Classificação Hungria – Hamilton aproveita temporal para cravar a pole-position e liderar dobradinha da Mercedes

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Depois de um início de final de semana quente na Hungria, a chuva chegou ao circuito de Hungaroring para a classificação, conseguindo mudar completamente o grid e as estratégias para a corrida de domingo (29).

Com a pista mais fria, a Mercedes passou a evoluir neste sábado (28), até Lewis Hamilton conquistar a 77ª pole-position da sua carreira. O inglês cresceu no Q3, que foi realizado com muito spray e em uma das piores partes da sessão. Hamilton conseguiu superar a marca de Kimi Raikkonen, além de realizar a volta mais limpa que o finlandês da Ferrari, que encontrou tráfego na pista. Bottas vai largar ao lado do companheiro de equipe.

Ferrari e Red Bull pareciam ter mais chances no circuito, mas enfrentaram grandes dificuldades com a pista molhada. Os cavalos rampantes ainda chegaram perto da pole com Kimi Raikkonen (1:36:186), mas não conseguiram melhorar mais do que isso. Já a Red Bull errou na estratégia desde o início no Q1 com Daniel Ricciardo quando enviaram o piloto de compostos macios para a pista enquanto todos os outros estavam utilizando os ultramacios. Foi difícil para o australiano evoluir e ele ficou apenas com a décima segunda posição, vendo Verstappen em sétimo, mesmo sendo considerado um dos pilotos bons na chuva.

A chuva começou a apartar no Q2, mas quem havia apostado nos pneus de chuva intermediária ainda no seu início foi capaz de passar para a fase final da sessão, não é à toa que Gasly e Hartley conseguiram esta proeza, enquanto Sainz era visto na segunda posição.

Para a largada de amanhã Sainz é o quinto colocado, acompanhado de Verstappen, Hartley e a dupla da Haas com Magnussen e Grosjean.

lll Saiba como foi a Classificação

https://twitter.com/F1/status/1023188928747192320

A chuva chegou ao circuito de Hungaroring antes da classificação, elevando a umidade e diminuindo a temperatura no asfalto que era de 32°C.

lll Q1

https://twitter.com/F1/status/1023191737995612160

Charles Leclerc puxava a fila que havia se formado na saída dos boxes. Os pilotos utilizavam os pneus intermediários de chuva por conta da pista parcialmente molhada.

Bottas era o primeiro a registrar tempo no circuito e tinha 1:27:245, mas fora facilmente superado por Raikkonen (1:25:988), Hamilton e Hulkenberg que era o terceiro colocado.

Sebastian Vettel após completar a sua primeira volta, passava a ser o segundo colocado com 1:26:303. Algumas partes do circuito estavam molhadas e outras mais secas, comprometendo o desempenho dos compostos.

Alonso passava a ser o oitavo colocado e era a sua melhor posição obtida no final de semana. Sainz, Hartley e Magnussen eram os primeiros a encaixar os pneus ultramacios.

Verstappen que era o sexto colocado, subia para a terceira posição ao registrar 1:26:361, enquanto Vettel melhorava o seu tempo para 1:25:176.

Outros pilotos como as duplas da Renault, Force India, McLaren, Sauber e Williams também arriscavam na utilização dos ultramacios restando oito minutos para o término da sessão.

https://twitter.com/F1/status/1023193524102160384

Sainz passava a ser o líder da sessão ao registrar 1:22:679, mas pouco depois o espanhol era superado, com Hulkenberg passando para a primeira posição, com Ericsson em segundo.

https://twitter.com/F1/status/1023193962323107841

Ferrari e Mercedes tiveram que retornar para a pista com os ultramacios, pois suas marcas eram superadas rapidamente. Raikkonen passava a ser o líder ao registrar 1:18:474, seguido por Verstappen, Bottas, Hamilton, Hulkenberg, Sainz, Vettel, Hartley, Ericsson e Ocon.

Ricciardo ocupava a décima sétima posição e era o único utilizando os pneus macios. A mudança de posições acontecia rapidamente restando três minutos para o término da sessão. O australiano ficava em décimo quarto, após Vettel subir novamente para a segunda posição, com Raikkonen superando o alemão.

https://twitter.com/F1/status/1023195040586317825

Com a pista melhorando a cada volta, Hamilton chegava à primeira posição ao registrar 1:17:419.

