BP BEATS – O Homem de Gelo que não Derreteu • BP • Boletim do Paddock

BP BEATS – O Homem de Gelo que não Derreteu

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

|De São Paulo/SP para Curitiba/PR voltando para São Paulo/SP:

lll RBS: Grande Matias! Esse cara sem dúvida alguma é uma das grandes figuras da Fórmula 1 de todos os tempos. Seja pelo seu bom desempenho precoce, seja pelo seu título, seja pelo seu estilo direto, ou seja, pelo que for.

lll CEV: Mais recentemente, Dona Minttu e o cubinho de gelo que eles fizeram ajudam muito na aura de simpatia do caladão. Que é uma figuraça no Instagram, quem diria!

lll RBS: Kimi Matias Räikkönen é um filho de Espoo. Cidade situada na Finlândia que faz parte da área metropolitana de Helsinque junto com a própria, Vantaa e Kaunianen. E foi lá na na longínqua Finlândia que nasceu o esse personagem que consegue ser tão cativante e expressivo com poucas palavras.

lll CEV: Espoo a segunda maior cidade da Finlândia, com mais de 270.000 habitantes. Fica bem no sul do país, pertinho do Báltico, de cara prá Estônia. Um lugar gelado. E, já que temos que falar de gelo e de música, vamos tirar logo o mamute da sala. Desculpem, mas vai ter que rolar.

lll RBS: 17 de Outubro de 1979. O mundo da música se dividia entre o Punk, Pós Punks e Disco Music e a Dona Alice, mãe do Bunnyman fazia aniversário. Mesmo nós aqui escrevendo tendo uma tendência ao Rock, o som que bombava nesse dia segundo o site Playback.FM falava para não parar enquanto não for o suficiente.

lll CEV: Sabe quem mais nasceu em 17 de outubro? O capitão do Podcast F1 Brasil, Carlos Del Valle. Em homenagem a ele e à dona Alice, vamos voltar ao rock raiz.

lll RBS: Räikkönen como todo piloto começou no kart em 1989. Sua primeira corrida fora da Finlândia foi em Mônaco cinco anos depois onde o volante do seu kart saiu em sua mão e desesperadamente o levantava para o mecânico nas retas mas o mesmo achava que estava de brincadeira.

lll RBS: Anos depois, um fato parecido aconteceu em sua história atual na Formula 1 quando saia dos boxes sem o volante. Confira.

lll RBS: Ao final dos anos 90, venceu 13 das 23 corridas disputadas na Formula Renault. Fato que arregalou os olhos de Peter Sauber, que o contratou logo no ano 2000 para ser piloto reserva aos 20 anos. Logo na primeira corrida de 2001, já como piloto oficial, chegou em 6º lugar na estreia, terminando a temporada em 10º lugar.

lll RBS: A Finlândia é um país onde a água influencia no talento de grandes pilotos. (CEV: Água? Sei…). Em 2001 o bi-campeão Mika Häkkinen estava de saída da Formula 1 e deixava um assento livre na McLaren para 2002. Já passaram a mão no garoto (CEV: OPA!!! Aí não pode!!!) e o colocaram como companheiro de equipe do experiente David Coulthard. Lá chegou em 6º lugar, respeitosamente atrás de Coulthard.

lll CEV: Kimi tomou a Fórmula 1 de assalto, com uma mistura de rapidez e rispidez poucas vezes vista. Deve realmente ser alguma coisa com a Finlândia, pois as bandas de lá, além de fazerem um metal melódico acelerado, surgem como um iceberg inesperado no Mar do Norte. Um exemplo é o Sonata Arctica.

lll RBS: Aí vira o ano e o Homem de Gelo vira o cão. Conquista vitórias em Nurburgring e em Indianápolis. Talvez pudesse ter sido campeão pois abandonou 3 corridas e ficou a míseros 2 pontos de Michael Schumacher, o qual viria a ser campeão pela quinta vez.

lll RBS: 2005 mais um vice. Atrás de Fernando Alonso na Renault, mas dessa vez com uma diferença maior de pontos. Conseguiu 5 poles, 10 voltas mais rápidas e 7 vitórias.

lll RBS: Em 2007 Kimi muda de casa. Um dos grandes sonhos de um piloto de Formula 1 é disputar pela Ferrari. Ele estreou com vitória, o que só Nigel Mansel havia conseguido fazer até então.

