ColunistaFórmula 1Post

Pierre Gasly lidera TL1 no Bahrein, mas é acompanhado de perto por dupla da Ferrari

Os últimos 20 minutos foram marcados pelo registro de voltas rápidas, Gasly aproveitou o momento para colocar a AlphaTauri na ponta

A Fórmula 1 retornou de vez nesta sexta-feira (18), o primeiro treino livre foi bem agitado, principalmente nos últimos 20 minutos, quando os pilotos começaram a usar os pneus macios e realizaram algumas voltas rápidas. Pierre Gasly fechou o TL1 na liderança, anotando 1m34s193 com os pneus macios.

A Ferrari que estava no meio do pelotão, passou para as primeiras posições próximo do encerramento da atividade. Charles Leclerc encaixou uma volta rápida anotando 1m34s557, acompanhado por Carlos Sainz que tinha 1m34s611.

O grid está bem misturado, principalmente pela divergência de escolhas dos pneus. George Russell representou a Mercedes no quarto lugar, anotando 1m34s629, superando o tempo estabelecido por Max Verstappen (1m34s742) que fechou o top-5.

Os times tem muito para revelar ainda, os tempos já evoluíram depois dos testes de pré-temporada. A tendência é que eles caiam nas próximas sessões, principalmente quando as temperaturas reduzirem.

A Fórmula 1 retorna ao 12h (pelo horário de Brasília) para a realização do TL2.

Saiba como foi o Primeiro Treino Livre no Bahrein 

Antes do início da atividade a temperatura na pista estava na casa dos 36°C, com 20°C no ambiente. A tendência é que essas temperaturas comecem a cair no TL2 com a aproximação da noite no Bahrein.

Quando o pit-lane liberado, Charles Leclerc foi o primeiro a deixar os boxes, mas usava as grades de aferição aerodinâmica. O monegasco anotou 1m46s601 abrindo a tabela de tempos. Nico Hülkenberg rapidamente foi liberada para a pista, o piloto precisava se adaptar ao AMR22, pois estava substituindo Sebastian Vettel, após o alemão ter contraído o Covid-19.

Nos primeiros metros, Valtteri Bottas começou a se queixar do motor do seu carro, o finlandês informou que ele estava falhando. O finlandês retornou aos boxes lentamente para que o time realizasse as verificações necessárias e não retornou mais à pista.

Enquanto os primeiros tempos começavam a aparecer no cronometro, o regime de bandeira vermelha foi instaurado. Uma parte dos sidepods do carro de Esteban Ocon se fragmentou, desta forma vários pedaços ficaram espalhados pela pista. A Alpine estava realizando testes da nova peça.

Os pilotos perderam cerca de treze minutos de atividade até que a pista fosse completamente limpa. Quando liberaram a sessão mais uma vez, os pilotos rapidamente deixaram os boxes.

Max Verstappen assumiu a liderança da atividade anotando 1m34s783 com os pneus médios (C2). Fernando Alonso estava na segunda posição pois tinha anotado 1m35s247, tempo estabelecido com os pneus macios (C3).

George Russell estava guiando para a Mercedes, o piloto informava sobre o comportamento instável do carro por conta dos ventos. Ele estava na décima primeira posição, mas logo anotou 1m26s487, passando ao oitavo lugar – em seu carro os pneus médios estavam instalados.

Com meia hora de atividade, os dez primeiros eram: Verstappen, Alonso, Pérez, Sainz, Leclerc, Hamilton, Norris, Russell, Ricciardo e Tsunoda. Grande parte do grid ainda estava realizando as primeiras avaliações com os pneus duros.

Esteban Ocon retornou para a pista quando restavam cerca de 25 minutos para o encerramento. Sergio Pérez tentava demostrar a força da Red Bull, o mexicano passou a ocupar o segundo lugar anotando 1m35s050. Alonso e Ocon estavam ocupando o terceiro e o quarto lugar respectivamente, mas os seus tempos foram obtidos com os pneus macios.

Se aproximando do final da atividade, aqueles pilotos que estavam com os pneus duros, passaram a instalar os compostos médios e macios. George Russell com o pneu C3 instalado fez uma volta rápida anotando 1m34s629 para assumir a primeira posição. Charles Leclerc em volta rápida rodou na curva 11 e precisou abortar a sua volta.

O final da atividade começou a ficar agitada, Pierre Gasly cravou 1m34s193 (C3), assumindo a liderança. Leclerc era o segundo colocado com 1m34s557 (C2), enquanto Sainz era o terceiro colocado com 1m34s611 (C2). A Ferrari tentava mostrar que estava com um carro equilibrado, pois nesta atividade realizou suas voltas apenas com os pneus médios e duros, enquanto AlphaTauri e Mercedes já tinham trabalhado com os compostos macios.

Após o encerramento da atividade, os pilotos se encaminharam para o grid para testar a largada.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados