Atualizações de Cingapura: Suspensão da Mercedes

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Podemos até estar chegando perto do fim da temporada, mas equipes continuam fazendo mudanças, mesmo que mínimas, em seus bólidos para alcançar os décimos de segundo que fazem a diferença.

Atualizações de Cingapura Suspensão da Mercedes Fonte: @F1
Atualizações de Cingapura Suspensão da Mercedes Fonte: @F1

lll Mercedes W07 Hybrid – Suspensão Dianteira

A Mercedes definitivamente buscou o limite máximo permitido por regulamento, usando não só o limite dimensional, adaptado ano passado para que a Manor pudesse competir com uma versão alterada de seu monoposto anterior, como também o painel da vaidade, introduzido em 2013 para disfarçar os horrendos degraus nos narizes dos bólidos de 2012. Essa interpretação mais agressiva do regulamento permitiu que os campões mundiais encaixassem sua complexa estrutura de suspensão, enquanto ainda tivessem uma maneira prática de acessá-la para ajustes. Tudo isso ainda respeitando os limites de peso previstos no regulamento.

Atualizações de Cingapura Suspensão da Mercedes Fonte: @F1
Atualizações de Cingapura Suspensão da Mercedes Fonte: @F1

Outras equipes possuem um terceiro componente de suspensão e muitas também usam os painéis da vaidade como acesso para a suspensão, mas nenhuma foi tão radical em sua filosofia de design quanto a Mercedes.

Atualizações de Cingapura Suspensão da Mercedes Fonte: @F1
Atualizações de Cingapura Suspensão da Mercedes Fonte: @F1

Curiosamente, desde o GP da Hungria a Mercedes também tem usado uma cobertura sobre o amortecedor hidráulico, o escondendo quando os painéis da vaidade são removidos.

Fonte: Formula1.com/tech-insight-mercedes-suspension-singapore 

Fernando Brandão Campos

Brasiliense, podcaster, Team Pepsi, torcedor do Fluminense e de basicamente todos os times de Boston, além de ser dono de um talento sobrenatural para matar equipes de Fórmula 1 (basta perguntar para a Toyota, Lotus e Aston Martin, que sequer entrou mas provou do veneno). Seu habitat natural é o Twitter mas pode ser encontrado falando besteira em outros lugares também. Joga nas 11 com podcasts no Podcast F1 Brasil, vídeos no Boteco F1 e textos aqui no Boletim do Paddock, com direito a uma passadinha no Formula Legend e no Superlicense de vez nunca.

%d blogueiros gostam disto: