04 de Abril 1982, Niki Lauda volta a vencer na F1 – Dia 318 dos 365 dias mais importantes da história do automobilismo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×
Fonte: Pinterest

A temporada de 1982 havia começado bem agitada dentro e fora das pistas. A greve dos pilotos em Kyalami e a desclassificação de Piquet e Rosberg em Jacarepaguá criaram uma atmosfera de expectativa para a terceira etapa em Long Beach. E claro a etapa norte americana também teve suas surpresas, dias após o GP Brasil o argentino Carlos Reutemann comunicou a Frank Williams que estava deixando a F1, o clima entre o piloto e a equipe já não era dos melhores desde 1981, some-se a isso a chegada do jovem e rápido Keke Rosberg ao time e a Williams passava a ter um cockpit disponível.

Fonte: Pinterest

Frank Williams e Patrick Head tentaram convencer Alan Jones a interromper sua aposentadoria, como o australiano não aceitou o time britânico teve que recorrer a Mario Andretti para guiar o carro #5. Na classificação a grande surpresa do final de semana, a pole position de Andrea de Cesaris da Alfa Romeo superando Niki Lauda da McLaren. Na segunda fila a dupla da Renault, Rene Arnoux e Alain Prost. Provando a boa fase da Alfa Romeo, Bruno Giacomelli era o quinto e Nelson Piquet da Brabham o sexto.

Fonte: Pinterest

Na largada o surpreendente De Cesaris manteve a liderança. O estabanado italiano não resistiu à pressão de Lauda sendo superado pelo austríaco na volta 15. Estampou sua Alfa nos muros de Long Beach na volta 33, mas independente disso liderou durante 14 voltas. O cerebral austríaco, mentor da greve dos pilotos em Kyalami, disputava apenas seu terceiro GP em seu retorno as pistas após 2 anos. E Lauda provava ao mundo que não havia perdido sua velha forma com uma tocada rápida e segura.

Fonte: Pinterest

Após o abandono de Andrea de Cesaris o top 6 estava assim: Niki Lauda, Keke Rosberg, Gilles Villeneuve, Michele Alboreto, Eddie Cheever, Elio de Angelis. Daí até o final a única alteração significativa foi Riccardo Patrese da Brabham superando Alboreto, Cheever e De Angelis para chegar ao quarto lugar que viraria terceiro lugar com a desclassificação da Ferrari de Villeneuve. Os italianos disputaram o GP dos EUA Oeste com uma asa traseira bipartida, contra o regulamento, mas Enzo Ferrari em meio à confusão política que reinava na categoria pagou para ver até onde iria o rigor da FISA com as regras desportivas e se deu mal.

Fonte: Pinterest

Após 1h58min e 258 km percorridos Niki Lauda conquistou em Long Beach a 18° vitória de sua carreira, a primeira em seu retorno a F1 e também a primeira do chassi MP 4/1. Keke Rosberg da Williams em segundo, Riccardo Patrese da Brabham em terceiro. Michele Alboreto (Tyrrell), Elio de Angelis (Lotus) e John Watson (McLaren) completaram a zona de pontos.

Fonte: Pinterest

O disputadíssimo campeonato de 1982 apresentava a seguinte classificação após 3 etapas:

Fonte: f1stats.com

A briga política que parecia ter se acalmado em Long Beach voltaria à tona em Imola com força total.

Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest

Cristiano Seixas

Fã hardcore de Fórmula 1, apreciador da história, números e estatísticas da categoria, mais conhecido como Mestre Cristiano Seixas, pois é um PHD e MDA em Fórmula 1 ainda é Graduado, Pós-Graduado, Mestrado e Doutorado sobre História da Fórmula 1, Wikipédia erra o Cristiano não.