GP do Brasil de 2016 – A corrida que quase foi cancelada

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

| Débora Santos Almeida – publicado em 17 de novembro de 2016, às 00:07

O GP do Brasil acabou sendo o mais esperado do ano, todos os cabeças de gasolina certamente estavam esperando esse final de semana. O campeão da Fórmula 1 poderia ter sido determinado em solo brasileiro, não foi o que aconteceu mais deixou a competição ainda mais apimentada. A corrida ocorreu risco de ser cancelada, graças a chuva que não deu trégua durante o domingo e acabou sendo paralisada por duas vezes. Maylander piloto do Safety Car que acabou se divertindo com as condições da pista e deu apenas 5 voltas a menos que a Mercedes de Hamilton na liderança. 

boletim-estatisticas
Méritos do nosso colunista Cristiano Seixas (Fonte: @bp)

Lewis Hamilton teve a sua tão sonhada vitória e foi do modo mais Ayrton Senna possível, embaixo de uma chuva torrencial. O piloto inglês é um grande admirador do nosso tão querido piloto brasileiro e pra ele, vencer no Brasil era algo essencial.

Nico Rosberg não teve nenhuma chance durante esse final de semana de vencer o seu companheiro na Mercedes e concretizar o campeonato,  séria um carma? Nunca na historia da Fórmula 1, um piloto venceu três vezes no Brasil, Emerson Fittipaldi venceu em 1973 e 1974 e acabou sendo segundo 1975, assim como: Rosberg que corre com o ”regulamento embaixo do braço”, não se mostrou um adversário competitivo, e de forma alguma se tornou uma ameaça para Hamilton. Assim como nas últimas três etapas, vem se contentado com um segundo lugar e acabou vendo a diferença de 35 pontos, diminuir para 12.

Álbum: GP do Brasil 2016

Saiba como foi a nossa semana no #BrazilGP

O Enigma do Autódromo de Interlagos

Números e Estatísticas – #BrazilGP 2016

Em Abu Dhabi, Nico Rosberg precisa apenas de um terceiro lugar para garantir a taça inédita da carreira. Durante o ano a equipe se manteve sempre em primeiro lugar no campeonato de construtores e a taça passou de mão em mão entre os pilotos da Mercedes. A grande questão é, quem deve vencer esse campeonato? Ao meu ver, séria interessante a Fórmula 1 ter um novo piloto campeão, mesmo que este ainda seja da equipe dominante. Mas Nico Rosberg ficou muito pacifico nesse final de temporada, não se arrisca e do meu ponto de vista é horrível ver um piloto que se contentou com um segundo lugar, apenas para não ver o título escapar das suas mãos. Esta faltando aquelas disputas do começo de temporada que apimentavam as corridas.

Será que nós amantes de Fórmula 1 queremos um piloto assim tão calculista como campeão ou preferimos aquele piloto que arrisca tudo? Rosberg se mostrou displicente quando começou a usar o regulamento ao seu favor, e deixou o seu companheiro de equipe, diminuir a diferença entre eles, e se alguma coisa der errado com ele durante essa ultima prova, como uma possível quebra do carro e a vitória de Lewis, ele pode acabar perdendo o campeonato novamente, graças a esse jeito apático que ele tem quando lida com o campeonato.

verstappen-sa%cc%83o-paulo
Max Verstappen em um dia “mezzo” Senna “mezzo” Schumacher (Fonte: @F1)

 

O destaque para essa corrida deve ir também para Max Verstappen, que também foi eleito o melhor piloto da corrida. Eu acabei presenciando o momento em que ele saia da ultima curva e entrava na reta dos boxes, quase perder o carro e ter maestria para voltar o mesmo para a pista e continuar a corrida. O que aconteceu com ele, foi bem parecido com o que aconteceu com Kimi Raikkonen, mas esse não teve a mesma sorte do holandês e acabou batendo no muro e ficou fora da corrida. Verstappen se mostrou experiente na hora de executar as ultrapassagens, após perder posições pela escolha errada dos pneus pela equipe, que levaram ele a cair para a 14ª posição quando faltavam 15 voltas para o termino da prova e concluir a corrida em 3º lugar.

