Segundo Treino Livre para o GP do Bahrein de Fórmula 1 de 2017

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

No segundo treino livre do Bahrein Kimi Raikkonen é mandando para a pista em uma volta de verificação com pneus duros e a equipe logo em seguida recolhe o piloto para os boxes para substituir os pneus. Sebastian Vettel também é mandando para a pista e melhora o tempo obtido no primeiro treino para 1:32:615. E começa uma disputa pelo melhor tempo, Valtteri Bottas, assume a ponta com 1:32:614, um milésimo apenas a frente do carro da Ferrari, mas logo em seguida Kimi Raikkonen vira 1:32:277 e fica com a ponta de pneus macios (faixa amarela). A ponta durante esse treino ainda se manteve nas mãos da Ferrari, porém nas mãos de Sebastian Vettel com 1:31:310 de pneus super macios.

Não foi um treino necessariamente tranquilo para a Ferrari. Sebastian Vettel reclamava pelo rádio para a equipe diminuir a luminosidade do painel do seu carro, e logo depois o carro acaba apagando sem explicação nenhuma. Eles acreditam que foi apenas uma pane elétrica, e Vettel continuava tentado levar o carro para o mais próximo dos boxes, a equipe acaba recolhendo o piloto e os acertos são feitos rapidamente, e ele pode voltar para a pista. Várias verificações são feitas para saber se o carro estava em ordem e eles começam a fazer uma simulação de corrida com pneus macios que já tinham algumas voltas.

Algumas disputas aconteceram na pista, lembrando muito o que pode vir ser a realidade durante a corrida, com Valtteri Bottas e Sebastian Vettel medido forças, mas a Ferrari acaba avisando para o seu piloto que os discos de freio estavam se aquecendo com aquela tentativa de ultrapassar Bottas. Um dos grandes problemas para essa pista, vai ser encontrar o equilíbrio dos carros, já que a corrida começa com uma temperatura elevada da pista, e conforme o andamento vai esfriando. Os freios acabam aquecendo com a grande aceleração que as retas oferecem e abrupta frenagem com as curvas logo depois delas.

Dessa vez a Williams não foi tão bem, mesmo os seus pilotos dando várias voltas na pista e Lance Stroll apesar atingir a maior velocidade em pista, ficou apenas com o décimo sexto lugar 1:33:361 e Felipe Massa com 1:32:079. Os carros da Force India também não apareceram entre os dez primeiros, a equipe optou por fazer durante essa sessão uma simulação de corrida, ficando apenas com o décimo segundo tempo com Esteban Ocon 1:32:875 e décimo quinto com Sergio Pérez 1:33:319, bem como a Red Bull Racing também optou pela simulação. Daniel Ricciardo fez o terceiro melhor tempo, ainda na primeira metade da sessão 1:31:376, Max Vestappen ficou com oitavo melhor tempo 1:32:245.

A equipe conseguiu colocar o carro de Stoffel Vandoorne na pista, mas o piloto acabou dando apenas 8 voltas na pista e não conseguiu marcar um tempo relevante, na verdade apareceu como último na tabela e 1:34:230. Já Fernando Alonso ficou apenas com o décimo quarto melhor tempo 1:32:892.

Calor Sainz que estava indo muito bem no começo do primeiro treino, acabou abandonando esta sessão, após sair uma fumaça do cockpit do carro, os reparos foram iniciados, mas não foi possível voltar para a pista. Daniel Kvyat ficou na décima posição com 1:32:707 e deu 35 voltas na pista com a sua Toro Rosso.

O próximo treino livre vai acontecer na manhã desse sábado as 9 horas (horário de Brasília).

Fonte: @F1
Fonte: @F1
Fonte: @F1
Fonte: @F1naGlobo

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: