ATUALIZAÇÕES DE PRÉ-TEMPORADA: BARBATANAS VOLTANDO EM 2017?

Uma das consequências esperadas devido as grandes alterações de regulamento de 2017 é a possível volta das barbatanas no topo das coberturas de motores, solução aerodinâmica que foi usada pela última vez em 2011.

A mudança nas asas traseiras pode ser a principal responsável por causar esse retorno. As asas de 2016 tinham 950mm de altura e 750mm de largura, contra os 800mm e 950mm dessa temporada, respectivamente. Menores e mais largas, as asas de 2017 sofrerão ainda mais com a turbulência gerada pelo ar saindo do eixo dianteiro e da suspensão.

Fonte: formula1.com

A barbatana foi usada pela primeira vez pela Red Bull em 2008 (Foto acima). Essa solução aerodinâmica ajuda a desviar o ar da asa traseira, especialmente em curvas. Ironicamente, a Red Bull é uma das equipes que não deve seguir esse conceito em 2017, uma vez que já utiliza um ângulo de inclinação elevado em seus carros, o que reduz os efeitos da turbulência vinda da parte dianteira do bólido, levando o fluxo de ar a passar sob a asa traseira.

Fernando Brandão Campos

Brasiliense, podcaster, Team Pepsi, torcedor do Fluminense e de basicamente todos os times de Boston, além de ser dono de um talento sobrenatural para matar equipes de Fórmula 1 (basta perguntar para a Toyota, Lotus e Aston Martin, que sequer entrou mas provou do veneno). Seu habitat natural é o Twitter mas pode ser encontrado falando besteira em outros lugares também. Joga nas 11 com podcasts no Podcast F1 Brasil, vídeos no Boteco F1 e textos aqui no Boletim do Paddock, com direito a uma passadinha no Formula Legend e no Superlicense de vez nunca.

Um comentário em “ATUALIZAÇÕES DE PRÉ-TEMPORADA: BARBATANAS VOLTANDO EM 2017?

  • 01/02/2017 em 6:37 PM
    Permalink

    Eu curto essa barbatana igual as de 2008. Abomino aquelas de 2010 que “ligavam” na asa traseira.

    Resposta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.