ColunistasFórmula 1Post

GP da Inglaterra – Os pneus para a Sprint Qualifying

Neste fim de semana a Fórmula 1 disputará a décima etapa, a prova será realizada no circuito de Silverstone, recebendo o primeiro teste da Sprint Qualifying. Os pneus são um assunto extremamente importante para a etapa, principalmente por conta das alterações que foram realizadas.

A Pirelli destina para Silverstone os pneus mais duros da gama, principalmente por ser uma pista com alto nível de abrasividade. Em 2020 como tivemos duas provas realizadas por lá, portanto a fornecedora até distinguiu as etapas com o uso de gamas diferentes, mas agora os pilotos vão receber os: C1 (Duro – Faixa Branca), C2 (Médio – Faixa Amarela) e C3 (Macio – Faixa Vermelho).

Com a realização da Sprint Qualifying e a mudança de toda a estrutura do fim de semana, a alocação dos pneus também será diferente. Desta vez os times vão receber 12 conjuntos de pneus para pista seca (normalmente eles recebem treze conjuntos). A divisão fica desta forma: 2 – C1, 4 – C2 e 6 – C3.

Silverstone é outro lugar que os times sempre trabalham com a possibilidade de chuva, portanto a Pirelli fornecerá 6 conjuntos de intermediários e 3 conjuntos de pneus para chuva extrema.

As regras do fim de semana: A classificação que será realizada na sexta-feira (16) no formato tradicional, só permitirá a utilização dos pneus macios. No entanto, para a prova Sprint que será realizada no sábado e o GP disputado no domingo, as equipes e pilotos estão livres para escolher os pneus para disputar a prova.

A prova do sábado não conta com parada obrigatória, mas no domingo as regras seguem inalteradas, as equipes precisam usar dois tipos de compostos.

Os pneus da rodada – Foto: reprodução

Em Silverstone é muito comum os pneus apresentarem bolhas, prejudicando o rendimento dos compostos. Os pilotos estão em constante aceleração, mesmo lidando com 18 curvas. No entanto apenas uma delas é realizada em velocidade baixa. O circuito é justamente conhecido pelas altas velocidades e pela energia, além das forças laterais que atuam nas curvas.

Novos pneus

A FIA aprovou a mudança da Pirelli, a fornecedora de pneus testou compostos traseiros mais resistentes durante o GP da Áustria, desta forma eles apresentam uma camada mais reforçada e o seu peso também foi alterando.

Eles vão ser um desafio, mas foram necessários principalmente depois dos estouros que ocorreram no GP do Azerbaijão. Além disso os carros já recuperaram muito a downforce, desde que o regulamento de 2021 foi introduzido. Silverstone é uma pista que cobra justamente o downforce por conta de suas curvas.

Mesmo com os pneus tendo um alto consumo, as equipes costumam apostar na estratégia de uma parada, largando com os pneus médios e avançando para a utilização dos pneus duros. Se o Safety Car é acionado, acaba contribuindo com a conservação dos pneus.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!