Barcelona Dia 5 – Lando Norris coloca McLaren na primeira posição, após Mercedes sofrer quebra em testes vespertinos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Lando Norris colocou a McLaren na liderança do quinto dia de testes em Barcelona, nesta terça-feira (26), o inglês que era o lanterna da manhã e acabou evoluindo para o time de Woking.

Norris ainda enfrentou problemas hidráulicos com o MCL34, nos minutos finais, pouco após ter fechado a sua melhor volta. Pierre Gasly da Red Bull ficou em segundo, completando 136 giros.

A Racing Point acabou se destacando, depois da última semana de testes bem apagados. Lace Stroll ficou em terceiro com 1:17:824 e 82 voltas. Logo em seguida vinha Sebastian Vettel, com a Ferrari. A equipe italiana acabou enfrentando problemas durante a primeira metade da sessão e com isso Charles Leclerc (7°) perdeu muito tempo nos boxes, antes de passar o carro para o alemão. Desta forma eles completaram apenas 110, juntos.

Antonio Giovinazzi fechou o top-5 com a Alfa Romeo, marca ainda obtida na manhã. Bem mais discreto a tarde o italiano, assim como outros pilotos e equipes dedicaram a sessão para o acumulo de quilometragem e confiabilidade dos carros.

Os testes retornam amanhã, às 5h pelo horário de Brasília.

lll Saiba como foi a tarde do quinto dia de testes em Barcelona

A sessão vespertina começou pontualmente às 10h, pelo horário de Brasília. George Russell da Williams, foi o primeiro a deixar os boxes e cronometrar uma volta no circuito, tinha 1:20:159, utilizando os compostos C3 (faixa amarela – macios).

Algumas equipes optaram por realizar a troca dos seus pilotos, portanto Sebastian Vettel acabou assumindo o carro das mãos de Charles Leclerc. Enquanto Valtteri Bottas, guiava o carro que de manhã estava sob o comando de Lewis Hamilton. Daniel Ricciardo ganhava espaço na Renault, após Nico Hulkenberg estar realizando a primeira metade dos testes.

Meia hora após o início, uma bandeira vermelha causou a primeira paralisação da tarde. De forma bastante inesperada, a Mercedes acabou quebrando com Bottas e o finlandês ficou estacionado na curva 3, sem a possibilidade de completar uma volta. O guincho precisou realizar a sua remoção. O W10 apresentava algumas labaredas de fogo, na parte traseira do carro.

Treze minutos depois a pista era liberada, Russel aproveitava para ganhar quilometragem para a equipe. Albon, Norris e Ricciardo se juntavam ao piloto da Williams para dar continuidade aos trabalhos das equipes.

Com os compostos C3 instalados, Vettel começou a dar boas voltas no circuito e diminuir as suas marcas, para logo atingir 1:18:206 e assumir a primeira posição que era até o momento de Giovinazzi, tempo cronometrado ainda nos testes da manhã. Daniel Ricciardo, no entanto, mantinha uma constância em seus giros e os tempos eram bem altos, mas ainda assim, suficientes para que o australiano conseguisse ultrapassar Norris, que era o lanterna da tabela de tempos.

Minutos depois, Pierre Gasly, conseguia bater a marca do alemão, com 1:17:715, utilizando assim como ele o composto C3. Lance Stroll logo depois passou a trabalhar em voltas rápidas e seguiu crescendo na pista, até registrar 1:17:824, conseguindo ultrapassara marca de Antonio Giovinazzi na Alfa Romeo.

Restando uma hora e meia para o término da sessão, Kevin Magnussen da Haas, assim como Gasly já haviam quebrado a barreira das 100 voltas. Várias equipes estavam focadas no acumulo de quilometragem.

Sebastian Vettel chegava ao seu melhor giro, ao anotar 1:17:925. Magnussen foi mais um dos pilotos a conseguir melhorar o seu giro e passar a frente de Leclerc, ao anotar 1:18:769. O quinto dia era muito melhor para a Racing Point que se fazia notar, completaram 136 giros e conseguiram garantir o terceiro lugar.

Lando Norris ainda seria uma surpresa do dia ao registrar 1:17:709 e passar a liderança da sessão, gasly vinha logo atrás com 1:17:715.

Restando cerca de vinte minutos para o final, Norris acabava enfrentando problemas hidráulicos com a McLaren, ficando parado na curva 2. Mas rapidamente a pista foi liberada e os pilotos aproveitaram os quinze minutos finais de sessão para mais alguns giros.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.