Teste 6: Red Bull lidera com McLaren enfrentando novos problemas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

O sexto dia de testes realizados em Barcelona ficou marcado pela quebrada de recorde não oficial da pista por Daniel Ricciardo da Red Bull, o piloto da equipe austríaca já havia atingido uma boa marca na manhã, quando registrou 1:18:357, com os compostos hipermacios, mas após a pausa para o almoço o australiano retornou para a pista novamente utilizando os hipermacios e melhorou a sua marca para 1:18:047.

A McLaren voltou a apresentar problemas, mas dessa vez foi um vazamento de óleo que resultou na troca do motor, a equipe afirma que ainda não é hora para haver preocupação.

Os tempos melhoraram, mesmo que isso ainda não represente muita coisa já levanta a expectativa do que estes monstros vão demonstrar no decorrer da temporada.

lll Saiba como foi o sexto dia de testes

Assim como o dia anterior as temperaturas começaram baixas, no entanto foram evoluindo ao decorrer do dia.

Daniel Ricciardo acabou assumindo o comando da Red Bull, assim como Fernando Alonso pela McLaren, Grosjean pela Haas, Ocon na Force India e Charles Leclerc na Sauber. Raikkonen que não havia guiado o carro da Ferrari ontem (06/03) substituiu Sebastian Vettel nos testes da tarde.

https://twitter.com/McLarenF1/status/971296825025155072

Não existia um padrão de utilização de pneus então os tempos obtidos eram bem variados pois cada um trabalhava em um ritmo mas na primeira meia hora seis pilotos já haviam registrado as suas primeiras marcas. A pista estava bem cheia e Fernando Alonso que também já buscava quilometragem figurou por algum tempo na liderança da tabela utilizando os compostos hipermacios. Hamilton também tinha um ritmo forte e não demorou muito tempo para tomar a ponta do espanhol.

https://twitter.com/F1/status/971304714175434753

Hamilton foi o primeiro a obter 1.18 e começar a melhorar cada vez mais a sua marca, assim como Daniel Ricciardo que já dava sinais de ser mais um que logo alcançaria o tempo do inglês.

A vida da McLaren voltou a se mostrar difícil, nos testes de ontem o carro de Stoffel Vandoorne já havia apresentado problemas de perda de potência que mais tarde explicado pela McLaren, a origem do problema veio em decorrência da bateria de um lote defeituoso fornecido pela proporia Renault. Hoje (07/03) o MCL33 acabou apresentando um novo problema e se viu estacionado na curva 7 quando completava 47 voltas, dessa vez o motivo era um vazamento de óleo que exigiu a troca do motor.

O diretor de corridas da equipe, Eric Boullier, disse que devido o vazamento, acabou levando o motor a falhar, mas descartou um problema da unidade de potência. Além disso Boullier afirma que os testes são para realmente encontrar as falhas e ter tempo para concerta-las e a equipe está em busca de realizar isso mesmo. Com a parada inesperada de Alonso uma bandeira vermelha foi instaurada na pista e o treino foi paralisado.

Na parte final da manhã, Red Bull optou por utilizar os pneus hipermacios o que rendeu a Daniel Ricciardo uma melhora no tempo e a liderança da tabela, já que o australiano registrou 1:18:357. Hamilton foi a posta com os compostos ultramacios e tinha 1:18:400.

 

lll Tarde

Antes dos carros retornarem para a pista o top-5 era Daniel Ricciardo, Lewis Hamilton, Sebastian Vettel, Fernando Alonso e Carlos Sainz.

Sergey Sirotkin assumiu o lugar de Lance Stroll, assim como Bottas no lugar de Lewis Hamilton, Kimi Raikkonen trocou com Sebastian Vettel e Nico Hulkenberg com Carlos Sainz.

Bottas acabou realizando um bom trabalho a tarde conseguindo se encaixar em terceiro lugar e completando 82 voltas ao final do dia. Destaque para outro finlandês, mas desta vez da Ferrari, Raikkonen completou 42 voltas, mas mostrou sua evolução aos poucos, melhorando as suas marcas realmente a cada volta completada, ficou com o nono lugar e registrou 1:20:242, mas participou apenas desta reta final do dia.

Daniel Ricciardo além de ser o piloto mais veloz do dia, foi o que mais adquiriu quilometragem, somando 165 voltas. Charles Leclec da Sauber ficou atrás do australiano por apenas 5 voltas, somando 160 voltas para a Sauber e o Ocon o terceiro piloto com a maior quilometragem do dia, 130 voltas no total.

https://twitter.com/F1/status/971445620266491905

Charles Leclerc acabou ficando preso na brita, mas a bandeira vermelha já havia sido acionada marcando o final da sessão.

https://twitter.com/F1/status/971431056682504192

A Fórmula 1 retorna amanhã para o seu penúltimo dia de testes.

lll Fotos

https://twitter.com/F1/status/971399534877265920

 

 

https://twitter.com/redbullracing/status/971353270215237632

 

 

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: