Resultado da pesquisa sobre a Fórmula E • Boletim do Paddock

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Na última semana, o Boletim do Paddock disponibilizou uma pesquisa sobre a possibilidade de produzir conteúdos sobre a Fórmula E dentro do site. Com 200 participantes, a meta de respostas foi atingida e nós mostramos o resultado para vocês agora:

A primeira parte do questionário teve como objetivo conhecer um pouco do público que acompanha a Fórmula E.

Parte 1 | Pergunta 1

Como vemos aqui, a F-E é 7/10 para boa parte dos respondentes e 10/10 para um segundo grupo. Isso já nos deixa bastante otimistas para o restante da pesquisa.

Parte 1 | Pergunta 2

Ok, 40% do pessoal vê menos da metade das corridas, mas vê né? Quem sabe esse número aumenta nessa temporada? Tem muita novidade vindo, certeza que a categoria vai atrair mais olhares.

Parte 1 | Pergunta 3

Esse resultado me deixou muito feliz, que bom saber que o público do automobilismo curte o esporte pelo esporte, independente de como ele seja feito, mas é legal ver também que as pessoas entendem o conceito que a Fórmula E transmite.

Parte 1 | Pergunta 4

Mais um resultado pra alegrar os cabeças de gasolina [agora temos de criar um nome pros amantes de carros elétricos também: “cabeças elétricas”, “cabeças de bateria”? Não consigo pensar em nada muito bom agora, alguém quer fazer alguma sugestão?]. A presença/ausência de pilotos brasileiros não influencia o interesse pela F-E, isso é importante porque a audiência não “morre” se não tiver um BR lá. Ótima constatação pra uma categoria que vai para sua 5ª temporada apenas.

Na segunda parte da pesquisa, o objetivo foi saber que tipo de conteúdo interessa ao público.

Parte 2 | Pergunta 1

A F-E possui apenas 10 etapas e o resultado das corridas é importante para o público. Divulgar os resultados dos ePrix pode ajudar a aumentar os espectadores das etapas seguintes, quem sabe…

Parte 2 | Pergunta 2

Acho que esse tipo de informação é o básico para quem curte esporte a motor, entender como os carros funcionam e as modificações que surgirem no decorrer da temporada. Para 2018-19, o novíssimo Gen2 certamente vai ter muito espaço no BP.

Parte 2 | Pergunta 3

Ok, básico também. Notícias de dia-a-dia e novos fatos também interessam ao nosso público.

Parte 2 | Pergunta 4

Público bem dividido aqui, né? Nem todo mundo deve ter uma equipe preferida, por isso saber mais ou menos sobre ela não é tão relevante assim.

Parte 2 | Pergunta 5

“Notícias sobre pilotos preferidos” teve um equilíbrio um pouco menor que “notícias sobre equipes preferidas”, mas ainda assim é uma tendência.

Indo agora para a parte 3, vejamos a frequência de consumo de conteúdos da F-E

Parte 3 | Pergunta 1


Para nós que produzimos conteúdo essa informação é fundamental, pois ela nos baliza sobre o volume de informação desejado pelo nosso público. Não adianta produzir muito se as pessoas não têm interesse em consumir, não é mesmo?

Parte 3 | Pergunta 2

Aqui vemos a tendência se confirmando, focar em equipes específicas não é relevante para o público.

Parte 3 | Pergunta 3

E aqui também. Para vocês verem a importância dessa informação: por ser um conteúdo novo para o site, poderíamos focar nos pilotos brasileiros, mas sabendo que isso não é algo relevante para o público, fugiremos dessa armadilha.

Parte 3 | Pergunta 4

Outra informação muito relevante para produtores de conteúdo: mais da metade dos respondentes não compartilha conteúdos relacionados à F-E. Será que o conteúdo encontrado por eles não é bom o suficiente ou será que não compartilhar é só um hábito? Responder a essa questão é o próximo passo.

Parte 3 | Pergunta 5

Mais da metade do público prefere obter as informações direto da fonte – o que é perfeitamente compreensível. Agora, um fato que me chamou atenção é que mais gente prefere ver as notícias em portais menores do que nos grandes sites. Para nós do BP é um fato muito importante, pois nós estamos na categoria de portais alternativos, o que significa que vamos aproveitar essa brecha.

Parte 3 | Pergunta 6

Saber o canal por onde o público mais se informa é fundamental para utilizarmos o meio mais eficaz para nos comunicar com ele. E aqui houve praticamente um empate em Facebook e Twitter, alguma surpresa?

Agora vem a última parte, que é sobre o Boletim do Paddock propriamente dito.

Parte 4 | Pergunta 1

Bom, 80% das pessoas que responderam conhecem o BP, o trabalho agora é para aumentar a frequência de acessos.

Parte 4 | Pergunta 2

Produzir conteúdo sobre a F-E representa uma vantagem para o site porque é um motivo a mais para as pessoas acessarem, mesmo que a diferença pareça pequena, uma vez dentro do site, é bem provável que o público busque outras notícias dentro dele mesmo.

Parte 4 | Pergunta 3

Um dos projetos futuros do BP é possuir um canal no Youtube. Por enquanto é para o futuro mesmo, já que produzir vídeos para alimentar um canal é algo que demanda recursos que ainda não possuímos. Porém, desde já ficamos com a informação de que nosso público tem interesse sim em nos ver em forma de vídeo para a internet.

E é isso. Todas essas informações que vocês nos deram serão muito bem aproveitadas nesse novo projeto que está começando dentro do BP, esperamos continuar contando com a audiência de todos e já nos próximos dias vocês verão os primeiros textos sobre a Fórmula E aqui no site.

Cinthia Maria

Cinthia Venâncio comenta zoeiramente a Fórmula 1 desde os sete anos de idade e nas horas vagas é profissional de marketing, fotógrafa, doceira, redatora e revisora. Como todo bom cearense, nunca diz não a um baião de dois com queijo coalho e carne de sol. Aprecia rock do bom, não tem vergonha de dizer que não é fã do Tarantino e sempre é a motorista da rodada. Geralmente esquece o que não deveria