DestaqueFórmula 1Fórmula 2Post

Piastri batalha e vence prova Sprint no Catar. Verstappen fatura terceiro título mundial na Fórmula 1

Em corrida movimentada, Piastri batalhou pela vitória e conseguiu cruzar a linha de chegada na ponta. Verstappen aproveita deslize de Pérez e garante terceiro título mundial no sábado no Catar

A Sprint no Catar neste sábado (07) foi emocionante, com algumas reviravoltas por conta da atuação do Safety Car. Oscar Piastri faturou a vitória desta corrida, depois de batalhar intensamente com George Russell pela primeira posição.

O australiano ficou frustrado ao perder a ponta para George Russell no início da corrida, mas não deixou de buscar a vitória. Por conta da queda de desempenho dos pneus macios de Russell, Piastri retomou a primeira posição. Oscar Piastri cruzou a linha de chegada com mais de 1s8 de vantagem para o segundo colocado.

Max Verstappen por sua vez, faturou o terceiro título mundial neste sábado, em um ano que o piloto holandês dominou. Verstappen conquista o título com seis corridas de antecedência, pois a prova principal no Catar será disputada apenas no domingo. O piloto da Red Bull concluiu a corrida na segunda posição, depois de ter perdido espaço no grid após a largada. Verstappen fez o possível para se recuperar, mas não forçou mais para obter a vitória.

Verstappen entra para um grupo seleto de pilotos que foram tri-campeões na Fórmula 1, colocando o seu nome na história da categoria e reafirmando o ano perfeito que construiu ao lado da Red Bull.

Sergio Pérez não completou a prova, depois de uma batida protagonizada com Esteban Ocon e Nico Hülkenberg.

Lando Norris ficou com o terceiro lugar, dando um baile na dupla da Ferrari no final da corrida, além de ultrapassar George Russell. Lewis Hamilton completou o top-5, aproveitando uma oportunidade para superar a dupla da Ferrari, depois de ter começado a corrida na décima segunda posição.

Hamilton foi beneficiado pela batida que envolveu os três pilotos, mas também teve os pneus médios como seu aliado para o final da prova.

Alexander Albon obteve a oitava posição e mais um ponto para a Williams, acompanhado por Fernando Alonso e Pierre Gasly.

* Ao encerramento da prova, Charles Leclerc e Lance Stroll receberam cinco segundos de penalidade, pois infringiram os limites de pista multiplas vezes. O monegasco deixou a zona de pontuação, caindo para a 14ª posição. Albon herda o sétimo lugar.

A Fórmula 1 retorna neste domingo às 14h (pelo horário de Brasília) para a realização do GP do Catar.

Saiba como foi a Sprint da Fórmula 1 no Catar

Os pilotos retornaram ao circuito de Losail neste sábado para a realização da prova Sprint. Oscar Piastri conquistou a pole e ao seu lado, tinha Lando Norris que obteve a segunda posição. A dupla da McLaren aproveitou o deslize de Max Verstappen para faturar essas posições, a equipe britânica desempenhou uma boa performance ao longo de todo o fim de semana.

Largaram com os pneus macios, George Russell, Carlos Sainz, Charles Leclerc, Fernando Alonso, Esteban Ocon, Pierre Gasly e Lance Stroll. O restante dos pilotos começou a prova com pneus médios. Alguns competidores estavam com pneus usados, está é uma corrida que eles não precisam fazer uma parada obrigatória.

Com o início da prova autorizada, Piastri manteve a dianteira, mas o restante da largada foi um caos. Norris acabou largando mal e ficou embolado entre os outros competidores. Sainz pintou rapidamente na segunda posição, mas pouco depois Russell ultrapassou o piloto da Ferrari. Leclerc acompanhou a movimentação do companheiro de equipe, para ficar com o quarto lugar.

Verstappen caiu para a quinta posição, seguido por Norris. Antes da conclusão da primeira volta, Liam Lawson rodou e foi parar na brita, provocando a entrada do Safety Car imediatamente.

Lewis Hamilton que começou a corrida da décima segunda posição, se manteve nela. Antes da liberação da pista, os dez primeiros eram: Piastri, Russell, Sainz, Leclerc, Verstappen, Norris, Alonso, Ocon, Hülkenberg e Pérez.

