09 de maio de 1993 – Prost, Senna e Schumacher juntos no podium pela única vez – Dia 352 dos 365 dias mais importantes da história do automobilismo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

O GP da Espanha marcava a quinta etapa do campeonato de 1993. Até ali de maneira surpreendente Ayrton Senna com a McLaren equipada com motor Ford cliente havia conquistado 2 vitorias épicas, Interlagos e Donington Park, fazendo frente a imbatível Williams-Renault de Alain Prost, o brasileiro liderava o campeonato com 26 pontos contra 24 de Prost. A decepção até ali era a Ferrari que chegava a Barcelona com apenas 1 ponto. Nos bastidores Senna trabalhava ativamente para ter os motores Ford de fábrica que por contrato eram exclusivos da Benetton e para que a FIA banisse a eletrônica que tanta vantagem dava a Williams.

Fonte: Pinterest

Na classificação Prost fez valer a vantagem da Williams cravando a pole com o tempo de 1’17″809, a seu lado Damon Hill com 1’18″346, Ayrton Senna largaria em terceiro, Michael Schumacher em quarto, Riccardo Patrese em quinto em Karl Wendlinger em sexto. Nota, Senna marcou seu tempo na casa de 1’19 e a partir de Schumacher os tempos foram de 1’20, por aí pode-se ter uma noção da superioridade da equipe de Grove sobre os concorrentes.

Fonte: Pinterest

Na largada Damon Hill assumiu a ponta seguido por Alain Prost, Ayrton Senna, Michael Schumacher, Riccardo Patrese e Michael Andretti. Damon liderou 11 voltas até ser superado com facilidade por Alain Prost. A prova prosseguiu sem maiores intercorrências, até que pouco após a metade da prova Prost diminui o ritmo pois precisava lidar com problemas em seu motor Renault. Hill se aproxima e parece que finalmente teria caminho livre para conquistar sua primeira vitória. As expectativas do inglês literalmente viraram fumaça quando o motor de sua Williams explodiu.

Fonte: Pinterest

Mesmo com problemas Prost conseguiu manter ritmo suficiente para não ser ameaçado por Senna. O francês recebeu a bandeira quadriculada 16 segundos à frente do eterno rival Senna, 27 a frente de Schumacher e 1 volta à frente dos demais concorrentes. O resultado lhe devolveu a liderança do campeonato com 34 pontos contra 32 de Senna. O podium deste GP em Barcelona entraria para a história, foi a única vez que 3 das maiores lendas da F1 subiram juntas ao podium, uma espécie de transição de gerações, Prost e Senna passando o bastão para a era seguinte, a era Schumacher.

Fonte: Pinterest

Cristiano Seixas

Fã hardcore de Fórmula 1, apreciador da história, números e estatísticas da categoria, mais conhecido como Mestre Cristiano Seixas, pois é um PHD e MDA em Fórmula 1 ainda é Graduado, Pós-Graduado, Mestrado e Doutorado sobre História da Fórmula 1, Wikipédia erra o Cristiano não.

%d blogueiros gostam disto: