GUERRA CIVIL 2 – Tudo seria diferente com Ross Brawn

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×
post-ross-brawn (1)
Ex-Ferrari e ex-dono de equipe, Ross Brawn viu o início da saga Mercedes em 2010. (Fonte: Internet)

Desde a saída de Ross Brawn do comando da equipe Mercedes AMG Petronas no final de 2013, a política da equipe que passou a ser comandada por Toto Wolf foi bem diferente do que teria sido sob o comando do inglês.

Todos sabem como Ross Brawn gerencia a disputa interna quando está no comando: escolhe-se um piloto para vencer e ter todas as atenções e prioridades em equipamento e estratégia, ao outro piloto cabe o papel do fiel escudeiro e não atrapalhar, sendo proibido até de vencer enquanto a disputa não estiver definida em favor do número 1.

Afinal o que quero dizer com esta alfinetada em Ross Brawn? Que quem reclama que a Fórmula 1 está chata não faz idéia de como seria chato se Ross Brawn estivesse no comando da equipe prateada. Nunca veríamos uma disputa como no Bahrein em 2014 e esta agora na Áustria em 2016, Lewis Hamilton teria vencido os campeonatos bem antes do final e todo mundo estaria reclamando que a Fórmula 1 está chata, que só uma equipe e um piloto vencem, etc etc, quem viveu a era Schumacher na Ferrari e mesmo a temporada de 2009 da BrawnGP sabe do que estou falando.

Uma observação final: não acho que apesar do estilo de gestão de Ross Brawn que Rubens Barrichello pudesse ter derrotado Michael Schumacher, mas as coisas poderiam ter sido um pouco mais divertidas para nós fãs se a disputa estivesse liberada e torço muito para que Toto Wolf não comece a dar ordens para Lewis Hamilton e Nico Rosberg não disputem mais as posições na pista.

Que a Mercedes deixe que as coisas se resolvam na pista, para que daqui a alguns anos possamos lembrar da disputa Hamilton Vs. Rosberg como nos lembramos de Reutemann Vs. Jones, Piquet Vs. Mansell, Alonso Vs. Hamilton e claro Senna Vs. Prost.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cristiano Seixas

Fã hardcore de Fórmula 1, apreciador da história, números e estatísticas da categoria, mais conhecido como Mestre Cristiano Seixas, pois é um PHD e MDA em Fórmula 1 ainda é Graduado, Pós-Graduado, Mestrado e Doutorado sobre História da Fórmula 1, Wikipédia erra o Cristiano não.