Classificação Canadá – Vettel confirma boa performance e crava primeira pole da temporada

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Sebastian Vettel hoje (08) confirmou a boa performance da Ferrari ao cravar a pole, após anotar 1:10:240, superando Lewis Hamilton por 0s206. A briga com a Mercedes veio desde a sexta-feira de treinos livres e foi se intensificando neste sábado.

Charles Leclerc após ter dificuldade com o aquecimento dos pneus ficou com a terceira posição. Daniel Ricciardo surpreendeu o público com o rendimento da Renault no circuito e amanhã larga da quarta posição, seguido por Pierre Gasly da Red Bull.

O Q2 ficou marcado com a batida de Kevin Magnussen, com o cronômetro zerado. O incidente deixou Max Verstappen sem chances de avançar para a última fase.

Valtteri Bottas precisou se contentar com a sexta posição, pois a última volta não foi nada boa. Hulkenberg amanhã larga do sétimo lugar, com Lando Norris em oitavo e Carlos Sainz em nono, com os dois últimos carros da McLaren.

Kevin Magnussen provavelmente perde a décima posição, pois a equipe vai precisar realizar alguns reparos no carro da Haas e desta forma o holandês da Red Bull pode chegar a décima posição, com a oportunidade de escolher os compostos para a largada de domingo.

A Fórmula 1 retorna neste domingo às 15h10 para a realização do Grande Prêmio do Canadá.

lll Saiba como foi a Classificação 

Lance Stroll após enfrentar problemas durante o TL3, precisou trocar o MGU-K, minutos antes da sessão classificatória, mas não sofre nenhuma punição pois está dentro do limite de trocas da temporada. 

A temperatura na pista estava na casa dos 47°C, aumentando bem depois da realização do último treino livre. No ambiente a temperatura era de 22°C.

https://twitter.com/F1/status/1137419997658193920

Robert Kubica foi o primeiro a deixar os boxes com a Williams. Nesta fase da sessão é bem comum eles utilizarem os pneus macios.

O polonês foi o primeiro a abrir volta no circuito e anotava 1:16:564, mas a marca fora rapidamente superada e Magnussen passou a liderança com 1:12:710, seguido por Romain Grosjean com 1:13:085.

Os tempos reduziam rapidamente, mas os pilotos estavam extremamente próximos, pois todos estavam em busca das suas voltas rápidas.

Charles Leclerc foi o primeiro a andar na casa de 1s11 e tinha 1:11:786, com Sebastian Vette em segundo com 1:12:339. Enquanto Mercedes e Red Bull fechavam as suas primeiras voltas, Lando Norris aparecia em terceiro, com Antonio Giovinazzi em quinto.

Os pilotos seguiam na pista, tentando melhorar as suas marcas com o mesmo composto e na quarta volta do pneu, Valtteri Bottas assumia a ponta com 1:11:229, seguido por Charles Leclerc 1:11:481. Hamilton era empurrado para a terceira posição com 1:11:518.

Na zona de eliminação, tínhamos: Albon, Grosjean, Raikkonen, Russell e Kubica.

Sebastian Vettel passou a ponta após uma volta voadora no quinto giro do composto, anotando 1:11:200, para superar Leclerc que também havia melhorado a sua marca, com 0s014. Logo depois eles seguiam para os boxes, restando pouco mais de dois minutos para o término da sessão.

Nos instantes finais, Hulkenberg conseguiu a sexta posição, seguido por Sainz e Lando Norris. Antonio Giovinazzi empurrava Raikkonen para a zona de eliminação e Pérez apesar de melhorar a sua marca era apenas o décimo sexto.

lll Eliminados do Q1

16) Sergio Pérez 1:12:197

17) Kimi Raikkonen 1:12:230

18) Lance Stroll 1:12:266

19) George Russell 1:12:266

20) Robert Kubica 1:14:393

https://twitter.com/F1/status/1137424721451130880

lll Q2

https://twitter.com/F1/status/1137425719565398019

A dupla da Mercedes foi a primeira a se encaminhar para a pista e utilizava os pneus médios. A Ferrari apostava na mesma estratégia, pensando na corrida do domingo.

