Boletim do Grid §01 | A escolha da Carmen Jorda pela FIA • BP • Boletim do Paddock

Boletim do Grid §01 | A escolha da Carmen Jorda pela FIA

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Mais um Boletim do Grid está pronto e desta vez nossas colunistas Erika Prado e Débora Almeida vão comentar um pouco sobre a escolha de Carmen Jorda como representante na Comissão de Mulheres da FIA.

O debate deste assunto tem relação com o que Jorda falou sobre mulheres não conseguirem competir diretamente com homens em categorias dentro do automobilismo. Qual a sua opinião sobre o assunto?

Nós do Boletim do Paddock convidamos o ouvinte a deixar a sua opinião.

Lembramos que este Podcast é um quadro dentro do Fim do Grid, o espaço é disponibilizado pelo Bruno Shinosaki para que seja criado um debate, além de comentários sobre o mundo do automobilismo.

Deixem suas opiniões sobre o programa e sugestão de pautas, vocês também podem recomendar pessoas que gostariam de ver no podcast.

Escutem também o Piloto deste quadro: Boletim do Grid #Piloto | Robert Kubica na Williams em 2018

lll Vinheta de abertura
Trabalho autoral (exceto a letra) do guitarrista, e músico, Guty Rodrigues para o podcast Fim Do Grid.

Música de fundo
Summer Song: 
Playonloop.com/Summer-Song

* Standard loop; Regular license

lll DIVULGAÇÃO

ll Guty Rodrigues
l YouTube: Youtube.com/GutyRodrigues
l Facebook: Facebook.com/GutyRodriguesOfficial

ll Fim do Grid
l Website:
 FimdoGrid.com

l Twitter: @FimDoGrid
l Instagram: Instagram.com/Podcast_FimdoGrid
l Facebook: Facebook.com/FimDoGrid

lll Feed do Boletim do Paddock: Feeds.Feedburner.com/DiznoBoletimque

Assinar

BPcast

Ou assine com seu app favorito usando o endereço abaixo

Rubens Gomes Passos Netto

“Netto”, popularmente conhecido entre os imigrantes Guaxupeanos que tocam a zueira no pequeno município de São Paulo, gosta de comprar livros e outras bugigangas que orbitam o universo da Fórmula 1, já semeava a discórdia ao aceitar o rótulo de “nerd”, quando em terras tropicais, tal rotulo era algo, um tanto quanto pejorativo aos descendentes de primatas residentes nas regiões montanhosas produtoras de café, o que julgava ser maravilhoso, ainda mais sendo um apaixonado pela Fórmula 1, fã da McLaren por paixão e pela Ferrari por criação, já que nasceu em uma família descente de italianos produtores de café e não fabricantes de macarrão, na sua pacata opinião a melhor temporada foi a 2008, já que por um infortúnio reprodutivo de seus pais não conseguiu assistir a temporada de 1986, admira e muito o Emerson Fittipaldi, tem como o carro dos sonhos o McLaren MP4/4 e sonha em um dia ou noite pilotar em Spa e provar que as teorias que não levam a humanidade a lugar algum dos quais ele defende são mais úteis que um relógio digital, salvo se for para comer um pastel de camarão acompanhado de um chopp escuro.