Alonso, Hartley e Stroll passavam para o Q2. As duas Force India ficavam presas no Q1 ocupando o décimo oitavo e décimo nono lugar. Na Sauber, o inverso com os pilotos acontecia, com Ericsson na décima quinta posição e Leclerc em décimo oitavo.

lll Eliminados

16) Stoffel Vandoorne 1:18:782

17) Charles Leclerc 1:18:817

18) Esteban Ocon 1:19:142

19) Sergio Pérez 1:19:200

20) Sergey Sirotkin 1:19:301

https://twitter.com/F1/status/1023197214334701569

lll Q2

https://twitter.com/F1/status/1023198643891986433

Magnussen puxava a saída de boxes, utilizando os ultramacios. Já Sebastian Vettel saía com os intermediários ao contraria de Kimi Raikkonen que tinha saído com os compostos de faixa roxa.

A chuva chegava forte por todo o circuito. Sebastian Vettel registrava 1:28:636

https://twitter.com/F1/status/1023198912637747200

Sainz era o segundo colocado ao registrar 1:30:771. Verstappen cometia alguns erros, mas conseguia ser o terceiro colocado. Com a chuva apertando muito o circuito, a pista se tornava um sabão. Após rodar, Stroll perdeu parte da asa dianteira da sua Williams e precisou retornar para os boxes.

https://twitter.com/F1/status/1023199685681586176

Magnussen, que estava em nono, era o primeiro a instalar os pneus de chuva extrema.

As posições, restando seis minutos para o término da sessão, eram: Vettel, Sainz, Verstappen, Hamilton, Gasly, Bottas, Hartley, Raikkonen, Magnussen e Grosjean.

Os pilotos levantavam muito spray e a chuva só tendia a melhorar. Mesmo com os pneus de chuva extrema os pilotos tinham dificuldade de melhorar as suas marcas. Ricciardo subia para décimo segundo com 1:36:442, superando apenas Hulkenberg.

https://twitter.com/F1/status/1023202193829244936

A surpresa para o Q3 eram os dois carros da Toro Rosso terem avançado para a fase final da sessão, além de Sainz em segundo lugar.

lll Eliminados

11) Fernando Alonso 1:35:214

12) Daniel Ricciardo 1:36:442

13) Nico Hulkenberg 1:36:506

14) Marcus Ericsson 1:36:505

15) Lance Stroll – sem tempo cronometrado

lll Q3

https://twitter.com/F1/status/1023203855092379648

Brendon Hartley, o primeiro a sair dos boxes, trazia junto os pilotos que tinham pressa e medo da chuva continuar piorando. Todos os pilotos utilizavam os pneus de chuva extrema.

Verstappen era o primeiro com volta cronometrada ao registrar 1:38:923, mas os carros da Mercedes superavam o piloto da Red Bull, com Hamilton ao registrar 1:37:564, seguido por Bottas 1:37:651.  Raikkonen era o terceiro com 1:37:769.

O inglês seguia melhorando a sua marca para 1:36:648. Com Raikkonen que estava em quarto subindo para a segunda posição ao registrar 1:37:362.

Bottas também evoluía muito na chuva assim como seu companheiro de equipe que tinha 1:37:059. Os pilotos retornavam aos boxes, com pouco mais de quatro minutos para o término da sessão.

Raikkonen superava os pilotos da Mercedes ao registrar 1:36:186.

https://twitter.com/F1/status/1023205700640690177

Sebastian Vettel, Verstappen, Hartley, Magnussen e Grosjean eram os primeiros a retornar com os pneus novos de chuva extrema. Sainz na quinta volta do seu pneu se tornava o terceiro colocado ao registrar 1:36:743.

Após a bandeira quadriculada, Hamilton conquistava a pole ao registrar 1:35:658, seguido por Bottas com 1:35:918. Raikkonen não conseguia melhorar seu tempo, mas ficava com a terceira posição. Vettel era o quarto. Destaque para o quinto lugar com Sainz, assim como Gasly em sexto e Hartley em oitavo.

https://twitter.com/F1/status/1023206020846440449

https://twitter.com/F1/status/1023209827978407936

https://twitter.com/F1/status/1023222874939699200

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!