Ainda falta muito para Max Verstappen ser considerado um piloto completo, em algumas situações ele acaba se mostrando muito inexperiente, mas é na pista que ele também acaba brilhando e as vezes reagindo melhor que os pilotos mais experientes do grid; como quando experimentava diferentes traçados na pista enquanto o Safety Car estava na pista, para saber qual caminho aproveitar na relargada. Verstappen é um piloto ainda muito novo, mais se continuar assim, vai ser capaz de conseguir resultados tão bons quanto esses pilotos que nós admiramos, por ser muito novo ele ainda precisa amadurecer muito, ele é como uma pedra preciosa, só vai ter o valor reconhecido quando terminar de ser lapidada, mas nós sabemos o quão valioso ele é. 

Mais um destaque desse final de semana foi o piloto brasiliense, Felipe Nasr, que acabou a prova em 9º lugar e conquistou os seus dois primeiros pontos para a equipe, dessa temporada. Foi um feito muito grande, até mesmo por largar do 21ª, e com um carro muito limitado conseguir chegar na zona de pontuação. Mostrar resultados foi essencial para o piloto, pois ele ainda esta negociação para o próximo ano. Os 40 milhões de euros que vai ser entregue para a equipe, também vai ser crucial para o desenvolvimento do carro para o próximo ano, e tirar a equipe do fundo do poço.

felipe-nasr
Fonte: @F1

Não foi mais um final de semana fácil para os carros da Ferrari. Durante os treinos livres os carros ficaram no 7º e 8º lugar. Sebastian Vettel teve um pouco mais de sorte que o seu companheiro, acabou rodando na pista e ficou na contramão, mais conseguiu voltar a pista. Raikkonen acabou aquaplanando na reta dos boxes e quase foi atingido por outros competidores. Sebastian Vettel acabou a corrida em 5º lugar, agora falta apenas uma prova para o termino do campeonato, sabemos que a tão esperada vitória para esse ano não veio, o melhor que a Ferrari tem a fazer agora, é investir no carro do próximo ano e tomar cuidado com os carros da Red Bull, porque a dupla de pilotos não tem medo de arriscar e pode dar trabalho para a Ferrari na próxima temporada. 

O GP do Brasil também foi palco da despedida de Felipe Massa, que ano que vem não fara mais parte do grid. A despedida do piloto foi realmente muito emocionante, principalmente na hora em que o piloto bateu e sabíamos que era a última prova que ele estava disputando pela Fórmula 1 na sua casa, mesmo sabendo das condições da Williams poderíamos sonhar com um terceiro lugar, já que a prova teve uma cara de ”corrida maluca”. Mas a batida proporcionou uma das cenas mais bonitas de se ver, o público do autódromo começou a ovaciona-lo, a mulher e o filho viera de encontro a ele e também tiveram os mecânicos saindo dos seus boxes para cumprimentar o piloto. Momentos após a invasão, o publico também começou a chamar por Massa e ele foi de encontro as todas as pessoas que estavam ali para homenagear ele. O piloto acabou se emocionando mais uma vez e jogando sua sapatilha e seu boné para a torcida. 

Quem você acha que deve vencer o GP do Brasil? E quem você acha que merece mais esse título? Falta bem pouco para ficarmos órfãos da Fórmula 1, mas foi uma ótima temporada.

ymcofficial
Fonte: @ymcofficial
volta
Fonte: @F1
pontos-campeonato-sa%cc%83o-paulo
Fonte: @F1
campeonato-construtores-br
Fonte: @F1
resultado-gp-br
Fonte: @F1
maiores-vencedores
Fonte: @F1
info-rosberg-hamilton-briga-pelo-titulo_abu-dhabi
Fonte: @F1naGlobo

 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.