Preview GP da China de F1 – O milésimo GP perante um império milenar!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×
Fonte: F1

Sejam Bem-Vindos a corrida 1000 da Fórmula 1

A ideia de que um Grande Prêmio da China fosse realizado surgiu ainda nos anos 90, na época o governo planejava que a localização do autódromo fosse na cidade de Zhuhai, localizada na província de Guangdong, próximo ao Sul da China.

O circuito em Zhuhai foi planejado e construído e depois provisoriamente adicionado ao campeonato de Fórmula 1 em 1999, no entanto nenhuma competição da categoria pode ser realizada nele, pois não se enquadrava dentro dos padrões e normas estipulados pela FIA.

O governo chinês não viu isso como uma derrota e acabou tento auxílio dos organizadores do Grande Prêmio de Macau para construir a pista de Xangai que entrou para o calendário da Fórmula 1 ainda em 2004, contando com uma vitória de Rubens Barrichello da Ferrari e no ano seguinte ao da sua estreia foi palco da vitória de Fernando Alonso que rendeu a conquista do título de construtores para a equipe Renault. Xangai já esteve dentro dos circuitos mais caros, perdendo seu posto quando Abu Dhabi, passou a abrigar a Fórmula 1 em 2009.

Esta é a décima quinta corrida no circuito chinês e apesar de não ser o autódromo mais lotado do calendário, foi a escolhida para receber a corrida 1000 da Fórmula 1. Com os calendários apertados e com as taxas que os circuitos pagam para receber as provas ao londo do ano, ficou determinado que Xangai estaria sediando essa prova de numeração emblemática. 

lll Pneus

Desta vez a Pirelli vai levar para a China os compostos C2, C3 e C4, com o primeiro sendo o mais duro da gama selecionada pela fabricante. As cores se mantêm médio (faixa branca), macio (faixa amarela) e supermacio (faixa vemelha).

Durante a temporada passada com gama Rainbow fornecida pela Pirelli, era possível ver que em algumas etapas, uma goma era ”pulada’’, ao tirarem os supermacios da China e introduzirem o ultramacio, abriam a possibilidade de mais estratégias para o final de semana. Em 2019, o C3 corresponde ao médio da temporada passada, assim como C4 é ultramacio. O clima na China também é instável e a temperatura pode acabar variando durante o final de semana, então é interessante observar a quantidade que cada equipe fez dos jogos de compostos que vão utilizar.

Fonte: Pirelli

O circuito de Xangai é misto, contendo várias curvas e retas, mas que o deixam equilibrado e por conta de sua boa variação quando falamos em nível de competição, os trechos entre as curvas 1 e 13 são os mais complicados e mais exigentes para os pneus. A pista é bastante abrasiva, por conta das retas longas que esfriam os compostos e as curvas de exigência frontal que aceleram o processo do aparecimento das bolhas. Como o circuito não é muito utilizado durante o ano, ele praticamente não tem goma o que o torna muito escorregadio e por isso é tão comum ver pilotos rodando na pista.

A Fórmula 1 sediará um Festival de F1 antes do Grande Prêmio da China, nas ruas de Xangai.

lll GP da China 2018

O Grande Prêmio da China tinha cara de vitória da Ferrari, o circuito chinês é bem conhecido pela importância de se largar na pole, já que ela é quase uma garantia para se manter com a primeira posição. Mas foi na rodada de pit-stops que o grid ficou embolado.

Valtteri Bottas assumiu a liderança na volta 21, em uma troca perfeita realizada pela Mercedes, pois a rival estava demorando para escolher qual dos seus pilotos deveriam realizar a para primeiro. A Ferrari ainda optou por deixar Raikkonen até a volta 28 na pista, com isso o finlandês caiu para a sexta colocação.

As coisas voltaram a pegar fogo, quando Pierre Gasly e Brendon Hartley se estranharam. O francês mergulhou para uma ultrapassagem e os companheiros de equipe bateram, com isso o Safety Car entrou na pista.

Com isso a Red Bull aproveitou para chamar os seus pilotos, retornando com os compostos macios, para bater de frente com aqueles que haviam optado pelos médios para seguirem até o final da prova.

Max Verstappen que retornava em quarto, passou a atacar Hamilton na relargada e Ricciardo passava a ser o sexto colocado. Em uma disputa mais forte do holandês para cima do inglês, errou e extravasou os limites de pista. O australiano não fez cerimônia e ultrapassou o companheiro de equipe e foi buscar Hamilton e conseguiu a ultrapassagem na volta 40. Depois encontrou com Vettel na 42 e Bottas na 45, assumindo a liderança e voando.

Por outro lado, Verstappen queria mostrar que era arrojado, conseguia ultrapassar Hamilton e seu próximo obstáculo foi Sebastian Vettel, mas acabou provocando uma batida entre os dois, fazendo com que o piloto da Ferrari rodasse na pista e fosse parar na sétima posição. Verstappen conseguia retornar para a briga e ao receber uma punição de 10 segundos ainda tentou ameniza-la, terminando a prova na quarta posição, mesmo depois da punição ser aplicada, mas não foi possível.

Vettel ficou com o carro danificado (assoalho) e a performance prejudicada, tanto que nas voltas finais ainda foi ultrapassado por Fernando Alonso e pressionado por Carlos Sainz. O alemão terminou a prova em oitavo, ainda se mantendo como líder do campeonato com 54 pontos, contra 45 de Lewis Hamilton.

A Mercedes dava o ar de estrar extremamente perdida, com Hamilton reclamando ora do calor, ora do frio, mas se for parar para analisar, um segundo e um quarto lugar, não foram ruins para Bottas e Hamilton respectivamente.

https://twitter.com/GarotadaF1/status/1115588973093695489

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.