Em primeira prova nada previsível, Julio Campos vence em Santa Cruz do Sul

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A primeira prova disputada em Santa Cruz do Sul hoje (21), foi bem animada. Julio Campos cruzou a linha de chegada na primeira posição, aliviado pela boa prova. O segundo lugar não foi assim tão previsível, pois Thiago Camilo enfrentou uma quebra de motor, o que acabou colocando ele fora da disputa. Desta forma Daniel Serra aproveitou a oportunidade para crescer e ficar com o segundo lugar. O piloto da Eurofarma RC, passou a assumir a liderança do campeonato.

O terceiro lugar ficou para Átila Abreu da Shell V-Power. O grid dos dez primeiros foi bem modificado, após o incidente de Camilo, o carro do piloto da Ipiranga espalhou óleo na pista e com isso Felipe Fraga, Gabriel Casagrande e Valdeno Brito não conseguiram terminar a prova.

Max Wilson ficou com o quarto lugar e disputou nas últimas voltas, a terceira colocação com Abreu, o piloto da Shell só levou a melhor por conta do botão de ultrapassagem.

Ricardo Zonta, também da Shell V-Power, foi o quinto colocado, seguido por Galid Osman da Shell Helix, com Cacá Bueno da Cimed. Bruno Baptista nono, assim como Rubens Barrichello, cresceram na prova, por conta dos abandonos e também pela estratégia diferenciada, pois eles acreditavam na primeira prova.

lll Saiba como foi a Primeira Corrida em Santa Cruz do Sul

Grid dos 10 primeiros: Campos, Camilo, Serra, Casagrande, Fraga, Brito, Maurício, Zonta, Wilson e Abreu.

Após a largada, Julio Campos conseguia manter a dianteira, mas Thiago Camilo tentava por fora na primeira curva, conseguir a dianteira. Zonta havia espalhado, mas conseguia voltar rapidamente para o traçado. A primeira volta foi feita com muita proximidade, depois de uma largada limpa.

Bruno Baptista e Rubens Barrichello, que não tinham ido bem na classificação, começaram a escalar o grid e durante a segunda volta, um era o décimo quarto e o outro décimo sexto, respectivamente.

Na volta três, os pilotos utilizavam o botão de ultrapassagem com mais afinco, Fraga era pressionado por Casagrande, a briga valia a quarta posição.

Com pouco mais de 33 minutos, o Safety Car entrava na pista, Thiago Camilo tinha problemas com o motor do seu carro, a pista ficava escorregadia, espalhando óleo pela pista. Atrás Fraga e Casagrande, bateram no muro de contenção, enquanto Maurício e Brito, ficaram com os carros avariados e precisaram abandonar a prova.

Em regime de bandeira amarela, por conta do carro de segurança, os competidores se aproximaram. A pista precisou ser limpa, por conta do óleo que ficou espalhado na pista, depois da quebra do motor de Camilo.

Com pouco mais de 24 minutos, o Safety Car deixou a pista e as disputas foram retomadas. Mexendo nas estratégias, os reabastecimentos seriam mais rápidos, pois com está ”ajuda” da bandeira amarela, o consumo de combustível havia diminuído.

Rubens Barrichello em décimo, passou a atacar Lucas Foresti que estava na sua frente.

Na volta 10, as posições eram: Campos, Serra, Zonta, Abeu, Wilson, Osman, Bueno, Baptista, Foresti e Barrichello.

Com dezoito minutos, Rafael Suzuki, tomou o décimo quarto lugar de Cesar Ramos.

Na volta 13, a janela de pit-stops havia começado, Ricardo Zonta e Cacá Bueno, seguiram para os boxes, enquanto Diego Nunes, com problemas, acabou abandonando a prova nos boxes.

No giro seguinte, Daniel Serra, colocava pouco combustível e trocou apenas o pneu traseiro esquerdo.

Na pista as coisas pegavam fogo, Gaetano Di Mauro e Denis Navarro, tocaram porta-com-porta. A disputa era dura, mas os dois se mantinham na pista.

As trocas e reabastecimento seguiam nos boxes, Julio Campos, líder da prova, apostava em uma parada rápida, para retornar a pista rapidamente.

Na parada de Denis Navarro, ele e Allam Khodair acabaram se tocando nos boxes. O piloto da Blau Motorsport, acabou optando por abandonar a corrida.

Barrichello, seguia a estratégia já conhecida, onde esperava quase todos os pilotos irem aos boxes, para finalmente realizar a sua troca. Ao retornar para a pista, se deparava com Lucas Foresti, que estava colado no piloto da Full Time Sports.

Com todas as paradas nos boxes, as posições eram: Campos, Serra, Abreu, Wilson, Zonta, Osman, Bueno, Baptista, Barrichello e Foresti.

Restando cinco minutos para o término, as disputas ficavam espalhadas pelo circuito, Pedro Cardoso, segurava Gaetano di Mauro e Denis Navarro. Na frente, Wilson, tentava ultrapassar Abreu, para obter a terceira posição.

Na última volta, Campos se mantinha na dianteira, mas Daniel Serra havia colado no piloto da Prati-Donaduzzi; ambos utilizavam o botão de ultrapassagem.

Campos cruzou a linha de chegada na frente, seguido por Serra e com uma boa diferença Abreu era o terceiro colocado.

Seis pilotos não completaram a prova, Allam Khodair, Diego Nunes, Valdeno Brito, Gabriel Casagrande, Thiago Camilo e Felipe Fraga.

Resultado da corrida 1:

1 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), 27 voltas em 44min20s
2 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), a 1.067
3 . Átila Abreu ( Shell V-Power ), a 8.033
4 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), a 8.847
5 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), a 16.259
6 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), a 26.323
7 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), a 28.418
8 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), a 29.340
9 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), a 30.833
10 . Lucas Foresti ( Vogel Motorsports ), a 35.997
11 . Agustín Canapino ( YPF Elaion ), a 36.463
12 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), a 36.952
13 . Pedro Cardoso ( Hot Car Competições ), a 1:26.420
14 . Cesar Ramos ( Blau Motor Sports ), a 1 volta
15 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), a 1 volta
16 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), a 1 volta
17 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), a 1 volta
18 . Marcel Coletta ( Crown Racing ), a 1 volta
19 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), a 1 volta
20 . Guga Lima ( Vogel Motorsports ), a 1 volta
21 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), a 2 voltas
22 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), a 2 voltas
23 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), a 7 voltas
24 . Allam Khodair ( Blau Motor Sports ), a 12 voltas
25 . Diego Nunes ( KTF Sports ), a 12 voltas
26 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), a 18 voltas
27 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), a 20 voltas
28 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), a 23 voltas
29 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), a 23 voltas

 

 

Assinar

BPCast

Ou assine com seu app favorito usando o endereço abaixo

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.