Preview GP da China de Fórmula 1 de 2017

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

O Grande Prêmio da China teve a sua primeira prova realizada em 26 de setembro de 2004, com a vitória de Rubens Barrichello pela Ferrari. Xangai é conhecido por ser um circuito com corridas cheias de ultrapassagens, mas será que agora em 2017 vamos ver elas? Alguns dizem que com os novos carros e compostos utilizados, elas vão se tornar cada vez mais improváveis, já que o número de pit stops deve cair com a menor degradação dos pneus, mesmo sendo uma pista que coloca a dianteira do carro em prova, com as curvas de alta.

O vencedor da corrida no ano passado, o já aposentado Nico Rosberg fez uma corrida com apenas duas paradas em 56 voltas, enquanto grande maioria dos competidores necessitaram de três. A Ferrari também esteve no pódio no ano passado, com Sebastian Vettel em segundo, mesmo sofrendo durante a largada. Vettel e Kimi Raikkonen que havia largado em terceiro, se tocaram, com a pressão e o pouco espaço que Daniil Kvyat que ainda estava na Red Bull Racing, colocou nos dois pilotos da Ferrari.

Vejam também:

+ GP da China – A Ferrari também te dá asas

+ Números, Estatísticas e Grid Girls – GP da China de Fórmula 1 2016

+ Pirelli anuncia os compostos obrigatórios para os GPs da Austrália e China de 2017

Em 2016 o Grande Prêmio da China foi realizado como a terceira prova do campeonato, e Daniel Ricciarado da Red Bull Racing era o terceiro colocado na tabela do campeonato, ficando na frente dos dois pilotos da Ferrari, que não haviam iniciado o ano com o pé direito, Raikkonen teve uma unidade motriz quebrada em Melbourne e Vettel no Bahrein, ocasionando um grande prejuízo para a Ferrari que esperava grandes resultados com o SF16-H. O GP da China dessa vez é a segunda prova a ser realizada no campeonato de 2017, e Sebastian Vettel da Ferrari venceu em Melbourne, o carro da equipe mostra um grande avanço em relação ao ano passado, com grandes chances de acabar bem colocado durante o final de semana.

O GP da China de 2016, também foi marcado pela volta do modelo antigo das classificações, já que o modelo ”knockout” utilizado em Melbourne e no Bahrein não havia dado tão certo quanto o esperado. Fernando Alonso também voltou as pistas, depois do acidente sofrido na primeira corrida do ano. Alonso e Button chegaram a ficar entre os dez primeiros, mas ao final da corrida, terminaram em décimo segundo e décimo terceiro, e mesmo com todos os esforços da equipe, ela ainda se arrastava e não parecia encontrar alguma solução. A McLaren só trocou o companheiro de Fernando Alonso, mas a situação na equipe é a mesma.

Os compostos a serem usados nesse GP são:

Fonte: @PirelliSport

Acompanhe o GP de Xangai que acontece entre 7 e 9 de Abril, aqui no Boletim do Paddock.

Fonte: @PirelliSport
Fonte: @PirelliSport
Fonte: @F1
Fonte: @F1naGlobo

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

You May Also Like

%d blogueiros gostam disto: