TL1 Canadá – Max Verstappen com os hipermacios faz o primeiro tempo da sessão

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Abrindo a primeira sessão de trinos livres que dá início ao final de semana do Grande Prêmio do Canadá, Max Verstappen terminou liderando ao registrar 1:13:302 com a sua Red Bull. Foi seguindo por Hamilton e Ricciardo.

A sessão foi bem disputada no começo, tendo Fernando Alonso da McLaren disputando a ponta, que utilizava os pneus hipermacios no seu carro. O espanhol brigou com Hamilton pela primeira posição e viu o seu companheiro de equipe, Stoffel Vandoorne bem próximo. Ao término do TL1, Alonso estava em sétimo e Vandoorne em nono.

Vettel subiu para a quarta posição apenas nos minutos finais, quando instalou os pneus hipermacios e retornou para a pista com a sua Ferrari evoluindo aos poucos. Acabou ainda ficando limitado, pois se deparou com duas bandeiras amarelas localizadas depois de Ericsson da Sauber e Sirtkin da Williams rodarem em pontos diferentes da pista.

Ainda tivemos uma bandeira vermelha, na segunda meia hora de sessão, ocasionada por Nico Hulkenberg, o único que não teve tempo registrado, já que a sua Renault apresentou problemas, ficando completamente travada, perdendo a reação a qualquer comando que lhe era dado.

A segunda sessão de treinos livres começa às 15h, pelo horário de Brasília.

lll Saiba como foi o primeiro treino livre no Canadá

https://twitter.com/F1/status/1005087452879572994

Os pilotos estavam com motores novos instalados em seus carros para esse Grande Prêmio que é realizado com pé embaixo. Vertappen era o primeiro a deixar os boxes, com os pneus ultramacios instalados em sua Red Bull e era seguido por Kimi Raikkonen, Grosjean, Ericsson e Leclerc.  Aos poucos outros pilotos deixavam os boxes para as suas voltas de instalação.

Nicholas Latifi estava substituindo Sergio Pérez nesta primeira sessão no carro da Force India.

A pista voltou a ter algum tipo de movimentação, quando restavam 15 minutos para a conclusão da primeira meia hora de sessão. Sirotkin deixava os boxes da Williams, mas não demorou para ser seguido por outros pilotos. Também foi o primeiro piloto a ter tempo aferido e registrava 1:23:556 com os pneus supermacios, mas na volta seguinte conseguia melhorar para 1:20:427.

Max Verstappen era enviado para a pista com os o fluido que detecta a passagem do vento pelo carro, que estava espalhado pelo lado esquerdo da sua Red Bull.

Ricciardo se tornava o líder da sessão ao registrar 1:17:475, seguido por Sirotkin, Hartley e Gasly.

Aos poucos Ricciardo fazia a sua marca ir reduzindo cada vez mais e com cinco voltas com o ultramacio, registrava 1:15:707, mas pouco depois era superado por Fernando Alonso que conseguia marcar 1:15:240 com os hipermacios.

Restando pouco mais de uma hora para o término da sessão, as posições dos pilotos eram: Alonso, Ricciardo, Grosjean, Sainz, Sirotkin, Stroll, Vettel, Hartley, Gasly e Latifi.

Vandoorne na sua primeira volta cronometrada passava a ser o segundo colocado com 1:15:006, seguido por Bottas que subia para a terceira posição. Pouco depois um virtual Sefety Car era ativo na pista, que se transformou em uma bandeira vermelha paralisando a sessão, já que o carro de Nico Hulkenberg ficava parado na curva 12. O alemão não conseguia trocar as marchas do seu carro e nenhuma reação acontecia nele, após ficar completamente travado. O guincho entrava na pista para a remoção do mesmo.

https://twitter.com/F1/status/1005094635658797056

A pista voltou a ser liberada restando 51 minutos para o término da primeira sessão, enquanto os pilotos já formavam uma fila no pit-lane para retornar ao treino. Max Verstappen era o único que ainda não tinha o seu tempo aferido e não havia retornado a pista, como a grande maioria.

Bottas passou a assumir a primeira posição quando registrou 1:14:509, seguido por Hamilton que tinha 1:14:774. Mas Alonso conseguia melhorar o seu tempo para 1:14:275, mas era superado mais uma vez pelo finlandês da Mercedes com 1:14:243. Vandoorne era o quinto colocado com 1:15:516.

Na pista apenas os carros da McLaren e os da Force India utilizavam os pneus hipermacios. Alonso retornava a primeira posição com 1:14:064, seguido por Bottas com 1:14:096, Hamilton com 1:14:397 e Vandoorne que era o quarto com 1:14:449.

Ricciardo era o quinto com 1:14:914 com os pneus ultramacios que já tinham dez voltas, mas retornava aos boxes pouco depois, assim como Alonso que havia completado a décima volta do seu pneu.

Hamilton que seguia na pista, tomava a liderança da sessão com 1:13:967e Bottas era o segundo com 1:14:028. Raikkonen era o quinto com 1:14:712 enquanto Sebastian Vettel era apenas o sétimo colocado com 1:15:033.

Restando quarenta minutos para término da sessão, era a vez de Max Verstappen deixar os boxes, utilizando os hipermacios na sua Red Bull e registrava 1:14:911 na sua primeira volta aferida e duas voltas depois tinha 1:14:158.

Com a aproximação da meia hora final da sessão, haviam poucos carros na pista e as posições eram: Hamilton, Bottas, Alonso, Verstappen, Vandoorne, Raikkonen, Ricciardo, Vettel, Ocon e Sainz.

Verstappen que seguia na pista, realizou a sua volta rápida na sexta volta dos hipermacios e pulava para a ponta com 1:13:389 e se encaminhava para os boxes logo em seguida. A dupla da Mercedes, no entanto, retornava para mais algumas voltas rápidas, utilizando jogos de ultramacios novos. Hamilton registrava 1:13:569.

Lance Stroll após bater no muro dos campeões acabava com o pneu traseiro direto furado e tinha que se arrastar aos boxes da equipe.

Verstappen retornava para a pista com os mesmos hipermacios, conseguindo melhorar para 1:13:302. Hamilton também evoluía na pista para 1:13:390, seguido por Bottas com 1:13:671. Alonso ainda era o quarto colocado e Sainz ficava em quinto com 1:14:209.

Ricciardo havia retornando com os hipermacios novos, assim como Raikkonen e o australiano da Red Bull conseguia saltar para a terceira posição, enquanto o finlandês da Ferrari era o quinto.

Verstappen retornava para os boxes por acreditar que estava com problemas mecânicos, mas era apenas o acabamento da suspenção que estava se soltando, mas a Red Bull iniciava os reparos.

Fernando Alonso que havia liderado um pouco a sessão, retornava com os pneus ultramacios.

Os minutos finais da sessão foram dedicados a simulação de corrida e testes aerodinâmicos como os realizados pela McLaren com Fernando Alonso e ainda existiu uma diminuição de carros na pista.

Sebastian Vettel que havia realizado poucas voltas na pista, retornava com os hipermacios novos instalados na sua Ferrari e de nono, subia para a sétima posição com 1:14:106 e na quarta volta do pneu se tornava o quarto colocado com 1:13:574.

Marcus Ericsson e Sirotkin ainda adicionando emoção a sessão rodando na pista.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: