ColunistasDestaquesFórmula 1Post

Depois de Abu Dhabi, pilotos e chefes de equipe esperam por um regulamento mais claro

O GP de Abu Dhabi ainda será muito explorado, algumas resoluções e relatórios não foram divulgados ainda. A pré-temporada está sendo a oportunidade perfeita para que a imprensa possa abordar Lewis Hamilton sobre o tema, saber as suas opiniões e ideias.

Durante a coletiva realizada em Barcelona, Hamilton reforçou a necessidade da imparcialidade, assim como a importância de ter mais mulheres trabalhando como comissárias, colaborando para a tomada de decisões.

“Quero ver mais mulheres como comissárias, no ano passado tivemos talvez uma ou duas. Seria incrível ter um homem e uma mulher como diretores de prova”, disse o inglês.

Na semana passada quando informaram a substituição de Michael Mais, também aproveitaram o momento para anunciar Niels Wittich e Eduardo Freitas no cargo de diretores de corrida, eles se alternarão durante a temporada na função, mas os dois vão responder ao Herbie Blash.

Como informou o The Race, dos 90 postos disponíveis na sala dos comissários durante a temporada 2021, 88 são ocupados por homens. Ao longo da temporada quatro a cinco comissários trabalham por GP. Silvia Bellot fez a sua aparição em Imola e Jeddah, portanto o questionamento de Hamilton é extremamente válido. Ainda é difícil para as mulheres ocuparem cargos importantes, ainda mais no automobilismo.

Guanyu Zhou, Daniel Ricciardo, Lewis Hamilton, Sergio Pérez e Nicholas Latifi participaram da coletiva.  Os pilotos foram abordados sobre o que esperam deste ano, principalmente com relação a tomada de decisões durante a temporada.

“Só quero acrescentar que precisamos ter certeza de que temos comissários imparciais. Alguns dos pilotos são muito, muito bons amigos de certos indivíduos. Alguns viajam com eles e tendem a ter um apreço. Acho que [a F1 precisa] de pessoas que não tenham preconceitos e que sejam super imparciais quando se trata de tomar uma decisão”, completou Hamilton.

A Mercedes foi bem afetada em Abu Dhabi quando Michael Masi interpretou uma regra que não tinha interpretação. Isso afetou o encerramento da prova, assim como determinou a conquista do título de Lewis Hamilton.

Toto Wolff também falou mais uma vez sobre o tema. “Todos nós já falamos sobre isso. O tema da inconsistência. Não deve haver muito espaço para a interpretação de regras. Regras são regras. Como tudo está sendo reestruturado, acredito em Mohammed Ben Sulayem, que daqui para a frente otimizaremos todas essas estruturas.”

Os regulamentos são extensos, já passaram por uma avaliação para este ano, sofrendo novas alterações, mas também aproveitaram para esclarecer alguns pontos. O chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner acredita que o problema está no próprio regulamento e que não os comissários não têm um padrão. Horner ainda pondera “Você tem regulamentos muito complicados que deixam espaço para a interpretação. O que você precisa são de regras claras que sejam mais fáceis para vigiar.”

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Adblock detectado

O BP É UM PORTAL INDEPENDENTE E OS ANÚNCIOS AJUDAM NA NOSSA MANUTENÇÃO, SE POSSÍVEL DESABILITE O SEU BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS!!!