FP1 marcado por dúvidas e Lewis Hamilton lidera pela primeira vez um treino livre desde a etapa da Austrália

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A primeira sessão de treinos livres em Xangai começava com as temperaturas baixas. O Grande Prêmio da China já é conhecido pelas suas instabilidades climáticas e, assim, no final da sessão a chuva começava a se aproximar do circuito onde, talvez, a segunda sessão pode ser realizada embaixo de aguaceiro.

Lewis Hamilton passou a liderar o TL1 quando registrou 1:33:999 utilizando os pneus macios, mas a ponta foi bem concorrida no início, pois cada equipe investia em uma estratégia de testes com os compostos que tinham disponíveis para o final de semana.

Kimi Raikkonnen terminava o treino na segunda posição e Bottas era o terceiro com 1:34:358.

A pista seguia parecendo um sabão e até mesmo os pilotos mais experientes e com mais tempo de casa não conseguiam guiar o carro sem cometer erros. A curva 16 foi a mais difícil para manter o carro firme, Max Verstappen acabou sendo salvo pela brita em uma escapada de pista neste trecho.

A Haas seguia com um bom desempenho e Magnussen aparecia na sétima posição com Grosjean em nono.

Nos últimos minutos as equipes aproveitaram para investir na simulação de corrida e conhecer um pouco o comportamento dos pneus ultramacios na pista, com o risco de chuva para a segunda sessão, eles não queriam perder tempo dentro dos boxes.

O Segundo Treino Livre começa as 3 h, pelo horário de Brasília.

https://twitter.com/F1/status/984609892504829953

lll Saiba como foi o Primeiro Trino Livre

Assim que a pista foi liberada, Sirotkin com a Williams liderava a fila que se formava no pitlane e os pilotos seguiam para fazer a sua volta de instalação, utilizando os pneus macios e médios e apenas Stoffel Vandoorne estava com os compostos ultramacios.

O russo da Williams também foi o primeiro a ter volta registrada, com 1:42:648, mas era um tempo muito alto ainda para o circuito. Apenas Verstappen e Bottas eram os únicos que ainda não haviam registrado uma volta de instalação nos dez primeiros minutos de sessão.

Fernando Alonso, que retornava para a pista e a encontrava livre, vinha explorando todos os seus pontos até que registrou 1:38:765, passando a assumir a liderança da tabela, pouco depois era a vez de vermos Kimi Raikkonen se encaminhar para o circuito na busca por voltas rápidas.

Não demorou muito tempo para o finlandês assumir a liderança da sessão quando registrava 1:37:651 com os compostos médios, ao contrário de Alonso que ocupava o segundo lugar com os pneus macios. Mesmo para o piloto da Ferrari, que já tem muita experiência no circuito, cometeu alguns erros e escapou nas suas voltas rápidas, mas a pista chinesa é conhecida por ser um sabão, já que são poucas as  competições disputadas ao longo do ano e por isso ela sofre com a baixa aderência.

Vandoorne passava a ocupar a terceira posição com 1:39:776, mas aos poucos outros pilotos registraram seus tempos, como Verstappen que assumia o primeiro lugar com 1:37:539 utilizando os pneus médios, Raikkonen seguia em segundo com 1:37:646 e Pérez pulava para o terceiro lugar com 1:38:047.

As rodadas de volta rápida começavam a ficar mais disputas e os pilotos se aproximavam da primeira meia hora de sessão já concluída. Grande parte dos pilotos estava na pista e a ponta era bem concorrida, Bottas registrava 1:36:587 colocando a Mercedes em primeiro e era seguido por Raikkonen com 1:36:679 e Vettel com 1:36:963, no entanto Hamilton, que estava trabalhando a sua volta, rápida não demorou para tomar o posto do companheiro de equipe quando registou 1:35:218 e o inglês havia errado ainda nessa sua volta.

Vettel era mais um dos pilotos que perdia um pouco da tração e via o seu carro precisando ser domado no circuito chinês, no entanto o alemão conseguia segura-lo e se mantinha na segunda posição com 1:36:386.

Encontrar o acerto perfeito também era complicado, sempre que os carros paravam nos boxes os mecânicos faziam alguns ajustes e o tempo com a permanência dos pilotos na pista seguia reduzindo.

Bottas saltava para a segunda posição ao registrar 1:35:701 e Verstappen era o terceiro colocado com 1:36:123 e apenas as os carros da Ferrari estavam nos boxes, restando pouco mais de 55 minutos para o término da sessão.

Chegava a hora da primeira troca de pneus para as equipes e a pista passava a ficar momentaneamente sem atividade.

Fernando Alonso foi o primeiro piloto a retornar para a pista, desta vez utilizando os pneus ultramacios, aproveitou para treinar a largada e na volta seguinte passou a ocupar a quinta posição com 1:36:044. Os pilotos mais uma vez retornavam para a pista e Pérez passava a ser o sexto colocado com 1:36:051 utilizando os pneus médios.

Restando pouco mais de meia hora para o término da sessão era a vez de Sainz saltar para a terceira posição com 1:35:616, mas os carros da Mercedes acabavam retornando para mais algumas voltas rápidas e Hamilton abaixava o seu tempo para 1:33:999, seguido por Bottas com 1:34:661, mas pouco tempo depois Daniel Ricciado registrava 1:34:537 assumindo a segunda posição.

https://twitter.com/F1/status/984627625997029376

A chuva começava a se aproximar do circuito e existia chance de chuva forte na segunda sessão.

Verstappen que vinha em busca de uma volta rápida, acabou perdendo o controle do carro na curva 16 e com isso foi parar na brita, o errou custou ao holandês um jogo de pneus ultramacios.

https://twitter.com/F1/status/984628560899006465

Kevin Magnussen surpreendia ao encaixar o carro da Haas em quinto lugar registrando 1:35:178 e Bottas que estava em segundo melhorava para 1:34:457.

Cherles Leclerc era mais uma vítima da escapada de pista com o seu carro da Sauber e sim ela seguia muito escorregadia, principalmente na curva 16.

Quando o treino se aproximou dos 15 minutos finais os pilotos começaram a investir na simulação de corrida para testar a durabilidade dos pneus e principalmente aqueles que estavam utilizando os pneus ultramacios nesta fase final.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.