lll RBS: Lembro me bem dos noticiários da Globo fazendo relações das probabilidades de Kimi vencer o campeonato. Era o menos cotado para vencer, mas não é que Fernando Alonso e Lewis Hamilton, ambos na McLaren bateram cabeça a temporada inteira e perderam o campeonato? Junto com Felipe Massa, Kimi foi campeão e fez a Ferrari levar mais um título de construtores.

lll CEV: Foi o último da Scuderia até hoje. Um título tão improvável que muitos ainda refutam, dizendo que Kimi teve sorte. Bom, se você está tão perto de dois caras como Alonso e Hamilton a ponto de aproveitar os raros erros deles, você pode ter sorte, mas só isso não basta.

lll RBS: 2008 foi estranho. Kimi não desenvolveu muito bem o campeonato chegando em 3º. Esse foi aquele ano do Massa campeão por poucos segundos. Há quem ainda coloque a culpa no Timo Glock até hoje.

lll RBS: 2009 foi seu último ano na Formula 1 terminando em 6º lugar. Há quem diga que o problema não foi o resultado abaixo do resultado mas sim um desdém com a equipe ao ser flagrado tomando sorvete nos boxes. (rs)

lll CEV: O que foi uma grande bobagem. Se até o Marky Ramone se vendeu ao sistema e lançou uma música tema para um sorvete de própria autoria, porque Kimi não podia tomar um sorvetinho em paz?

lll RBS: Kimi não parou pois sim, existe vida fora da Formula 1. Em 2010 se juntou aos pilotos de rally no WRC mas não teve muito sucesso. Partiu então para a Nascar Truck Series onde fez apenas uma corrida.

lll RBS: Mas aí veio 2012 e com ele a Lenda Kimi volta a dirigir uma Lotus Preta dos tempos modernos. Não era ‘aquela’ Lotus preta pois a equipe não tinha nenhuma referência ao passado além do nome. Kimi voltou inspirado fazendo ótimas corridas e chegando a vencer em Abu Dhabi.

lll RBS: 2013 o Homem de Gelo pode tomar sorvete novamente nas dependências da Ferrari. Contratado para o lugar de Felipe Massa, Kimi permanece até hoje e recentemente no início das pesquisas para esse texto, o finlandês era um piloto que estaria a pé no ano que vem, mas já foi anunciado seu contrato de 2 anos na Sauber enquanto outro pequeno talento novamente chega a Ferrari: Charles Leclerc.

lll RBS: E assim a vida é. Cheia de ciclos. Felizmente, poderemos ter Kimi e seus bwoah’s até 2020 encantando o paddock e nossas telas. Valesi, como Ferrarista, ficou triste com a saída do Kimi ou está empolgado com o Leklek?

lll CEV: Na minha opinião, que com mais quatro reais quase vale um dólar, acho que a decisão da Ferrari foi precipitada. Leclerc tem tudo para se tornar grande, mas precisava de pelo menos mais um ano antes de ser jogado no coliseu da cobertura italiana sobre a Ferrari. E Kimi ainda é um piloto rápido, que não se importa de fazer o papel de escudeiro, desde que possa correr e se divertir em paz. Pelo menos não perderemos isso aqui na Fórmula 1:

lll CEV: E, para finalizar e nos despedir de vocês, já que fui em quem fez a besteira de colocar aquela atrocidade lá em cima, vou tentar me redimir com a original, infinitamente melhor, como os pilotos finlandeses. Quer dizer, quase original, mas esse ensaio pro tributo à Freddie Mercury é tão foda que não podia ficar de fora.

lll BPBeats é uma produção da dupla que não é sertaneja, contudo é a prova que panela velha faz comida boa sim, Carlos Eduardo Valesi que já era residente fixo do BP em conjunto com Ricardo Bunnyman peça única da podosfera tupiniquim que foi recentemente adquirido em um leilão beneficente e por uma força do destino do qual nem os búzios, nem os zodíacos e muito menos os físicos teóricos da Magrathea poderiam prever que o encontro desses dois surgiria uma série tão empolgante e digna das melhores revistas do ramo musical tal qual como Rolling Stones e da saudosa MTV, apreciem sem moderação.

BP Beats

Depois de um bate papo no happy hour do BP, entre uma brincadeira e outra surgiu a ideia de uma nova atração no site que é essa que o Amigo Cabeça de Gasolina está pondo os olhos agora: O BP Beats tem como ideia fazer algum tipo de sintonia com o automobilismo e sua provável trilha sonora, sob a batuta de Carlos Eduardo Valesi e Ricardo Bunnyman você irá serpentear pelo universo do automobilismo com rápidas paradas nos mundos colonizados por músicos e suas obras!!!