FP2 – Ferrari da o troco com Raikkonen e fecha treino de sexta na frente em Montreal

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

A Ferrari conseguiu virar o jogo e Kimi Raikkonen assumiu a ponta do segundo treino livre que aconteceu está sexta (09). O finlandês marcou 1:12:935 com pneus ultramacios, Lewis Hamilton ficou com o segundo lugar e Sebastian Vettel veio para fechar o top 3. Felipe Massa em sexto e Fernando Alonso depois da bandeira quadriculada subiu para a sétima posição.

| FP2

Carlos Sainz era o primeiro a sair dos boxes, já que o mesmo ficou fora do primeiro treino depois de enfrentar problemas com o motor da sua Toro Rosso. Os dois pilotos da Ferrari foram para pista e ambos chegaram a ocupar o topo da tabela. Dessa vez a equipe optou por manda-los com os pneus supermacios. A melhora no rendimento dos compostos se dava a cada volta, mas a pista também ficou mais quente com o passar do dia e dava uma ajuda a mais para se obter um melhor rendimento. Raikkonen diminuía o seu tempo a cada volta.

Os carros da Force India aproveitaram que a Mercedes ainda não estava na pista para desfrutar um pouco do terceiro e do quarto lugar e Ocon superava Pérez. Grosjean era o primeiro a rodar na pista e o piloto da Haas acabou reclamando várias vezes do desempenho e ajustes do carro.

Os carros da Mercedes, demoraram em torno de 15 minutos para irem para a pista e dessa vez, Bottas saia com os compostos macios, enquanto Hamilton usava os supermacios. Aos poucos a dupla de flechas de prata se colocava entre os carros da Ferrari, Hamilton era terceiro com 1:14:445 e Bottas vinha para assumir o segundo lugar com 1:14:079. O aumento de temperatura também era bem aproveitado pela dupla e não demorou muito para o inglês começar a andar na casa de 1:13.

Com quase meia hora de treino já realizado, Alonso era o único piloto que ainda não havia registrado tempo. A McLaren ainda tentava resolver os problemas que haviam aparecido no primeiro treino livre. Por outro lado a dupla da Ferrari era liberada com pneus ultramacios e Vettel marcava 1:13:744 e também melhorava o seu tempo gradativamente. Raikkonen era segundo com 1:13:336. A dupla da Mercedes não perdeu tempo dessa vez e também foi para os boxes trocar os pneus, Bottas era visto em terceiro com 1:13:458 e Hamilton bem próximo do seu companheiro com 1:13:955. Hamilton deu o pulo do gato para o segundo lugar com três voltas do pneu e marcava 1:13:150.

Felipe Massa da Williams era quinto com 1:14:063 mostrando uma melhora em relação ao primeiro treino. Grosjean perdia o carro mais uma vez e já era a terceira vez no dia e continuava as reclamações sobre o carro, enquanto isso a equipe dava um balde d’água fria nele ao avisar que Kevin Magnussen vinha em volta rápida e em breve alcançaria ele na pista. Kevin saltou da décima oitava posição para décimo segundo e continuava a melhorar o seu tempo.

Max Vestappen experimentara reduzir um pouco a velocidade e acabava travando os pneus, logo em seguida ele avisava para a equipe que era melhor continuar aquecendo os compostos e se manter em volta rápida do que reduzir a velocidade, pois ficava mais complicado de guiar o carro e os pneus travavam com mais facilidade.

Faltando pouco mais de 30 minutos para o encerramento da sessão, Fernando Alonso era mostrado dentro do carro e a equipe se preparava para liberar o piloto. Vandoorne era mostrado na pista perdendo o controle do carro e quase indo de encontro com o muro dos campeões. Alonso pouco depois era enviado para a pista com pneus supermacios.

Bottas também rodou no contorno da curva 1 e acabou levantando sujeira na curva 2, Vettel que vinha logo atrás teve que desviar do piloto que estava atravessado na pista, pegando um atalho. Duas voltas depois o alemão também seria vitima da curva e também acabaria rodando. Kvyat e Grosjean também eram mostrados pela transmissão perdendo a traseira do carro, a pista se mostrava mais escorregadia do que nos últimos anos.

Com menos de vinte minutos para o termino da sessão, Max Verstappen enfrentou problemas com o câmbio do seu carro, o piloto que vinha em volta rápida viu o mesmo ir para neutro abruptamente e acabou causando uma bandeira vermelha pois parou entre as curvas 6 e 7. O carro de Max rendeu uma ótima cena, vendo uns dos fiscais de pista se atrapalhar com a retirada do carro e acabar caindo na pista. Daniel Ricciardo também teve problemas com o motor do seu carro e só apareceu na décima quinta posição.

A sessão retomou e ainda restavam 12 minutos, os pilotos aproveitaram os últimos instantes para retornar para a pista. Sergio Pérez acabou rodando na curva 1 e Kvyat na 6. Depois da bandeira quadriculada, Fernando Alonso era visto marcando 1:14:245 e assumindo o sétimo lugar.

Sebastian Vettel após o termino da sessão falou sobre como acredita no desempenho dos carros e que eles vão estar fortes para a classificação de sábado e que podem brigar pelos dois primeiros lugares no grid. Raikkonen mesmo sabendo que a equipe precisa acertar algumas coisas amanhã, acredita que um bom trabalho está sendo feito.

Siga-me no Twitter!!!

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou em mim o interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Fiz da RBR minha casa e meu carro favorito é a Kinky Kylie.

You May Also Like

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: