FP3 Hungria – Ferrari lidera, Ricciardo com problemas e Massa fora da classificação

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

O último treino antes da classificação para o Grande Prêmio da Hungria teve resultados diferentes dos obtidos na sexta-feira (28), enquanto Daniel Ricciardo havia liderados as duas sessões, desta vez a dupla da Ferrari acabou ocupando a primeira fileira com Sebastian Vettel 1:17:017 e Kimi Raikkonen 1:17:492.

No início do treino os carros da Mercedes optaram por testar os pneus macios, mas ao colocar os supermacios pouca coisa mudou, os tempos abaixaram sim, mas Bottas ficou a 0s897 atrás de Vettel. Lewis ainda tentou encaixar voltas rápidas ao final da sessão, mas o seu carro acabou saindo um pouco de traseira, dificultando na execução perfeita do traçado.

Parece que o fogo de palha da Red Bull de ontem foi realmente apagado e Max Verstappen hoje ficou apenas com o quarto lugar. Daniel Ricciardo enfrentou problemas com o seu carro com apenas 23 mim para o encerramento da sessão, quando ele apagou sozinho na pista a equipe vai ter que correr com os reparos para a classificação que começa às 9 (horário de Brasília).

Felipe Massa possivelmente não deve participar da corrida, o Brasileiro que acabou passando mal ontem, voltou a se queixar ao final do terceiro treino livre e a Williams já preparava o carro para Paul do Resta. Massa foi submetido a novos exames antes da classificação, a tontura persiste pode ser apenas uma virose, mas compromete os trabalhos do piloto neste final de semana. 

ll Saiba como foi o FP3

Os carros da Sauber, Toro Rosso e Haas foram os primeiros a ir para a pista, as demais equipes foram deixando aos poucos os boxes e para a volta de verificação eles usavam os pneus médios (faixa branca). O primeiro tempo apareceu com Sainz ao marcar 1:23:758, mas eram bem distantes dos obtidos na sexta-feira (28) e na volta seguinte o piloto da Toro Rosso fazia 1:22:742.

Verstappen foi o primeiro a aparecer com os compostos supermacios (faixa vermelha) e tinha 1:19:012. Aos poucos outros pilotos já começavam a colocar os mesmos pneus para começar os treinos de forma efetiva e Palmer se tornava o segundo com 1:21:163, mas logo em seguida Hulkenberg que já vinha em volta melhor marcava 1:19:886. Kimi Raikkonen da Ferrari assumia a ponta com 1:18:727 e seu companheiro de equipe e nem os carros da Mercedes estavam na pista ainda.

Esteban Ocon com a Force India se colocava em quarto com 1:20:515 e Sergio Pérez aparecia em sexto com 1:20:702, uma volta depois Kvyat subia para quarto com 1:20:310. Raikkonen já quebrava o recorde do final de semana ao atingir 1:17:909, Verstappen seguia em segundo melhorando o seu tempo com 1:18:863 e Hulkenberg era o terceiro com 1:19:550.

Sebastian Vettel também de compostos supermacios marcava 1:17:790 e assumia a ponta. Bottas e Hamilton estavam com os macios (faixa amarela) e o finlandês da Mercedes tinha o quarto tempo com 1:19:255.

Bottas melhorava a sua volta, mas se mantinha na quarta posição com 1:18:883 e Hamilton era quinto com 1:19:120. Enquanto isso os carros da Williams apareciam em décimo primeiro com Felipe Massa (1:20:255) e décimo terceiro com Stroll (1:20:896), sofrendo novamente por não conseguir o acerto ideal para a pista. 

Lewis Hamilton subia para terceiro com 1:18:739 e Fernando Alonso aparecia em sexto com 1:19:097 após registrar o seu primeiro tempo no treino e Grosjean se tornava décimo com 1:19:967.

Daniel Ricciardo que havia demorado para ir a pista, já marcava o seu primeiro tempo 1:18:849 e assumia a quarta posição. O piloto australiano havia liderado os dois treinos na sexta-feira e parecia estar aproveitando muito bem o circuito travado de Hungaroring. Stoffel Vandoorne era oitavo com 1:19:358 e seu companheiro de equipe melhorava o tempo mais não a posição e marcava 1:19:884. Ricciardo tomava o terceiro lugar de Hamilton com 1:18:714 e a Mercedes era a única equipe que havia testado os pneus macios nessa sessão.

O piloto australiano da Red Bull acabava causando uma bandeira amarela no treino, quando o seu carro acabou desligando sozinho e travando na quinta marcha na curva 9, restavam apenas 23 minutos para o termino da sessão.

Valtteri Bottas, Hamilton, Vettel e Raikkonen começavam o seu novo stint e Vettel voltava a melhorar o meu tempo com 1:17:017. Bottas subia para terceiro com 1:17:914 e Raikkonen se mantinha em segundo, mas também melhorava com 1:17:492.

Hamilton acabava perdendo a primeira volta dos seus compostos com uma saída de traseira e a segunda não acabou sendo tão boa e subia de quinto para quarto com 1:18:434, mas seguia tendo problemas para colocar uma volta rápida no circuito.

Grosjean seguia sendo vítima da pista e mais uma vez o seu carro saída de traseira, desta vez no setor 1, ele que desde ontem vem enfrentando problemas com a instabilidade da sua Haas, mas as reclamações mudavam a cada parte do treino.

Max Verstappen que seguia melhorando e subia para quinto com 1:18:592, tinha que retornar para os boxes pois a equipe encontrava algum problema. Palmer que era décimo quinto subia para nono ao marcar 1:19:218, mas na volta seguinte o seu companheiro de equipe acabava superando ele com 1:19:050.

Com menos de cinco minutos para o final da sessão, Hulkenberg conseguia colocar a sua Renault em sexto com 1:18:699 e Max Verstappen melhorava um pouco e era quarto com 1:18:194. Mas ainda nos segundos finais Vandoorne conseguia surpreender, superando o seu companheiro de equipe e subindo para o sexto lugar com 1:18:638.  

Siga-me no Twitter!!!

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: