Preview GP do Bahrain de Fórmula 1 de 2017

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

O Grande Prêmio do Bahrein, começou a ser disputado no ano de 2004, no autódromo de Sakhir ao sul da capital, Manama. Nos anos de 2006 e 2010 o circuito foi palco da abertura do campeonato. Em 2010 ele acabou ganhando 887 metros ao seu traçado, devido ao grid mais longo da Fórmula 1. Mas com inúmeras reclamações dos pilotos que acharam o aumento desnecessário e as curvas menos interessantes na hora das ultrapassagens, ele acabou voltando ao seu traçado antigo, no ano seguinte.

Já foram disputadas 12 provas no Bahrein, porém em 2011 a prova ficou fora do calendário. Ela seria realizada em 13 de março de 2011, no entanto devido a problemas civis, tentaram reordenar o calendário e transferi-la para 30 de outubro, adiando outras provas, mas a finalização do campeonato, aconteceria tardiamente, prevista para 11 de dezembro, e acarretaria em problemas para as equipes, engenheiros e investidores, então decidiram manter a prova, fora do calendário naquele ano.

Vejam também:

+ Preview Pirelli Grande Prêmio do Bahrain de Fórmula 1 de 2017 

+ GP do Bahrain – A turnê Toxic da Britney continua

+ Pare tudo que você esteja fazendo e assista ao vídeo promocional do GP do Bahrein de 2017!

+ Números, Estatísticas e Grid Girls – GP do Bahrain de Fórmula de 2016

+ Pirelli anuncia as escolhas de compostos e jogos obrigatórios para os Grandes Prêmios do Bahrain e da Rússia da temporada de 2017

As principais características do circuito, são as suas grandes áreas de escape, protagonizando várias escapadas, e passeios de pilotos para fora da pista, mas também são responsáveis em evitar a invasão da areia. Composta por quatro retas, os motores dos carros são muito exigidos, mas as curvas também não são nada fáceis, entre elas a 10 que está localizada em uma descida, e as curvas 11 e 12 que são as mais longas do circuito, acabam exigindo muita potência dos carros. Os pneus com maior durabilidade desse ano, podem ocasionar um menor número de ultrapassagens, pois a necessidade de paradas nos boxes diminui. O desgaste dos compostos é mais abrasivo, enquanto a prova é realizada na luz do dia, à medida que vai anoitecendo, a temperatura baixa e a degradação também diminui.

O primeiro vencedor do circuito foi o alemão Michael Schumacher da Ferrari. E na temporada de 2016 o seu conterrâneo Nico Rosberg da Mercedes (hoje já aposentado), somava 50 pontos com a segunda vitória do ano. Durante a temporada passada o Bahrein foi colocado como segundo circuito do calendário.

| COMO FOI NA TEMPORADA DE 2016

Nico Rosberg largou bem e assumiu a ponta, mas Lewis Hamilton foi acertado por Valtteri Bottas na primeira curva, rodou e teve que dar início a uma corrida de recuperação. Sebastian Vettel não conseguiu se quer disputar a prova, e na volta de apresentação, seu carro apresentou problemas no motor e o piloto foi obrigado a abandonar a prova, por outro lado, o seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen conseguiu terminar a prova em segundo lugar, colocando o carro da Ferrari entre as flechas de prata.

O destaque daquela corrida ficou para a Haas de Grojean, ao economizar os pneus durante o sábado da classificação, o piloto teve oportunidade de abusar dos supermacios durante a corrida, andou em ritmo forte, e fez várias ultrapassagens de tirar o fôlego, finalizando a prova com um quinto lugar. Enquanto a estreante se dava bem, a veterana Williams errava na estratégia e mesmo optando por fazer apenas duas paradas, escolheu o composto mais lento para colocar no carro de Felipe Massa, e o piloto acabou a corrida apenas em oitavo lugar.

Stoffel Vandoorne substituía Fernando Alonso, que fôra vetado pelos médicos da FIA, após o acidente sofrido no Grande Prêmio da Austrália, e marcava os primeiros pontos para a McLaren. Jenson Button não completou a prova, devido problemas na unidade de potência do carro.

| EXPECTATIVAS PARA 2017

A grande aposta está na Ferrari, que consegue andar muito bem na pista, mas claro que não podemos esquecer do grande potencial da Mercedes. Sebastian Vettel e Lewis Hamilton, vão atrás dos pontos que podem colocar um dos dois campeões à frente da disputa pelo título. Os carros da Red Bull Racing, devem sofrer um pouco mais, tanto com o calor inicial na pista, como nas retas longas do circuito, devido ao motor um pouco mais ”frágil”. Resta torcer por uma melhora do carro da Williams, que não rendeu no GP da China e mostrava estar enfrentado problemas, Massa era um dos pilotos mais lentos da pista e era facilmente ultrapassado, acabando a prova somente na 14° posição. Alonso está tentando tirar tudo do carro da McLaren e a equipe promete mudanças significativas no motor a serem apresentadas para essa prova, pode ser que os primeiros pontos da equipe, sejam conquistados novamente nessa prova.

O Grande Prêmio do Bahrain será realizado no dia 16 de abril.

https://twitter.com/F1/status/851790384397258752

| Grande Prêmio do Bahrain – Informações da corrida:

 

Localização: Sakhir, Bahrein

Voltas: 57

Percurso: 5.412 km (3.362 mi)

Total: 308.238 km (191.530 mi)

Curvas: 15

Volta mais rápida na prova: Michael Schumacher – Ferrari V10: 1min 30s 252 (2004)

Anos disputados: 12

Primeiro GP: 2004

Último GP: 2016

Maior vencedor (pilotos): Fernando Alonso (3)

Maior vencedor (equipe): Ferrari (4)

Última corrida (2016):

Pole: Lewis Hamilton – Mercedes: 1min 29s 493

Volta mais rápida: Nico Rosberg – Mercedes: 1min 34s 482

Pódio:

Primeiro: Nico Rosberg – Mercedes: 1h 33min 34s 696

Segundo: Kimi Raikkonen – Ferrari: +10s 282

Terceiro: Lewis Hamilton – Mercedes: +30s 148

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele espertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

%d blogueiros gostam disto: