Testes 5: Sebastian Vettel lidera e McLaren apresenta problema no motor

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

A Fórmula 1 beira os instastes decisivos para a grande primeira disputa do ano na Austrália dando abertura ao calendário de competições do ano. Do dia 6/03 ao dia 9/03 estão sendo realizados os últimos testes de pré-temporada ainda no circuito de Barcelona. Sebastian Vettel acabou liderando a tabela com o tempo que foi conquistado ainda nos testes da manhã, marcando 1:20:396. A temperatura também foi um diferencial dos testes realizados na semana passada, quando até a neve acabou dando as caras no circuito.

As marcas obtidas hoje, não fogem muito do que foi registrado na semana passada é valido lembrar que mesmo com a melhora no clima, os tempos obtidos nos testes não são oficiais e que só vamos ter uma ideia da potencialidade dos carros na classificação do Grande Prêmio da Austrália, apenas de já se notar uma melhora no desempenho de algumas equipes.

lll Saiba como foi o quinto dia de testes em Barcelona

A lista de pilotos que foram escalados para trabalhar hoje (06/03) eram: Valtteri Bottas e Lewis Hamiltton | Mercedes, Sebastian Vettel | Ferrari, Max Verstappen | Red Bull, Sergio Pérez | Force India, Lance Stroll e Sergey Sirotkin | Williams, Nico Hulkenberg e Carlos Sainz Renault, Pierre Gasly | Toro Rosso, Kevin Magnussen | Haas, Stoffel Vandoorne | McLaren e Marcus Ericsson | Sauber.

A Mercedes investiu em testar com Bottas no período da manhã, realizando stints mais longos com pneus médios até o finlandês atingir 1:20:756 beirando a conclusão da primeira hora dos testes.

Aos poucos outras equipes foram entrando na pista e Max Verstappen apareceu na segunda posição ao marcar 1:21:587, Pérez era o terceiro com 1:23:576. As equipes investiam em fazer analises da aerodinâmica dos seus carros por isso era possível vê-los equipados com as grades.

https://twitter.com/F1/status/970942242339852288

Stoffel Vandoorne acabou enfrentando problemas ainda na sua volta de instalação quando se viu parado no pit-lane. Pouco depois quando saiu para a realização do seu stint um novo problema apareceu, logo após registrar 1:24:773 de pneus supermacios a sua McLaren ficou estacionada na reta de chegada, causando a primeira bandeira vermelha do dia, a equipe veio a confirmar uma falha elétrica no motor e uma perda de potência, e o time passava a investigar os problemas pelo resto da manhã.

Assim que a pista foi liberada pela bandeira verde a Mercedes voltou a atividade de testar o seu W09 dessa vez utilizando os pneus macios, assim como Vettel.

Com duas horas de sessão já concluídas Bottas e Verstappen chamavam atenção pelo número de voltas registradas, o finlandês já havia cravado 50, enquanto o holandês tinha 41 voltas.

A segunda bandeira vermelha foi causada por conta de detritos na pista, na curva quatro, quando Sergio Pérez acabou rodando, dando trabalho para os fiscais efetuarem a limpeza e desta forma a atividade foi obviamente suspensa momentaneamente.

Quando a pista voltou a ser liberada, mais uma vez deu Mercedes partindo para mais um stint com Sebastian Vettel também deixando os boxes utilizando os pneus médios e depois de algumas voltas conseguiu encaixar o tempo, que fez com que o alemão permanecesse líder do dia, cravando 1:20:396.

Antes da pausa para o almoço os pilotos se dedicaram a adquirir quilometragem, Magnussen com a sua Haas conseguiu se manter em quinto na frente de Nico Hulkenberg.

lll Tarde

Depois da pausa para o almoço alguns pilotos acabaram revezando com os seus companheiros de equipe então Lewis Hamilton assumiu o comando da Mercedes, Carlos Sainz trocou com Hulkenberg e Stroll com Sirotikin que andaram nas primeira horas da sessão.

Stoffel Vandoorne não demorou para aparecer na pista, voltando para começar os trabalhos que foram interrompidos de manhã devido a falta de potência do motor. Lewis Hamilton também não demorou para calçar os pneus macios e se encaminhar para a pista, mesmo dando voltas com marcas altas.

Ferrari e Mercedes trabalhavam para adquirir quilometragem, enquanto equipes como Williams e Sauber trabalhavam com stints mais curtos. A equipe alemã somando as voltas de Bottas e Hamilton foi a primeira a quebrar a barreira das 100 voltas, mas Sebastian Vettel trabalhando sozinho também atingiu esta marca, na verdade ao final do dia o alemão completou 171 voltas. Outros pilotos que também superaram esta barreira foram Max Verstappen da Red Bull com 130 e Marcus Ericsson com 120.

https://twitter.com/F1/status/971022506860662785

Uma terceira bandeira vermelha ocorreu no treino e novamente causada pela McLaren de Stoffel Vandoorne que ficou parada na curva 3, no entanto assim que a pista foi liberada era a vez de Max Verstappen ficar parado na reta principal e mais uma paralização ocorrer.

https://twitter.com/F1/status/971037503233851395

Assim que a pista foi liberada, restava pouco mais de uma hora para a finalização da sessão, Hamilton acabou evoluindo para um quarto lugar até atingir a marca de 1:20:808. Os minutos finais serviram para pilotos como Sebastian Vettel adquirir quilometragem para a equipe e atingir a marca impressionante de 171 voltas.

https://twitter.com/F1/status/971087789986115585

Com os testes do dia finalizados, ainda foi possível ver os carros enfileirados, treinando a simulação de largada justamente por conta do Halo.

https://twitter.com/Circuitcat_eng/status/971071409358286848

https://twitter.com/F1/status/971069805565562880

lll Fotos

https://twitter.com/Max33Verstappen/status/971086130224525317

https://twitter.com/redbullracing/status/971083843884154880

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: