Equipes se preparam para disputar nona etapa do calendário da Stock Car

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Chegando a reta final do campeonato com apenas mais quatro disputas pela frente, os times buscam encontrar o melhor desempenho. O circuito com maior velocidade média em todo o campeonato vai ser uma importante disputa para os times.

A Shell por exemplo, vai colocar os seus quatro carro em pista, por conta de ter um bom desenvolvimento no circuito e Átila Abreu ser o último vencedor do circuito. Além disso Ricardo Zonta já subiu duas vezes no pódio, Galid Osman ficou por três vezes entre os dez primeiros e Gaetano de Mauro conhece a pista por ter disputado o Brasileiro de Turismo.

Por outro lado Marcel Coletta, fará mais uma estria na temporada 2019, conhecendo o traçado de Cascavel. “Cascavel é mais uma pista em que nunca pilotei, então quero aproveitar todos os treinos, inclusive a sessão extra para os rookies no final da sexta-feira. Meu objetivo é mais uma vez conseguir um top-10 e para isso vou contar bastante com as informações dos engenheiros e dos meus companheiros na Cimed Racing, já que a equipe tem um setup muito bom para essa pista”, disse o piloto da Cimed Racing.

Rubens Barrichello também está animado com a pista o piloto da equipe Mobil Full Time Spors disse: “Adoro Cascavel. Foi o palco da minha primeira pole position em 2013 e já ganhei duas vezes lá”, as vitórias foram em 2014 e 2016.

Os pilotos custam frisar a dificuldade que é correr em Cascavel e para Barrichello, mesmo como piloto experiente ele ainda ressalta algumas características do traçado – “A pista de Cascavel é uma das mais desafiadoras do campeonato e isso é uma coisa muito boa. A curva do Bacião é uma das preferidas dos pilotos. Com o Stock Car, é realmente muito desafiador”.

Infelizmente na Hot Car Competições o clima não vai ser o mesmo, a equipe sofreu uma alteração importante na nona etapa do ano, o time com sede em Cajamar (SP) terá apenas o carro de Rafael Suzuki alinhado no grid, pois em comum acordo o contrato entre a equipe e o Banco de Brasília que patrocinava Pedro Cardoso, foi desfeito.

“Por divergências de filosofia, nós decidimos seguir caminhos diferentes pelo restante da temporada. Agradecemos pelos serviços do piloto e desejamos a ele sorte no futuro”, declarou Amadeu Rodrigues, chefe da Hot Car Competições. O time segue negociando novos pilotos para as próximas provas do calendário.

 

Subscribe to
BPCast

Or subscribe with your favorite app by using the address below

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!