Hamilton conseguia fechar com 1:11:336, seguido por Giovinazzi com os pneus macios, que tinha 1:12:136. Charles Leclerc após cometer um erro se tornava o quarto colocado, mas tinha 1:22:006, com Bottas na quinta posição. Sebastian Vettel conseguia a ponta com 1:11:309, superando o inglês por 0s027, que já havia seguido para os boxes.

Valtteri Bottas buscou melhorar a marca e subir para a terceira posição com 1:11:487.

Restando pouco mais de oito minutos na pista, Vettel conseguia melhorar para 1:11:142, retornando para a liderança, enquanto Leclerc conseguia marcar 1:11:206.

Gasly apostava na utilização dos pneus macios e desta forma conseguia a segunda posição, enquanto Verstappen com os médios era apenas o décimo primeiro, dentro da zona de eliminação.

Na zona de corte: Verstappen, Giovinazzi, Kvyat, Albon e Grosjean. O piloto da Haas não tinha nenhum tempo aferido. Os pilotos haviam retornado para os boxes para realizar uma troca de pneus e tentar melhorar as suas marcas. O holandês havia sido atrapalhado, por conta do grande tráfego na pista.

Hamilton após ter se garantido no Q2, era enviado com novos jogos de pneus médios para melhorar o tempo e ter compostos mais adequados para a corrida. O inglês conseguia se superar com 1:11:10 e assim Bottas realizava a mesma estratégia com 1:11:095.

Após o cronometro zerar, Kevin Magnussen acabava batendo no muro dos campeões e deixava Max Verstappen fora do Q3. O dinamarquês acabou perdendo a traseira do carro e cruzou a pista para bater no muro contrário. Com a bandeira vermelha acionada, Grosjean perdia a chance de fechar uma boa volta, sendo prejudicado pelo companheiro de equipe.

https://twitter.com/F1/status/1137429850770280448

lll Eliminados

11) Max Verstappen 1:11:800

12) Daniil Kvyat 1:11:921

13) Anotinio Giovinazzi 1:12:136

14) Alexander Albon 1:12:193

15) Romain Grosjean – Sem tempo

https://twitter.com/F1/status/1137431365413216256

lll Q3

https://twitter.com/F1/status/1137435917982023680

Após uma paralisação de 15 minutos, para a remoção do carro de Kevin Magnussen a sessão foi retomada. Pierre Gasly foi o primeiro a deixar os boxes, com os pneus macios. Rapidamente os outros competidores ganhavam a pista.

Gasly anotou 1:12:185, mas rapidamente foi superado. Hamilton tinha a pole provisória com 1:10:493, seguido por Vettel com 1:10:681. Leclerc era visto na terceira posição com 1:11:188. Mas Valtteri Bottas cometia um erro no setor 2 em que quase fora lançado para o muro, no entanto, conseguia se segurar, mas danificava os pneus ao percorrer um trecho lateralmente. 

https://twitter.com/F1/status/1137437175304396802

Leclerc com dificuldade de aquece os pneus, realizava mais uma volta, mas permanecia na terceira posição com 1:11:096.

Antes da segunda tentativa, as posições eram: Hamilton, Vettel, Leclerc, Gasly, Hulkenberg, Ricciardo e Sainz. Bottas e Norris não tinham tempo aferido e Magunssen em décimo não participava da sessão por conta da batida no Q2.

Na última tentativa, Hamilton conseguia melhorar para 1:10:446, mas Sebastian Vettel dava o troco com 1:10:240. Leclerc era o terceiro colocado com 1:10:920. Ricciardo vai largar da quarta posição com a Renault, melhor que Pierre Gasly na Red Bull.

https://twitter.com/F1/status/1137441399530541063

https://twitter.com/F1/status/1137439537972600834

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.