O mexicano não teve uma largada e nem mesmo uma relargada adequada, pois rapidamente foi ultrapassado por Pierre Gasly. Na ponta, Piastri tentou manter a primeira posição, mas era atacado por Russell, metros depois, o piloto da Mercedes saltou para a ponta. Norris por sua vez, era atacado por Alonso, como o piloto da Aston Martin não realizou a ultrapassagem, Ocon saltou para o sétimo lugar, para atacar o piloto da McLaren.

No terceiro giro, Logan Sargeant extravasou os limites de pista, perdendo o controle do carro na brita, abandonando mais uma prova enquanto guiava pela Williams. Com isso, totalizavam dois abandonos. O Safety Car retornou para a pista.

A corrida seguiu neutralizada até a sexta volta, com o ritmo normal sendo retomado no sétimo giro. Russell manteve a segunda posição, enquanto Piastri e Sainz batalhavam pela segunda posição, o piloto da Ferrari tentou uma ultrapassagem, mas o piloto da McLaren se defendeu.

Alonso retomou a sétima posição, ultrapassando Ocon. Norris mais uma vez era atacado pelo piloto da Aston Martin. Alexander Albon caiu para a décima oitava posição, ficando atrás de Yuki Tsunoda da AlphaTauri.

Russell estabeleceu mais de 1s4 de vantagem para Piastri, mas o australiano começou a forçar um pouco mais na tentativa de se aproximar de Russell e ter o benefício para utilizar o DRS. Durante a nona volta, foi a vez de Verstappen ultrapassar Charles Leclerc, assumindo o quarto lugar, Norris ficou para disputar posição com o monegasco.

Na sequência Verstappen atacava Sain, pela terceira posição. O piloto da Ferrari não conseguiu resistir as investidas, desta forma, o holandês faturou o terceiro lugar na reta principal do circuito de Losail.

Piastri passou a voar baixo, buscando Russell. No início da décima primeira volta, Piastri assumiu a liderança da corrida e rapidamente abriu mais de um segundo para Russell. Foi neste mesmo momento que Norris ultrapassou Leclerc, assumindo a quinta posição.

Na sequência ocorreu um incidente entre Esteban Ocon, Nico Hülkenberg e Sergio Pérez. O piloto da Alpine espremeu os outros competidores, tirando os três pilotos da prova, pois os competidores foram lançados para a brita.

O Safety Car retornou à pista, Lance Stroll, Zhou Guanyu e Kevin Magnussen foram aos boxes, para substituir os pneus. Russell reclamou dos seus compostos que estavam completamente degradados.

Nestas condições de corrida, Max Verstappen era declarado campeão mundial da temporada 2023.

Os dez primeiros eram: Piastri, Russell, Verstappen, Sainz, Norris, Leclerc, Alonso, Hamilton, Gasly e Bottas. A relargada aconteceu na décima quinta volta, o piloto australiano manteve a ponta, enquanto Russell foi jogado para os leões, tentando se defender de Verstappen. O objetivo do piloto da Red Bull era vencer a prova Sprint.

Leclerc concluiu a ultrapassagem em Norris, faturando a quinta posição que era do piloto da McLaren.

Na volta 16, Verstappen saltou para a segunda posição, com Piastri contando com mais de dois segundos de vantagem para o holandês depois da relargada.

No giro seguinte, Norris concluiu a ultrapassagem em Leclerc e pouco depois tinha ultrapassado Sainz, mostrando a diferença dos pneus macios e médios era grande. A prova seguiu e na volta 18, foi a vez de Hamilton ultrapassar Alonso, pela mesma diferença de desempenho de pneus.

Chegando no final da corrida, Norris ainda ultrapassou Russell, enquanto Hamilton concluiu a ultrapassagem na dupla da Ferrari para ficar com a quinta posição. Sainz conseguiu terminar à frente de Leclerc, mesmo com o piloto da Ferrari reclamando do desempenho do companheiro de equipe.

Mostrar mais

Debora Almeida

Jornalista, escrevo sobre automobilismo desde 2012. Como fotógrafa gosto de fazer fotos de corridas e explorar os detalhes deste mundo, dando uma outra abordagem nas minhas fotografias. Livros são a minha grande paixão, sempre estou com uma leitura em andamento. Devoro séries seja relacionada a velocidade ou ficção cientifica.

Um Comentário

  1. Ahaa, its good discussion regarding this paragraph here at this weblog, I have read all that, so now me also commenting at this place.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo