pentacampeonato contra Sebastian Vettel da Ferrari, ampliou seu recorde de poles e de quebra chegou a maior pontuação desde que o atual sistema de pontos foi adotado em 2010, Lewis marcou 408 nas 21 etapas do ano. Foram 11 vitorias e 11 poles em 2018. Apesar da conquista antecipada no México engana-se quem acha que o feito foi fácil. A primeira vitória (Baku) foi circunstancial e até o meio do campeonato a diferença entre Vettel e Hamilton não passava de 17 pontos independente de quem liderasse o campeonato. Mas com a épica vitória na Alemanha o piloto da Mercedes teve uma arrancada avassaladora até conquistar o título. A partir dali foram mais 7 vitorias e os números de Hamilton já começam a se aproximar dos de Michael Schumacher. Conseguirá Lewis superar Michael? Só o tempo dirá, mas independente disso ele já está na história da F1.

Esse post foi ideia de nosso amigo Bruno Shinosaki do Fim do Grid, que apostava no penta da Alemanha, mas esse terá que esperar até pelo menos 2022.

Mas o penta do Jonatham Rea na Superbike deve ocorrer em 2019.

*Nota do Bruno Shinosaki: Quem decepcionou mesmo foi a Alemanha que perdeu de 2 x 0 para a Coréia do Sul, até o Japão, um jogador chamado Honda foi mais longe que a Alemanha.

Cristiano Seixas

Fã hardcore de Fórmula 1, apreciador da história, números e estatísticas da categoria, mais conhecido como Mestre Cristiano Seixas, Wikipédia erra o Cristiano não.