Após largar na pole, Gabriel Casagrande conquista vitória em Goiânia, com Cesar Ramos na segunda posição

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Foto de capa: Beto Fotografias

Gabriel Casagrande largou da pole neste domingo (24) e reverteu ela em vitória na primeira corrida. O piloto largou bem e segurou Thiago Camilo, após a entrada do Sefety Car por conta da batida de Marcel Coletta, com Rafael Suzuki e Bia Figueiredo, ocorreu uma relargada e o piloto da Crown Racing conseguiu se segurar mais uma vez.

Na parada nos boxes, Casagrande levou vantagem e viu Camilo perdendo posições. Ramos ainda tentou ameaçar para chegar a primeira posição, mas se viu cruzando a linha de chegada em segundo. Lucas Foresti concluiu o grid, na terceira posição.

Daniel Serra foi o quarto, ao ultrapassar Camilo na penúltima volta, o piloto da Ipiranga ainda tentou retomar a posição, mas teve que se contentar com a quinta posição e pensando no campeonato o piloto buscava uma posição melhor na segunda corrida.

Felipe Fraga foi o sexto colocado se defendendo dos ataques de Nelson Piquet Jr, Guilherme Salas veio logo atrás em oitavo. Valdeno Brito e Julio Campos completaram o top-10.

lll Saiba como foi a primeira corrida da Stock Car em Goiânia

Para a largada, os dez primeiros eram: Casagrande, Camilo, Ramos, Foresti, Fraga, Lima, Serra, Lapenna, Piquet Jr e Salas.

Casagrande conseguia se manter na ponta, fechando Camilo que vinha na segunda posição. Cesar Ramos era o terceiro colocado. Os pilotos que largaram do lado direito tiveram vantagem, no entanto Bia Figueiredo que vinha do lado esquerdo acabava extravasando os limites de pista e passando pela grama.

 

Na curva zero, ainda na primeira volta, Marcel Coletta acabava rodando e logo depois Rafael Suzuki era atingido, Bia Figueiredo que veio logo atrás não conseguiu se livrar do incidente e bateu em cheio em Coletta. Após o incidente o Safety Car entrou na pista, os carros foram removidos e a pista limpa.

Quando o carro de segurança deixou a pista, restavam 30 minutos para o encerramento. Casagrande comandava o ritmo e conseguia manter a ponta, abrindo um pouco de distância para Camilo na segunda posição.

Rubens Barrichello acabava rodando ao tentar realizar uma ultrapassagem por fora com Diego Nunes da KTF. Logo depois Gaetano di Mauro aparecia com um pneu furado e precisava seguir para os boxes, realizando a troca dele.

Max Wilson abandonava a prova com 27 minutos, o piloto já havia enfrentado problemas desde o início do final de semana.  

Gabriel Casagrande conseguia abrir 0s627 para Camilo e eles eram acompanhados por Cesar Ramos, Lucas Foresti, Felipe Fraga, Daniel Serra, Felipe Lapenna, Guilherme Salas, Nelson Piquet Jr e Guga Lima. Lapenna tinha um “trenzinho” atrás dele e com isso Salas era atacado por Piquet Jr, devido a esta aproximação, alguns toques ocorriam e os carros ficavam danificados.

Bruno Baptista pedia a décima sétima posição para Diego Nunes, enquanto Nelsinho conseguia a ultrapassagem em Lapenna e passava a ser o nono colocado. Valdeno Brito aproveitava o momento para realizar a ultrapassagem em Guga Lima e rapidamente o piloto da Volgel passava a perder posições, logo depois para Khodair e Campos.

Os boxes foram abertos na volta 12 e rapidamente Nunes, Reis, Antoniazi, Campos, Bueno seguiram para os boxes, enquanto os outros pilotos esperavam um pouco mais para realizar as suas trocas.

Camilo foi para os boxes na última volta e com isso Camilo, acabava perdendo a segunda posição para Ramos e Foresti, retornando em quarto lugar. Após todas as paradas, as posições eram: Casagrande, Ramos, Foresti, Camilo, Serra, Fraga Piquet Jr, Salas, Brito e Campos.

Nelsinho em sétimo, seguia pressionando Fraga para obter a sua posição, os pilotos realizavam o circuito colado. Após as paradas nos boxes, as disputas passaram a ficar mais espaçadas. Salas tentava se aproximar desta disputa que ocorria na sua frente.

Átila Abreu abandonava a prova na volta 23, passando a focar na segunda corrida.

Antes do cronômetro zerar Daniel Serra conseguiu a ultrapassagem em Camilo. Na frente Casagrande acionava o botão de ultrapassagem para se defender de Cesar Ramos e desta forma conseguia se manter na ponta. Ramos se contentava com a segunda posição, acompanhado por Foresti. Camilo tentou recuperar a posição, mas Serra se manteve na frente.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!